Revista @mbienteeducação https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao pt-BR <p>Ao submeter uma obra à apreciação e possível publicação na revista @mbienteeducação o(s) autor(es) declaram ceder os direitos autorais da mesma dentro das regras da "atribuição 3.0 Brasil" da CREATIVE COMMOMS QUE PODE SER CONSULTADA NO ENDERE? O http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/br/ inclusive o que consta na integra da licença jurídica que também pode ser consultada no endereço: http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/br/legalcode</p> margarete.rosito@unicid.edu.br (Margarete May Berkenbrock Rosito) guilherme.augusto@cruzeirodosul.edu.br (Guilherme Silva Augusto) Wed, 01 Jun 2022 00:00:00 +0000 OJS 3.3.0.11 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Sapiens https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1083 <p>Esta resenha relaciona os conhecimentos da Obra de Yuval Harari à Educação. O livro evidencia o desenvolvimento humano por processos que progressivamente exigiram menos esforços manuais, permitindo direcionar tempo e energia à cognição. Duas marcas ficaram evidentes: capacidade de colaborar com semelhantes e tendência a eliminar diferentes. A Revolução Cognitiva, entre 70 e 30 mil anos atrás, alicerça nossa capacidade complexa de linguagem e ficção, viabilizando a convivência em grandes grupos de humanos. Tornamos a nós mesmos e nossas sociedades complexas e há amplas evidências de que, quanto maior a diversidade e complexidade de um ecossistema, mais ele pode resistir a ameaças. Porém, nosso percurso histórico tem sido amiúde em favor da homogeneização. Assim, pensar os focos da educação e em como aprender a viver com a riqueza da diversidade é pensar qualidade de vidas individuais e também no futuro da raça humana, una.</p> Valdoir Pedro Wathier Copyright (c) 2022 Valdoir Pedro Wathier https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1083 Wed, 01 Jun 2022 00:00:00 +0000 Destaques reflexivos sobre política no cotidiano https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1090 <p>Este texto objetiva destacar elementos provocativos dos 35 textos produzidos por Luiz Felipe Pondé, nessa obra que trata de temas muito amplos e (apenas aparentemente) díspares – em que o autor se utilizará da ironia como método, que ele afirma ser de sobrevivência. Se sobrevivência for tomada em seu sentido mais profundo, é possível perceber que esse método contempla uma perspectiva muito reveladora, especialmente sob o argumento do autor de que o cotidiano tem ojeriza a uma política sem expectativas e utopias. Eis um destaque da abordagem que requer a leitura de todo o livro e seu competente diálogo com vários autores clássicos e contemporâneos. Em meio à complexidade do caos destes tempos, a crítica ao marketing, que a tudo fetichiza na manipulação retórica de palavras, conceitos e realidades, abre possibilidades de identificações e incômodos que permitem quebrar encantamentos. A ironia é, então, método e senha.</p> Ana Araujo Costa, Rosemary Roggero Copyright (c) 2022 Ana Araujo Costa, Rosemary Roggero https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1090 Wed, 01 Jun 2022 00:00:00 +0000 A Educação popular no Ensino Superior brasileiro https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1142 <p>O projeto de universidade no Brasil estruturou-se numa perspectiva excludente e de bastante elitização. A educação popular surgiu na tentativa de colaborar para mudanças dos contextos de discriminação e injustiças sociais praticadas socialmente, buscando a coexistência da pluralidade de ideias e culturas, além da igualdade de oportunidades na educação. Os movimentos da educação popular transcenderam a alfabetização de adultos e ascenderam ao ensino superior. Este ensaio, fundado na análise documental e na revisão da literatura de cunho freiriano, se deu no âmbito do Observatório da Universidade Popular no Brasil do PPGE da Universidade Nove de Julho com foco nos estudos das matrizes institucionais das universidades criadas no início do século XXI no Brasil. O objetivo consistiu na reflexão do projeto da Universidade Federal da Fronteira Sul enquanto instituição pública, gratuita e popular, considerando seu potencial de materialização das concepções de Paulo Freire no cenário do ensino superior brasileiro.</p> Rui Anderson Costa Monteiro Copyright (c) 2022 Rui Anderson Costa Monteiro https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1142 Wed, 01 Jun 2022 00:00:00 +0000 Por que o artista vai à escola? https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1060 <p>Este trabalho tem o objetivo de identificar as motivações que levam artistas de diversas expressões se apresentarem em escolas da região sudoeste da Grande São Paulo. Como referenciais teóricos, fizemos uso das discussões que entrelaçam arte e educação. A região pesquisada inclui a cidade de Itapecerica da Serra, cidades próximas como Embu das Artes e Taboão da Serra e bairros paulistanos como os de Campo Limpo e Capão Redondo. Participaram da pesquisa oito integrantes do Grupo de Poetas Itapoesia, sediado em Itapecerica da Serra, e que têm atuado na organização de saraus, mostras e exposições em escolas da região. Foi aplicado questionário com roteiro semiestruturado e a análise dos resultados indicou que os participantes são motivados, sobretudo, pela proposta de contribuir com a formação artística dos estudantes.</p> Josias Patriolino Lima, Lúcia Villas Boas Copyright (c) 2022 Josias Patriolino Lima, Lúcia Villas Boas https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1060 Wed, 01 Jun 2022 00:00:00 +0000 Docentes da educação básica e as suas percepções sobre gênero https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1136 <p>Este artigo tem como objetivo apresentar as percepções que docentes de uma escola pública do Estado de São Paulo têm sobre questões de gênero. A partir da leitura de referências na área de gênero e educação, notou-se que a sociedade possui expectativas diferentes em relação aos papeis que homens e mulheres devem manifestar, e que os sujeitos podem sofrer <em>bullying</em> quando se deslocam das performances esperadas. Nesta pesquisa, utilizou-se grupo focal, a literatura sobre gênero, gênero e diversidade na escola, bem como a hermenêutica-dialética como perspectiva de interpretação dos dados. Conclui-se que a maior parte dos sujeitos concebem gênero como característica biológica, gostam de discutir sobre o assunto e que há posicionamentos ambivalentes transitando entre compreensões mais ou menos tradicionais sobre as expectativas de comportamento para homens e mulheres. Evidencia-se a presença de sujeitos que questionam a naturalização das diferenças consideradas tradicionais: as professoras mais jovens, com pós-graduação, tenderam a legitimar formas mais flexíveis de performances e a reconhecerem mais enfaticamente a importância de maior igualdade de gênero.</p> Igor Leite Sousa, Vanda Mendes Ribeiro Copyright (c) 2022 Igor Leite Sousa, Vanda Mendes Ribeiro https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1136 Wed, 01 Jun 2022 00:00:00 +0000 Do encontro à pesquisa https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1145 <p>Este artigo é a materialização pulsante de um processo de amadurecimento investigativo entre três pesquisadoras de diferentes instituições de ensino superior do Brasil que, a partir de um projeto interinstitucional, vêm consolidando uma parceria de estudos e pesquisa que adentra e investe no campo da formação de professores. A união das metodologias de suas teses é o fio condutor para a construção de uma proposta metodológica de ação a ser desenvolvida com estudantes da graduação. A identificação de três elementos potentes nas metodologias - o jogo, o corpo biográfico e a narrativa -, constitui a fundamentação teórica desta escrita que, a partir do encontro (QUINTÁS, 2006), instaurou um campo de pesquisa, presentificando o vivido. Os encaminhamentos do tempo presente visibilizam o caminho percorrido e os avanços que foram acontecendo nesse trajeto.</p> Candice Moura Lorenzoni, Luciana Martins Teixeira Lindner, Andrisa Kemel Zanella Copyright (c) 2022 Luciana Martins Teixeira Lindner, Candice Moura Lorenzoni, Andrisa Kemel Zanella https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1145 Wed, 01 Jun 2022 00:00:00 +0000 Transparências veladas https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1080 <p>Este estudo qualitativo desenvolvido a partir de pesquisa bibliográfica propõe-se a analisar, a luz da teoria dos Múltiplos Fluxos de Kingdon, o caso de formação de agenda e formulação da política nacional de currículo que dá origem a BNCC. Sob um cenário político controverso e, identificando uma janela de oportunidades, grupos vinculados ao mundo empresarial formam coalizões e alianças de modo a influenciar a agenda pública e apresentar suas ideias à arena de debates das políticas educacionais de educação, disputando o conteúdo da educação brasileira. Nesse contexto, analisamos o papel do <em>accountability</em> e dos indicadores, argumento empregado por determinadas coalizões, que justificavam a necessidade de reforma pelos resultados de avaliações de larga escala, que sustentam o argumento de uma ausência de qualidade da educação. Tal melhoria ocorreria a partir de reformas como a que originou a BNCC e colocou em disputa projetos de estado, educação e sociedade. Os mecanismos de <em>accountability</em>, tendo seus resultados interpretados por grupos de interesse, foram fundamentais para a sustentação do processo reformista e importante ferramenta para influenciar a formação de agenda e a formação de políticas alinhadas às perspectivas de uma gestão gerencialista do Estado. Conclui-se que o Estado tem suas funções redesenhadas, e que as fronteiras entre o público e privada tornam-se difusas. Na política educacional em discussão, identifica-se o avanço da participação de atores e instituições do mundo corporativo influenciando o conteúdo da política educacional.</p> Cristian Andrei Tisatto Copyright (c) 2022 Cristian Andrei Tisatto https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1080 Wed, 01 Jun 2022 00:00:00 +0000 Formação docente https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1137 <p>Este artigo objetiva socializar, de maneira sucinta, parte dos resultados de uma pesquisa de doutorado que teve como objetivo compreender as tessituras identitárias de professores em situação de creche na cidade de Manaus<a href="#_ftn1" name="_ftnref1">[1]</a>. Nesse contexto procuramos responder à seguinte questão: Como os professores que atuam em creches, na cidade de Manaus, dão sentido/significado aos processos identitários, que os atravessam, e como os (re) constroem, por meio das interações que envolvem: trajetórias de vida/formação cultural; formação docente/inserção profissional? A partir da emergência de narrativas e memórias pertinentes a sete colaboradoras no estudo, a pesquisa com inspiração multirreferencial e uso da bricolagem como movimento possível na experimentação construtiva da caminhada investigativa, aventurou-se no diálogo com os fundamentos da Teoria da Complexidade de Edgar Morin e Abordagem Histórico-Cultural de Vigotski e colaboradores. As discussões apontam as categorias empíricas, relacionadas a elementos de história de vida, anteriores à inserção profissional das docentes, e que têm relação com os processos constitutivos atuais que as atravessam enquanto sujeitos históricos, de modo a se ressignificarem e a se conduzirem para uma organização nova, mais elaborada de sua profissionalidade na creche. Nesse sentido, apresentam como uma reflexão importante na concepção de ser professor em situações de creche o sentido do processo sócio-histórico na formação docente enquanto atividade humana nas relações sociais e culturais, configurando o entendimento do pensamento pedagógico em sua complexidade.</p> <p> </p> <p><a href="#_ftnref1" name="_ftn1">[1]</a> Trata-se da tese: Tessituras identitárias de professores em situação de creche na cidade de Manaus, de autoria de Maria Goreth da Silva Vasconcelos, sob a orientação do professor Dr. João Luiz da Costa Barros.</p> Maria Gorete da Silva Vasconcelos, João Luiz da Costa Barros Copyright (c) 2022 João Luiz da Costa Barros, Maria Gorete da Silva Vasconcelos https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1137 Wed, 01 Jun 2022 00:00:00 +0000 Agroecologia e gêneros textuais na formação de estudantes do ensino médio https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1108 <p>O presente artigo traz uma reflexão sobre a introdução dos princípios e conceitos da Agroecologia na formação de jovens do ensino médio utilizando-se da metodologia de gêneros, na disciplina de Língua Portuguesa. Ao analisar a importância da Agroecologia e suas dimensões para a construção de modelos de desenvolvimento sustentáveis e da educação como fator de construção e transformação da realidade, discutiu-se, a partir do modelo educacional da escola urbana frente à escola rural, da proposta de uma educação do campo, e dos princípios propostos pela educação ambiental, o papel da educação e do educador, como agentes na construção de referenciais na cultura e comportamentos, para transformações e novas práticas sociais. Por fim, a partir da análise dos fundamentos das teorias de concepção de linguagem e de gêneros, propor sua utilização como instrumentos para a introdução dos temas da Agroecologia na educação de jovens.</p> Mara Silvia Úbeda de Castro, Maria Christine Berdusco Menezes Copyright (c) 2022 Mara Silvia https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1108 Wed, 01 Jun 2022 00:00:00 +0000 Construir hábitos alimentares saudáveis com as crianças https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1148 <p>Os hábitos alimentares adotados pelas crianças têm se tornado uma temática de grande relevo e, atualmente, existe uma grande preocupação em fomentar uma atitude correta no que respeita ao tipo de alimentação a adotar. Porém, na prática, verifica-se, em alguns contextos educativos, que as crianças não adotam hábitos alimentares saudáveis no seu cotidiano. O presente artigo resulta da análise de dois projetos de intervenção pedagógica, desenvolvidos no âmbito do Estágio do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico, da Universidade do Minho, que tiveram como foco promover aprendizagens inerentes a hábitos alimentares saudáveis. No desenrolar do projeto, analisamos conceitos e ideias relativas à alimentação saudável, perspectivando o desenvolvimento de competências ao nível da adoção de hábitos alimentares saudáveis. Para tal, promovemos, através duma perspectiva holística do saber e da aprendizagem, atividades práticas, criativas e significativas, propiciando o trabalho colaborativo entre crianças e entre estas e adultos, de modo a alcançar os objetivos de intervenção e de investigação pedagógica perspectivados.</p> Beatriz Cruzinha, Teresa Sarmento Copyright (c) 2022 Beatriz Cruzinha, Teresa Sarmento https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1148 Wed, 01 Jun 2022 00:00:00 +0000 Gestão de conflitos na escola em tempos de pandemia https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1162 <p>A pandemia, causada pela COVID-19, gerou inúmeras mudanças de ordem estrutural nas escolas de todo o país. Com o objetivo de compreender quais ações relacionadas aos conflitos decorrentes destas mudanças foram realizadas pela equipe gestora de uma escola particular da cidade de São José dos Campos, interior de São Paulo, esta pesquisa de abordagem qualitativa teve como procedimento metodológico o estudo de campo e a revisão sistemática dos dados. O corpus desta pesquisa baseou-se nas avaliações de 28 professores dos diversos segmentos da escola, concernentes aos efeitos desta gestão. Por meio desta investigação, verificou-se que, apesar da atuação moderada por parte dos gestores nas questões de conflito, quando houve, levou os professores a adquirirem aperfeiçoamento, tanto de ordem pessoal, quanto profissional, bem como de suas práticas pedagógicas em mais de 91% dos casos. Considera-se importante que as instituições de ensino cogitem estruturar e capacitar uma equipe de profissionais que pensem em estratégias para a resolução dos conflitos que possam vir a surgir no âmbito escolar, com o objetivo de promover a motivação do trabalho em equipe e um ambiente mais positivamente produtivo.</p> Fernanda Garcia Montoya Ribeiro Correia, José Anderson Santos Cruz Copyright (c) 2022 Fernanda Garcia Montoya Ribeiro Correia, José Anderson Santos Cruz https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1162 Wed, 01 Jun 2022 00:00:00 +0000 Ambiente escolar https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1171 <p>O ensaio relata os desafios enfrentados e as leis que amparam as pessoas com deficiência na rede regular de ensino no Brasil. As contradições existem entre as leis que propõem a inclusão; são consistentes, descritivas e pontuais quanto ao atendimento, aos processos avaliativos e às construções de ambientes favoráveis ao desenvolvimento cognitivo, afetivo e social das crianças que desejam ter acesso e permanecer nesses espaços. Fundamentamos o estudo numa abordagem exploratória e descritiva com procedimentos de coletas bibliográficas e documental: nacional e internacional. O discurso se permeia no viés do método do materialismo histórico-dialético. Destarte, percebemos ao longo da pesquisa, que a falta de infraestrutura, bem como um equipamento sem manutenção adequada e a ausência de qualificação dos professores para receber esses alunos e planos de ações que não condizem com as limitações da criança com deficiência, dentre outros fatores, acabam distanciando as pessoas com deficiência dos ambientes escolares.</p> Janine Marta Coelho Rodrigues, Silveste Coelho Rodrigues, Aureliana da Silva Tavares Copyright (c) 2022 Janine Marta Coelho Rodrigues, Silveste Coelho Rodrigues, Aureliana da Silva Tavares https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/1171 Fri, 03 Jun 2022 00:00:00 +0000