Perda de corte da lima protaper quanto a esterilização e número de uso

João Marcelo Ferreira de Medeiros, Miguel Simão Haddad Filho, Sandra Marcia Habitante, Luiz Carlos Laureano da Rosa, Graziela Salum, Edison Tibagy Dias Carvalho Almeida

Resumo

Objetivo: Este estudo propõe-se avaliar a perda de corte do instrumento rotatório ProTaper® em função do número de uso e esterilização em autoclave. Método: Foram estudados 10 canais simulados de resina acrílica transparente com ângulo de curvatura de 45º, valendo-se de instrumentos Protaper® de numeração S1, S2, F1, F2 e F3, substituindo o Sx pelas brocas de Largo #1. Os blocos foram pesados em balança analítica digital, anotando-se o peso inicial. A seguir, houve o preparo com motor elétrico Endo Pro-Torque® da Driller com reverso automático submetido ao ajuste e controle da velocidade em 350 rpm, torque de 1N, com engate para contra-ângulo modelo Kavo®, tomando-se o cuidado de padronizar o tempo de ação de cada instrumento em 3 minutos. Usou-se o creme de Endo-PTC durante o preparo do canal simulado e após seu tempo de ação, lavava-se o canal com hipoclorito de sódio. Depois, o bloco era lavado com detergente neutro, seco com gaze, canal aspirado, seco com cone de papel absorvente, pesado, anotando-se o peso final. A cada uso as limas rotatórias eram limpas com gaze embebido em álcool e, posteriormente, lavadas com detergente neutro e secas também com gaze e levadas em envelope descartável para processo de esterilização em autoclave com ciclo de 20 minutos. Resultados: Os instrumentos utilizados perderam a sua capacidade de corte em função do número de uso. Conclusão: O instrumento perde a capacidade de corte em função do uso, e só a partir do sé- timo uso, o instrumento ProTaper® perde consideravelmente sua efetividade, recomendando-se seu descarte.

Palavras-chave

Preparo da cavidade dentária;Instrumentos odontológicos;Técnica odontológica de alta rotação.

Texto completo:

PDF

Referências

Walia HM, Brantley WA, Gerstein H. An initial investigation of the bending and torsional properties of Nitinol root canal files. J Endod 1988 Jul;14(7):346-51.

Leonardo M, Leonardo M. Aprimoramento e simplificação de técnicas endodônticas. In: Leonardo M, Leonardo M. Sistema rotatório em endodontia, instrumentos de níquel-titânio. São Paulo: Artes Médicas; 2002. p. 23-7.

Serene T. Nickel-titanium instruments: aplications in endodontics. St. Louis: Ishiyaku EuroAmerica; 1995.

Correia D. Avaliação do numero de uso do sistema Protaper®, no preparo químico-cirurgico de molares, quando executado por um acadêmico e por um especialista [Mestrado]. São Paulo: Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo; 2003

Gênova APS, Antonio MPS, Davidowicz H, Moura AAM. Avaliação do índice de fraturas das limas ProTaper em canais simulados Rev Inst Ciênc Saúde 2004 jan.- -mar;22(1):51-4.

Schirrmeister JF, Strohl C, Altenburger MJ, Wrbas KT, Hellwig E. Shaping ability and safety of five different rotary nickel-titanium instruments compared with stainless steel hand instrumentation in simulated curved root canals. Oral Surg Oral Med Oral Pathol Oral Radiol Endod 2006 Jun;101(6):807-13.

Ozgur Uyanik M, Cehreli ZC, Ozgen Mocan B, Tasman Dagli F. Comparative evaluation of three nickel-titanium instrumentation systems in human teeth using computed tomography. J Endod 2006 Jul;32(7):668-71.

Kuber S, Mohan B, Lakshminarayanan L. Effect of cleaning and sterilization procedures on niti rotary files: an SEM and EDS study. Endodontol 2006 18(1):34-41.

Chianello G, Specian VL, Hardt LC, Raldi DP, Lage-Marques JL, Habitante SM. Surface finishing of unused rotary endodontic instruments: a SEM study. Braz Dent J 2008 19(2):109-13.

Elayouti A, Chu AL, Kimionis I, Klein C, Weiger R, Lost C. Efficacy of rotary instruments with greater taper in preparing oval root canals. Int Endod J 2008 Dec;41(12):1088- 92.

Tasdemir T, Er K, Yildirim T, Celik D. Efficacy of three rotary NiTi instruments in removing gutta-percha from root canals. Int Endod J 2008 Mar;41(3):191-6.

Morrison SW, Newton CW, Brown CE, Jr. The effects of steam sterilization and usage on cutting efficiency of endodontic instruments. J Endod 1989 Sep;15(9):427-31.

Sakane F. Avaliação in vitro do desgaste e da capacidade de corte de limas manuais de NI-TI [Mestrado]. Taubaté: Departamento de Odontologia da Universidade de Taubaté; 2007.

Alkmin S, Pinto C, Habitante S, Zöllner N, Medeiros J, Lage-Marques J. Concepção de um modelo experimental a base de resina fenólica utilizado em endodontia. Braz Oral Res 2007 21(Suppl.1):284-344.

Ferreira de Medeiros JM, Zöllner NA, de Carvalho PL, Rosifini Alves AP, Pires Clemente RG. Capacidad de corte de la lima Flexofile en canales simulados. Rev Cubana Estomatol 2008 45.

Alves-Claro AP, Claro FA, Uzumaki ET. Wear resistance of nickel-titanium endodontic files after surface treatment. J Mater Sci Mater Med 2008 Oct;19(10):3273-7.

Reis P. Avaliação in vitro da capacidade de corte e deformação de limas rotatórias de níquel-titânio [Mestrado]. Taubaté: Departamento de Odontologia da Universidade de Taubaté; 2009.

Medeiros JMF, Rodrigues GdA, Santos ACdM, Rosa LCL, Carvalho PL, Nohara EL. Determinação do comprimento e grau de curvatura em canais radiculares curvos simulados confeccionados em blocos de resina fenólica. Rev odontol Univ Cid Sao Paulo 2009 set.-dez;21(3):

Shen Y, Haapasalo M. Three-dimensional analysis of cutting behavior of nickel-titanium rotary instruments by microcomputed tomography. J Endod 2008 May;34(5):606-10.

O'Hoy PY, Messer HH, Palamara JE. The effect of cleaning procedures on fracture properties and corrosion of NiTi files. Int Endod J 2003 Nov;36(11):724-32.

Canalda-Sahli C, Brau-Aguade E, Sentis-Vilalta J. The effect of sterilization on bending and torsional properties of K-files manufactured with different metallic alloys. Int Endod J 1998 Jan;31(1):48-52.

Linsuwanont P, Parashos P, Messer HH. Cleaning of rotary nickel-titanium endodontic instruments. Int Endod J 2004 Jan;37(1):19-28.

Parashos P, Linsuwanont P, Messer HH. A cleaning protocol for rotary nickel-titanium endodontic instruments. Aust Dent J 2004 Mar;49(1):20-7.

Samaranayake L, Scheutz F, Cottone J. Controle da infecção para a equipe odontológica. 2.ed. ed. São Paulo: Santos; 1995.

Estrela C, Estrela C. Control de Infección en odontología. São Paulo: Artes Médicas; 2005.

Sonntag D, Peters OA. Effect of prion decontamination protocols on nickel-titanium rotary surfaces. J Endod 2007 Apr;33(4):442-6.

Reams GJ, Baumgartner JC, Kulild JC. Practical application of infection control in endodontics. J Endod 1995 May;21(5):281-4.

Shen Y, Haapasalo M, Cheung GS, Peng B. Defects in nickel-titanium instruments after clinical use. Part 1: Relationship between observed imperfections and factors leading to such defects in a cohort study. J Endod 2009 Jan;35(1):129-32.

Mansano T. Estudo comparativo “in vitro” da capacidade de corte de dois tipos de limas de níquel-titânio após o preparo de canais radiculares simulados [Trabalho de conclusão de curso]. Taubaté: Departamento de Odontologia da Universidade de Taubaté; 2009.

Anusavice K, Antonson S. Materiais de acabamento e polimento. In: Anusavice K. Phillips Materiais dentários. 11.ed. ed. Rio de Janeiro: Elsevier; 2005.


Visualizações do PDF:

214 views


Visualizações do Resumo:

484 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
-->
Tema: Mpg. Customizado por: Articloud