PROBLEMATIZANDO A FORMA

Autores

  • Cristiane Lozer Piol Faculdades de Araracruz
  • Rita de Cássia Mitleg Kulnig

DOI:

https://doi.org/10.26843/v9.n1.2016.4.p23%20-%2038

Resumo

RESUMO

O presente trabalho tem como objetivo apresentar uma análise de alguns aspectos da formação inicial dos pedagogos em relação aos conhecimentos necessários à sua formação como alfabetizadores. Para tanto, elegeu-se como objeto de estudo um curso de graduação em Pedagogia situado no interior do Espírito Santo. Buscou-se identificar as percepções que tanto profissionais que atuam no curso quanto egressos e alunos têm a respeito do enfoque/preparação de professores alfabetizadores. Utilizou-se para a coleta e produção dos dados entrevistas semiestruturadas, análise de documentos e observações participantes. Foram sujeitos desta pesquisa 03 profissionais que atuam no curso, 02 profissionais egressos do curso e 02 alunos em fase de conclusão. A análise dos dados aponta que, apesar do curso em questão oferecer uma grande contribuição para a formação do pedagogo em diversos aspectos, ainda existem lacunas em relação à formação do alfabetizador que precisam ser preenchidas, principalmente no que diz respeito a um aprofundamento maior sobre o objeto a ser ensinado: a língua escrita bem como sobre o processo de apropriação da linguagem escrita pelo sujeito que aprende: a criança. Conclui-se que, apesar da complexidade que é formar, em um curso de 3 anos e meio, um profissional que esteja habilitado para atuar na docência da Educação Infantil, dos anos iniciais do Ensino Fundamental e da Educação de Jovens e Adultos, considerando as especificidades de cada segmento/modalidade, bem como de atuar na gestão tanto escolar quanto educacional, há a necessidade de se rever a proposta curricular do curso, no sentido de se priorizar algumas áreas do conhecimento essenciais ao alfabetizador, considerando todo o contexto social no qual estamos inseridos.

Palavras-chave: Pedagogo;Formação inicial;Alfabetização.

PROBLEMATIZING LITERACY TEACHERS FORMATION FROM THE ANALISYS OF GIVEN ASPECTS IN AN EDUCATION COURSE 

ABSTRACT

This paper aims to show an analysis of some aspects of the initial formation of pedagogues as far as their needed knowledge requests are concerned for their formation as literacy teachers. Therefore, a graduation course in Education located in the interior of the Espírito Santo has been chosen the study object. One searched to identify the perception of both professionals who work in this course and graduated students have about the focus/preparation of the literacy teachers. For the data collection and production one used semi-structured interviews, document analysis and attendants observations. Subjects of this survey were 3 professionals who work in the course and 2 students close to the end of their graduation. Data analysis shows that, in spite to the fact that the course offers a significant contribution to the teachers formation in several aspects, there are still gaps in terms of their formation as literacy teachers that must be addressed, mainly in terms of a more in depth approach on the object to be taught: written language, as well as on the process of written language appropriation by the learning subject: the child. One conclude that, in spite of the complexity to form in a 3.5 years course a skilled professional to work as a teacher at the Kindergarten/Elementary School as well as young adults and adults education, bearing in mind the different specifies of each segment/modality, as well as to work in both school and educational managerial activities, there is a need to review the curricular proposal of the course, in order to prioritize some knowledge areas critical to the literacy teachers, considering the entire social context in which we are part of.

Key words: Teacher; Initial Formation;Literacy.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL. CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO ECON? MICO E SOCIAL. As desigualdades na escolarização no Brasil: relatório de observação n° 5. Brasília: Presidência da República, Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social ? CDES, 2014. Disponível em: Acesso em: 24 jun. 2014. ______. MINIST? RIO DA EDUCA? ? O. Congresso. Resolução nº01 de 15 de maio de 2006. Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de Pedagogia. Dispositivos Constitucionais. Brasília: MEC, 2006. ______. MINIST? RIO DO PLANEJAMENTO, OR? AMENTO E GEST? O. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Síntese dos indicadores sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2013. CAGLIARI, L. C. Alfabetização e linguística. São Paulo: Scipione, 2009. ______. Alfabetizando sem o bá-bé-bi-bo- -bu. São Paulo: Scipione, 1999. FERREIRO, E. ; TEBEROSKY, A. Psicogênese da língua escrita. Porto Alegre: Artes Médicas, 1986. FREIRE, P. Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo: UNESP, 2001. GAUTHIER, P. Por uma teoria da Pedagogia: pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. Rio Grande do Sul: INIJUI, 1998. GONTIJO, C. M. M. A escrita infantil. São Paulo: Cortez, 2008. KLEIMAN, A. B. Oficina de leitura: teoria e prática. Campinas - SP: Pontes, 1992. KLEIN, M. V. M. A importância da lingüística na formação do professor alfabetizador. Revista Eletrônica FEATI, v. 2, p. 1-11, 2004. Disponível em . Acesso em: 24 jun. 2014. L? DKE, M. ; ANDR? , M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: E.P.U, 1986. MOURA, J. G. de ; ROSSI, M. A. L. O curso de pedagogia em Goiás e a formação do professor alfabetizador. Horizontes (EDUSF), v. 30, p. 47-55, 2012. O QUE querem os professores?. Reportagem especial sobre formação inicial. Jornal da Educação. Nova Escola. Reportagem, 7? 33? ? , 26 set. 2014. Disponível em , . Acesso em: 30 out. 2014. PIMENTA, S. G. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In: PIMENTA, S. G. (org). Saberes pedagógicos e atividade docente. São Paulo: Cortez, 1999. ROMANOWSKI, J. P. Formação e profissionalização docente. Curitiba-Pr: IBPEX, 2007. SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. 8 ed. Campinas: Autores Associados, 2003. SOARES, M. Alfabetização e letramento. São Paulo: Contexto, 2005. ______. Letramento e alfabetização: as muitas facetas. Revista Brasileira de Educação. São Paulo. N° 25, p. 5-17, Jan/abr., 2004. ______. Simplificar sem falsificar. Guia da alfabetização: os caminhos para ensinar a língua escrita. São Paulo: Segmento, n 1, p. 6-11, 2010. (Entrevista).

Downloads

Publicado

2016-01-01

Como Citar

PIOL, C. L.; KULNIG, R. de C. M. PROBLEMATIZANDO A FORMA. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 9, n. 1, p. 23–38, 2016. DOI: 10.26843/v9.n1.2016.4.p23 - 38. Disponível em: https://publicacoes.unicid.edu.br/ambienteeducacao/article/view/4. Acesso em: 24 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos