Formação do pedagogo para atuar em espaços não escolares: percepções e perspectivas do estudante de pedagogia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26843/v12.n3.2019.763.p105-131

Palavras-chave:

Curso de Pedagogia, Formação de Pedagogos, Políticas Públicas,

Resumo

O artigo apresenta os resultados de uma pesquisa que teve por objetivo discutir acerca da formação de Pedagogos para atuar em espaços não escolares, enfatizando o museu com um desses campos de atuação. As categorias selecionadas para este trabalho têm o propósito de apresentar indícios de como vem sendo realizada a formação do pedagogo para atuar nos espaços não escolares. A investigação de abordagem qualitativa foi embasada por uma pesquisa bibliográfica, uma análise documental e uma pesquisa de campo cujos dados foram coletados em 2016. A análise de conteúdo foi a técnica utilizada para tratar os dados. A pesquisa contou com a participação de 145 Estudantes de Pedagogia e os resultados indicaram que para eles, o pedagogo pode atuar em espaços escolares e não escolares, mas o campo de maior interesse desses Estudantes após se formarem é o campo escolar. Para 83,5% dos sujeitos, o curso propicia visitas técnicas e outras formas dos graduandos entrarem em contato com os possíveis locus de atuação do pedagogo, contudo, o estudo explicitou que a formação do pedagogo para atuar em espaços não escolares ocorre de forma frágil e superficial, pois a formação para atuar na docência é mais acentuada.

Palavras-chave: Curso de Pedagogia; Formação de Pedagogos; Espaços não escolares; Museus.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nilzilene Imaculada Lucindo, Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Pedagoga; Mestra e Doutoranda em Educação pela UFOP.

Docente do curso de Pedagogia da Faculdade de Educação da UEMG

Macilene Vilma Gonçalves, Faculdade de Educação da Universidade do Estado de Minas Gerais

Pedagoga pela PUC Minas

Mestra e Doutora em Educação pela UFMG

Docente do curso de Pedagogia da Faculdade de Educação da UEMG

Referências

AGUIAR, Márcia ? ngela da Silva. et al. Diretrizes curriculares do curso de pedagogia no Brasil: disputas de projetos no campo da formação profissional da educação. Educação & Sociedade, Campinas, v. 27, n. 96 - Especial, p. 819-842, out. 2006. Disponível em:<http://www.scielo.br/pdf/es/v27n96/a10v2796.pdf>. Acesso em: 13 out. 2011.

ALBUQUERQUE, Helena Maria de Paula Albuquerque; HAAS, Célia Maria; ARA? JO, Regina Magna Bonifácio de. A docência no curso de pedagogia-licenciatura:

o que dizem os professores sobre as Diretrizes Curriculares Nacionais. Rev. Diálogo Educ., Curitiba, v. 17, n. 52, p. 527-554, abr./jun. 2017. Disponível em: <https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/viewFile/9822/12404> Acesso em: 02/05/2019.

AQUINO, Soraia Lourenço de. O pedagogo e seus espaços de atuação nas representações sociais de egressos do curso de pedagogia. 2011. 172 f. Dissertação (Mestrado em Educação) ? Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2011. Disponível em: <http://locus.ufv.br/bitstream/handle/123456789/3425/texto%20completo.pdf?sequence=1&isAllowed=y>. Acesso em: 03 fev. 2017.

BARBOSA, Maria Carmen Silveira; CANCIAN, Viviane Ache; WESHENFELDER, Noeli Valentina. Pedagogo Generalista ? Professor de Educação Infantil: implicações e desafios da formação. Rev. FAEEBA ? Ed. e Contemp., Salvador, v. 27, n. 51, p. 45-67, jan./abr. 2018.

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BOGDAN, Robert; BIKLEN, Sari Knopp. Investigação Qualitativa em Educação ? uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Porto Editora, 1994.

BRASIL. Conselho Federal de Educação. Parecer n° 251/62. Fixa o currículo mínimo e a duração do Curso de Pedagogia. Relator: Valnir Chagas. In: Documenta. nº 11. Jan.-Fev. 1963. 59-66p.

BRASIL. Conselho Federal de Educação. Parecer n° 252/69. Fixa os mínimos de conteúdo e duração a serem observados na organização do curso de Pedagogia. Relator: Valnir Chagas. In: Documenta. nº 100. Abr. 1969. 101-139 p.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Parecer CNE/CP nº 05/2005 de 13 de dezembro de 2005. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Pedagogia. Diário Oficial da União, Brasília, 15 maio 2006. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/pcp05_05.pdf>. Acesso em 26 dez. 2013.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução nº 1/2006 de 15 de maio de 2006. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, licenciatura. Diário Oficial da União, Brasília, 16 maio 2006, Seção 1, p. 11. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_06.pdf>. Acesso em: 21 dez. 2013.

BRASIL. Decreto-Lei nº 1190 de 04 de abril de 1939. Dá organização à Faculdade Nacional de Filosofia. Diário Oficial da União, Rio de Janeiro, RJ, 06 abr. 1939. Disponível em: <http://www2.camara.leg.br/legin/fed/declei/1930-1939/decreto-lei-1190-4-abril-1939-349241-publicacaooriginal-1-pe.html>. Acesso em: 08 set. 2013.

BRASIL. Decreto nº 6.096 de 24 de abril de 2007. Institui o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais - REUNI. Diário Oficial da União, Brasília, 25 abr. 2007. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2007/Decreto/D6096.htm >. Acesso em: 02 jun. 2017.

BRASIL. Lei nº 11.096, de 13 de janeiro de 2005. Institui o Programa Universidade para Todos - PROUNI, regula a atuação de entidades beneficentes de assistência social no ensino superior; altera a Lei no 10.891, de 9 de julho de 2004, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 14 jan. 2005. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/lei/l11096.htm >. Acesso em 02 jun. 2017.

CABRERA, Débora. Os espaços não escolares na formação do pedagogo. 2013. 142 f. Dissertação (Mestrado em Políticas Sociais) ? Universidade Cruzeiro do Sul, São Paulo. 2013. Disponível em: <https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1026063#>. Acesso em: 11 jun. 2017.

CRUZ, Giseli Barreto da. Curso de Pedagogia no Brasil: história e formação com pedagogos primordiais. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2011.

CRUZ, Giseli Barreto da; AROSA, Armando de Castri de Cerqueira. A formação do pedagogo docente no curso de pedagogia. Revista Educação e Cultura Contemporânea, Rio de Janeiro, v. 11, n. 26, p. 30-68, ago./dez.2014.Disponível em:<http://periodicos.estacio.br/index.php/reeduc/article/viewArticle/1124>.Acesso em: 28 jun. 2015.

FIREMAN, Maria Derise. O trabalho do pedagogo na instituição não escolar. 2006. 116 f. Dissertação (Mestrado em Educação) ? Universidade Federal do Pará, Belém. 2012. Disponível em: <http://www.ppged.com.br/bv/arquivos/File/dissertriane.pdf>. Acesso em 28 abr. 2017.

FRANCO, Maria Amália Santoro. Pedagogia como Ciência da Educação. 2ed. São Paulo: Cortez, 2008.

FREITAS, Riane Conceição Ferreira. O trabalho do pedagogo no tribunal de justiça do Pará: os desafios da inovação no exercício profissional. 2012. 142 f. Dissertação (Mestrado em Educação) ? Universidade Federal de Alagoas, Alagoas. 2006. Disponível em: <http://www.repositorio.ufal.br/bitstream/riufal/314/1/MariaDeriseFireman.pdf>. Acesso em 28 abr. 2017.

FRISON, Lourdes Maria Bragagnolo. Auto-regulação da aprendizagem: atuação do pedagogo em espaços não-escolares. 2006. 342f. Tese (Doutorado em Educação) ? Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. 2006. Disponível em:

< http://tede.pucrs.br/tde_arquivos/10/TDE-2006-12-20T134138Z-211/Publico/385720.pdf>. Acesso em 28 abr. 2017.

GATTI, Bernardeti Angelina. (Coord.); BARRETTO, Elba Siqueira de Sá. Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília: UNESCO, 2009. Disponível em: <http://unesdoc.unesco.org/images/0018/001846/184682por.pdf>. Acesso em: 07 jun. 2013.

GATTI, Bernardeti Angelina.; NUNES, Marina Muniz Rossa. (orgs.). Formação de professores para o Ensino Fundamental: estudo de currículos das licenciaturas em Pedagogia, Língua Portuguesa, Matemática e Ciências Biológicas. São Paulo: Fundação Carlos Chagas, DPE, 2009. Disponível em: <https://www.google.com.br/?gws_rd=ssl#q=Forma%C3%A7%C3%A3o+de+professores+para+o+Ensino+Fundamental:+estudo+de+curr%C3%ADculos+das+licenciaturas+em+Pedagogia,+L%C3%ADngua+Portuguesa,+Matem%C3%A1tica+e+Ci%C3%AAncias+Biol%C3%B3gicas>. Acesso em 05 jan. 2017.

GOHN, Maria da Glória. Educação não-formal, participação da sociedade civil e estruturas colegiadas nas escolas. Ensaio: avaliação e políticas públicas em educação, Rio de Janeiro, v.14, n.50, p. 27-38, jan./mar. 2006. Disponível em: <http://escoladegestores.mec.gov.br/site/8-biblioteca/pdf/30405.pdf>. Acesso em: 03 jun. 2017.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Censo da educação básica: 2016 ? notas estatísticas. ? Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2017. 29 p. Disponível em: <http://download.inep.gov.br/educacao_basica/censo_escolar/notas_estatisticas/2017/notas_estatisticas_censo_escolar_da_educacao_basica_2016.pdf>. Acesso em 23 abr. 2017.

LEITE, Yoshie Ussami Ferrari; LIMA, Vanda Moreira Machado. Cursos de Pedagogia no Brasil: o que dizem os dados do INEP/MEC? Ensino Em-Revista, Uberlândia, v.17, n.1, p. 69-93, jan./jun. 2010. Disponível em: <http://www.seer.ufu.br/index.php/emrevista/article/view/8185/5197>. Acesso em: 03 mar. 2015.

LIB? NEO, José Carlos. Ainda as perguntas: o que é pedagogia, quem é o pedagogo, o que deve ser o curso de Pedagogia. In: PIMENTA, S. G. (Org.) Pedagogia e Pedagogos: caminhos e perspectivas. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2011. cap. 2, p. 63-100.

LIB? NEO, José Carlos. Diretrizes curriculares da pedagogia: imprecisões teóricas e concepção estreita da formação profissional de educadores. Educ. Soc. [online]. 2006, vol.27, n.96, pp.843-876. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0101-73302006000300011&script=sci_abstract&tlng=pt>. Acesso em: 14 jan. 2016.

LIB? NEO, José Carlos. Pedagogia e Pedagogos: inquietações e buscas. Educar. Curitiba: Editora da UFPR, n. 17, p. 153-176. 2001. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/er/n17/n17a12.pdf>. Acesso em: 09 out. 2011.

LIB? NEO, José Carlos. Pedagogia e pedagogos, para que? 12ª ed. - São Paulo: Cortez, 2010a.

LIB? NEO, José Carlos. O ensino da Didática, das metodologias específicas e dos conteúdos específicos do ensino fundamental nos currículos dos cursos de Pedagogia. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 91, n. 229, p. 562-583, set./dez. 2010b.

LIB? NEO, José Carlos. Que destino os educadores darão à pedagogia. In: PIMENTA, Selma Garrido (Coord.). Pedagogia, ciência da educação? São Paulo: Cortez, 1996.

LIB? NEO, José Carlos; PIMENTA, Selma Garrido. Formação de profissionais da educação: visão crítica e perspectiva de mudança. In: PIMENTA, S. G. (Org.) Pedagogia e Pedagogos: caminhos e perspectivas. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2011. cap. 1, p. 15-61.

NASCIMENTO, Maria Letícia Barros Pedro. Curso de Graduação em Pedagogia: considerações sobre a formação de professores/as para a Educação Infantil. In: SILVESTRE, Magali Aparecida; PINTO, Umberto de Andrade. (Orgs.) Curso de Pedagogia avanços e limites após as Diretrizes Curriculares Nacionais.São Paulo: Cortez, 2017. cap. 3, p. 79-100.

NUNES, Célia Maria Fernandes; ARA? JO, Regina Magna Bonifácio de. A Formação para Gestão no Curso de Pedagogia: O Projeto Pedagógico e a Formação do Pedagogo na Percepção dos/as Alunos/as. In: RAHME, M. M. F.; FRANCO, M. M.; DULCI, L. C. (Org.). Formação e políticas públicas na educação: tecnologia, aprendizagem, diversidade e inclusão. 1. ed. Jundiaí: Paco Editorial, 2014, v. 01, p. 68-85.

PIMENTA, Selma Garrido. A formação de professores para a Educação Infantil e para os anos iniciais do Ensino Fundamental: análise do currículo dos cursos de Pedagogia de instituições públicas e privadas do Estado de São Paulo. In: Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino, XVII, 2014, Fortaleza. Disponível em: <http://www.uece.br/eventos/xviiendipe/>. Acesso em: 24 jan. 2015.

PIMENTA, Selma Garrido et. al. Os cursos de licenciatura em pedagogia: fragilidades na formação inicial do professor polivalente. Educ. Pesqui., São Paulo, v. 43, n. 1, p.15-30, jan./mar. 2017. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ep/v43n1/1517-9702-ep-43-1-0015.pdf >. Acesso em: 24 set. 2018.

PINHEIRO, Geslani Cristina Grzyb.; ROMANOWSKI, Joana Paulin. Curso de Pedagogia: formação do professor da Educação Infantil e dos anos séries iniciais do Ensino Fundamental. Formação Docente, Belo Horizonte, v. 02, n. 03, p. 136-151, ago./dez. 2010. Disponível em: <http://formacaodocente.autenticaeditora.com.br/artigo/exibir/8/24/1>. Acesso em: 03 mar. 2015.

SEVERO, José Leonardo Rolim de Lima. In: SILVESTRE, Magali Aparecida; PINTO, Umberto de Andrade. (Orgs.) Curso de Pedagogia avanços e limites após as Diretrizes Curriculares Nacionais. São Paulo: Cortez, 2017. cap. 5, p. 127-162.

SILVA, Carmen Silvia Bissoli da. Curso de Pedagogia no Brasil: uma questão em aberto. In: PIMENTA, Selma Garrido (Org.) Pedagogia e Pedagogos: caminhos e perspectivas. São Paulo: Cortez, 2002.

SILVESTRE, Magali Aparecida; PINTO, Umberto de Andrade. (Orgs.) Curso de Pedagogia avanços e limites após as Diretrizes Curriculares Nacionais. São Paulo: Cortez, 2017.

VARGAS, Michely de Lima Ferreira. Formação e inserção profissional do pedagogo: o panorama histórico desta carreira e os egressos do curso de Pedagogia presencial da Faculdade de Educação da UFMG. 2016. 297 f. Tese (Doutorado em Educação) ? Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte. 2016. Disponível em: <http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/handle/1843/BUBD-AA2H3A>. Acesso em 15 fev. 2017.

VIEIRA, Josimar de Aparecido. Qualidade da formação inicial de pedagogos: indicadores na visão de egressos. 2010. 212 f. Tese (Doutorado em Educação) ? Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. 2010. Disponível em: <http://repositorio.pucrs.br/dspace/bitstream/10923/2803/1/000430601-Texto%2BCompleto-0.pdf>. Acesso em 14 abr. 2017.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2019-09-06

Como Citar

LUCINDO, N. I.; GONÇALVES, M. V. Formação do pedagogo para atuar em espaços não escolares: percepções e perspectivas do estudante de pedagogia. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 12, n. 3, p. 105–131, 2019. DOI: 10.26843/v12.n3.2019.763.p105-131. Disponível em: https://publicacoes.unicid.edu.br/ambienteeducacao/article/view/763. Acesso em: 24 jul. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)