A formação continuada de professores da educação básica: concepções e desafios na perspectiva dos docentes

Autores

  • Regina Magna Bonifácio Araújo Universidade Federal de Ouro Preto
  • Marcelo Donizete da Silva Universidade Federal de Ouro Preto
  • Marilene do Carmo Silva Universidade Federal de Ouro Preto

DOI:

https://doi.org/10.26843/v12.n3.2019.758.p17-38

Palavras-chave:

Educação Básica, Formação Docente, Formação Continuada, Prática Profissional

Resumo

O presente estudo investiga a concepção e os desafios enfrentados pelos professores da Educação Básica na Região dos Inconfidentes, em Minas Gerais, em sua formação continuada, com foco na compreensão e nas implicações que a mesma pode trazer para a prática desses profissionais. Considerada como essencial nas discussões sobre o desenvolvimento profissional docente, a formação continuada dos educadores é um direito e um dever previsto pela Lei nº 9393, de 1996. Nesta pesquisa de abordagem qualitativa realizamos, além de análise bibliográfica e documental, a aplicação de um questionário aos professores que atuam na rede pública do ensino básico, nos municípios de Mariana e Ouro Preto. Os resultados apontaram uma frágil concepção de formação continuada por parte dos educadores envolvidos na investigação e a ausência de ações institucionais que garantam um trabalho mais coerente, crítico e coletivo. Evidenciamos a necessidade de aprofundamento das políticas que versam sobre a formação como condição sine qua non, para a transformação da escola, da realidade docente e, acima de tudo, da educação como questão emancipadora das desigualdades sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Regina Magna Bonifácio Araújo, Universidade Federal de Ouro Preto

Professora Associada do Departamento de Educação da UFOP e do Programa de Pós-graduação em Educação da UFOP.

Marcelo Donizete da Silva, Universidade Federal de Ouro Preto

Doutor em Educação, professor Adjunto do Departamento de Educação da Universidade Federal de Ouro Preto.

Marilene do Carmo Silva, Universidade Federal de Ouro Preto

Pedagoga, mestranda no Programa de Pós-Graduação em Educação da UFOP

Referências

ANDR? , Marli Eliza Dalmazo Afonso de (Org.) Formação de Professores no Brasil (1990-1998). Série Estado do Conhecimento. Brasília: EC/Inep/Comped, 2002.

BRASIL, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei n° 9394/96, 20 de dezembro de 1996.

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação (PNE) e dá outras providências. Diário Oficial da União [da] República Federativa do Brasil, Brasília, 2014.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Conselho Pleno. Resolução n°2/2015. Define as Diretrizes Curriculares para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Brasília, DF: CNE, 2015.

BRANCO, Juliana Cordeiro Soares & OLIVEIRA, Maria Rita Neto Sales. Educação a distância para professores em serviço - a voz das cursistas. 31° Reunião Anual da ANPEd: Constituição Brasileira, Direitos Humanos e Educação. 1-16 p. Caxambu: 2008. Disponível em: <http://www.anped.org.br/sites/default/files/gt16-4695-int.pdf> acesso 10/07/17.

BRZEZINSKI, Iria. Tramitação e desdobramentos da LDB/1996: embates entre projetos antagônicos de sociedade e de educação. Revista Trabalho, Educação e Saúde, Rio de Janeiro, v. 8 n. 2, p. 185-206, jul./out.2010.

BRZEZINSKI, Iria. Sujeitos sociais coletivos e a política de formação inicial e continuada emergencial de professores: contradições vs conciliações. Educação & Sociedade, Campinas, v. 35, nº. 129, p. 1241-1259, out-dez. 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v35n129/0101-7330-es-35-129-01241.pdf acesso 30/06/17

CANÁRIO, Rui. Centros de formação das associações de escolas: Que futuro? In AMIGINHO, A.; _____________. (Orgs.). Escolas e mudanças: o papel dos centros de formação. Lisboa: Educa, 1994. pp. 13-58.

DINIZ, Margareth; NUNES, Célia Maria Fernandes; CUNHA, Carla; AZEVEDO, Ana Lúcia de Faria e. A formação e a condição docente num contexto de complexidade e diversidade. Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, v. IV, p. 13-22, 2011.

DOURADO, Luiz Fernandes. Diretrizes curriculares nacionais para a formação inicial e continuada dos profissionais do magistério da educação básica: concepções e desafios. Educação & Sociedade, Campinas, v. 36, nº. 131, p. 299-324, abr-jun, 2015. Disponível em: <http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=87342191002> acesso 01/07/17.

DOURADO, Luiz Fernandes. Formação de profissionais do magistério da educação básica: novas diretrizes e perspectivas. Comunicação & Educação. Ano XXI. Número 1, jan/jun, 2016. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/comueduc/article/view/110712/112709> acesso 29/06/17.

GARCÍA, Carlos Marcelo. Formação de professores: para uma mudança educativa. 2°ed. Porto-Portugal: Porto Editora, 1999 (Coleção ciências da educação; século XXI).

GATTI, Bernadete. Formação de professores: condições e problemas atuais. Revista Brasileira de Formação de Professores. Vol. 1, n. 1, p.90-102, Maio/2009. Disponível em: <http://itp.ifsp.edu.br/ojs/index.php/RIFP/article/view/347> acesso 19/07/2017.

GRAMSCI, Antônio. Os intelectuais e a Organização da Cultura. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1979.

HUBERMAN, Michael. O ciclo de vida profissional dos professores. In: N? VOA, António (org). Vidas de Professores. Porto Editora, LDA, 2° ed. Porto-Portugal: 2007. P.31-62.

IMBERN? N, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 9ª ed. São Paulo: Cortez, 2011 (Coleção questões da nossa época; v.14).

MARIANO, Cláudia Aparecida Moraes; LUCENA, Carlos Alberto. Um estudo sobre o Programa de Capacitação de Professores (PROCAP) em Minas Gerais. Anais da 4°Semana do Servidor e 5° Semana Acadêmica. Uberlândia:UFU, 2008.

OLIVEIRA-FORMOSINHO, Júlia. Desenvolvimento profissional dos professores. In: FORMOSINHO, João (coord). Formação de Professores: Aprendizagem profissional e acção docente. Porto Editora, LDA. Porto-Portugal: 2009. p.221-284.

PEREIRA, Júlio Emílio Diniz. Formação continuada de professores. In: OLIVEIRA, D.A.; DUARTE, A.M.C.; VIEIRA, L.M.F. DICIONÁRIO: trabalho, profissão e condição docente. Belo Horizonte: UFMG/Faculdade de Educação, 2010. CDROM.

SAMPAIO, Maria Das Mercês Ferreira; MARIN, Alda Junqueira. Precarização do trabalho docente e seus efeitos sobre as práticas curriculares. Educação & Sociedade. Campinas, vol. 25, n. 89, p. 1203-1225, Set./Dez. 2004. Disponível em: <http://www.cedes.unicamp.br> acesso 29/03/2017.

SCHEIBE, LEDA. Valorização e formação dos professores para a educação básica: questões desafiadoras para um novo plano nacional de educação. Educação & Sociedade, Campinas, v. 31, n. 112, p. 981-1000, jul.-set. 2010. Disponível em: <http://www.cedes.unicamp.br> acesso 30/06/17.

Downloads

Publicado

2019-09-06

Como Citar

ARAÚJO, R. M. B.; DA SILVA, M. D.; SILVA, M. do C. A formação continuada de professores da educação básica: concepções e desafios na perspectiva dos docentes. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 12, n. 3, p. 17–38, 2019. DOI: 10.26843/v12.n3.2019.758.p17-38. Disponível em: https://publicacoes.unicid.edu.br/ambienteeducacao/article/view/758. Acesso em: 22 jun. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.