Contribuições do jogo e do esporte para a corporeidade de crianças e adolescentes

Autores

  • Wagner Wey Moreira Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM

DOI:

https://doi.org/10.26843/v12.n1.2019.697.p192-202

Palavras-chave:

Corporeidade, Jogo e Esporte na Escola, Aprendizagem.

Resumo

Neste século, os temas motricidade, movimento, jogos e esportes continuam merecendo a atenção de educadores, especialmente quando associados à escola formal e destinados às crianças e aos adolescentes. Daí uma das razões do presente texto, destinado a demonstrar a importância da vivência de jogos e esportes para a incorporação do sentido e da atitude da corporeidade em alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental, contribuindo para uma educação mais prazerosa, lúdica, em que a aprendizagem não seja enfadonha, desmotivante, podendo os discentes exercerem sua capacidade de se movimentar, de estarem juntos para a busca da cidadania. Lutar para que professores na escola entendam e trabalhem a corporeidade do aluno é buscar uma educação de corpo inteiro, deixando de lado apenas o sentido de controlar e de disciplinar o corpo. Na escola, a corporeidade aprendente está vinculada à possibilidade de ensinar e defender valores atrelados ao aperfeiçoamento moral, ético, estético, técnico, crítico, na tentativa de deixar as relações dos homens mais humanas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wagner Wey Moreira, Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM

Possui graduação em Educação Física pela Universidade Metodista de Piracicaba (1973), graduação em Pedagogia Habilitação em Administração e Orientação Educacional pela Faculdade de Educação Osório Campos-RJ (1978), graduação em Pedagogia, Habilitação em Supervisão Escolar pela Faculdade de Educação Dom Bosco (1983), mestrado em Educação (Filosofia) pela Universidade Metodista de Piracicaba (1985), doutorado em Educação (Psicologia Educacional) pela Universidade Estadual de Campinas (1990) e Livre Docência pela Universidade Estadual de Campinas (1993). Foi um dos criadores da Faculdade de Educação Física da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP, exercendo aí as funções de Coordenador de Graduação e Diretor Adjunto, bem como professor dos cursos de Graduação, Mestrado e Doutorado dessa Faculdade. Foi professor Titular III da Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP, atuando nos cursos de graduação, mestrado e doutorado nas áreas da Educação e Educação Física, sendo ai Diretor de Faculdade e Coordenador de Mestrado. ? consultor ad hoc do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq, parecerista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES e membro de comissões editoriais de revistas científicas da área da Educação Física e Desporto e da Educação. Já orientou 75 dissertações de mestrado e 13 teses de doutorado defendidas e aprovadas. Publicou mais de uma dezena de livros, alguns já com elevado número de edições, dos quais se destacam: Educação Física e Esportes: perspectivas para o século XXI (Papirus); Coleção (4 livros) da Educação Física para a Educação Básica (Cortez); em companhia de Jorge Olímpio Bento - Homo Sportivus: o humano no homem (Casa da Educação Física).Tem experiência nas áreas da Educação e da Educação Física e Desporto, atuando principalmente nos seguintes temas: corporeidade, desporto, educação física escolar, formação profissional e pedagogia do movimento. Como base epistemológica, desenvolve trabalhos associando Educação, Educação Física e Desporto com a fenomenologia (em especial Merleau-Ponty) e com as teorias da complexidade (em especial Morin) . E líder do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Corporeidade e Pedagogia do Movimento - NUCORPO/CNPq. Atualmente é professor do Curso de Graduação e Mestrado em Educação Física e do Curso de Mestrado em Educação da Universidade Federal do Triangulo Mineiro ? UFTM. Exerce a função de Coordenador do Programa de Mestrado em Educação/UFTM. E Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq na área de Educação.

Referências

ABRAMOVICH, Fanny. O professor não duvida, duvida?. São Paulo: Editora Gente, 1998.

BENTO, Jorge Olímpio. Desporto: discurso e substância, Belo Horizonte: Instituto Casa da Educação Física / Campinas: Unicamp, 2013.

BENTO, Jorge Olímpio. Para onde caminha a educação? Qual é o ideal que a guia?, In: MOREIRA, Wagner Wey; NISTA-PICCOLO, Vilma Leni (Orgs) Educação Física e esporte no século XXI. Campinas: Papirus, 2016, p. 11-41.

FREIRE, João Batista. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da educação física, São Paulo: Scipione, 1989.

________. Jogo: entre o riso e o choro, Campinas: Papirus, 2002.

________, Ensinar esporte, ensinando a viver, Porto Alegre: Ed. Mediação, 2012.

________.Métodos de confinamento e engorda (como fazer render maisporcos, galinhas, crianças...). In: MOREIRA, Wagner Wey (Org.) Educação Física e esportes: perspectivas para o século XXI. Campinas: Papirus, 2013, p. 109-122.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 1974.

GALATTI, Larissa Rafaela; REVERDITO, Riller Silva; SCAGLIA, Alcides José; PAES, Roberto Rodrigues; SEGANE, Antonio Montero. Pedagogia do esporte: tensão na ciência e o ensino dos jogos esportivos coletivos. Revista da Educação Física da UEM, Maringá, v. 25, n. 1, p. 153-162, 2014.

GALLO, Silvio; ZEPPINI, Paola Sanfelice. ? O que pode um corpo?? ?: perspectivas filosóficas para a corporeidade. In: MOREIRA, Wagner Wey; NISTA-PICCOLO, Vilma Leni (Orgs.) Educação Física e esporte no século XXI. Campinas: Papirus, 2016, p. 107-131.

GOLIN, Carlo Henrique. O jogo: possibilidades pedagógicas em educação motora, In: GOLIN, Carlo Henrique; PACHECO NETO, Manuel; MOREIRA, Wagner Wey (Orgs.) Educação Física e motricidade: discutindo saberes e intervenções, Dourados: Siriema Editora Ltda, 2008, p. 25-48.

GRECO, Pablo Juan (Org.) Iniciação esportiva universal: metodologia da iniciação esportiva na escola e no clube, Belo Horizonte: UFMG, 1998.

KISHIMOTO, Tizuko Morachida. Jogo, brinquedo, brincadeira e educação, São Paulo: Cortez, 2010.

_______, Jogos infantis: o jogo, a criança e a educação, Petrópolis: Vozes, 2012.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

MOREIRA, Wagner Wey. Educação e desordem: um binômio a ser alcançado, Revista Impulso, Piracicaba, v.2, n. 3, 1988, p. 13-19.

________. Croniquetas: um retrato 3x4, Piracicaba: Unimep, 2013.

MOREIRA, Wagner Wey, PORTO, Eline Tereza Rosante; MANESCHY, Pedro Paulo Araújo; SIM? ES, Regina. Corporeidade aprendente: a complexidade do aprender viver. In: MOREIRA, Wagner Wey (Org.). Século XXI: a era do corpo ativo. Campinas: Papirus, 2006, p. 137-154.

MOREIRA, Wagner Wey; SIM? ES, Regina, Educação física, esporte e corporeidade: associação indispensável, in: MOREIRA, Wagner Wey; NISTA-PICCOLO, Vilma Leni (Orgs.) Educação física e esportes no século XXI, Campinas: Papirus, 2016, p. 133-149.

MORIN, Edgar. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1999.

OLIVEIRA, Vitor Marinho de (Org.). Fundamentos pedagógicos: educação física 2, Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1987.

PAES, Roberto Rodrigues. Educação Física escolar: o esporte como conteúdo pedagógico do ensino fundamental, Canoas: Ulbra, 2002.

SCAGLIA, Alcides José; REVERDITO, Riller Silva; GALATTI, Larissa Rafaela. Contribuição da pedagogia do esporte ao ensino do esporte na escola: tensões e reflexões metodológicas. In: MARINHO Alcyane; NASCIMENTO, Juarez Vieira; OLIVEIRA, Amauri A. Bassoli (Orgs) Legado dos esportes brasileiro, Florianópolis: Udesc, 2014, p. 45-86.

SCAGLIA, Alcides José; REVERDITO, Rilles Silva, Perspectivas pedagógicas do esporte no século XXI, in: MOREIRA, Wagner Wey; NISTA-PICCOLO, Vilma Leni (Orgs.) Educação física e esportes no século XXI, Campinas: Papirus, 2016, p. 43-72.

TROV? O DO ROSÁRIO, Alberto. A motricidade humana e a educação. In: S? RGIO, Manoel (Org.) O sentido e a acção. Lisboa: Instituto Piaget, 1999, p. 31-60.

Downloads

Publicado

2019-01-03

Como Citar

MOREIRA, W. W. Contribuições do jogo e do esporte para a corporeidade de crianças e adolescentes. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 12, n. 1, p. 192–202, 2019. DOI: 10.26843/v12.n1.2019.697.p192-202. Disponível em: https://publicacoes.unicid.edu.br/ambienteeducacao/article/view/697. Acesso em: 22 jun. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Temático: Corpo e Movimento na Educação Básica