“A tradição faz parte do distrito, agora está fazendo parte da escola”: a articulação entre cultura popular e educação escolar na comunidade rural de Morro Vermelho

Roberta Vasconcelos Leite, Miguel Mahfoud

Resumo

Resumo

Como contribuição para o debate sobre as articulações entre educação escolar e cultura popular, investiga-se como a escola da comunidade rural tradicional de Morro Vermelho (Caeté – MG) se insere na dinâmica de manutenção das tradições locais. Entrevistas semiestruturadas, realizadas em trabalho de campo com três sujeitos intencionalmente selecionados, foram analisadas fenomenologicamente. A iniciativa escolar caracteriza-se como empenho para que todos os alunos conheçam e deem continuidade à cultura local, ou seja, que apreendam significados, participem livremente, confrontem propostas e deem juízos, identifiquem-se. Os membros da comunidade investem no relacionamento com a escola por reconhecerem sua sintonia com o esforço coletivo que, há séculos, preserva tradições. A inserção dos alunos em manifestações tradicionais de caráter religioso, posição polêmica na educação formal, é problematizada e justi ficada pelo reconhecimento da tradição como fonte da identidade cultural e união comunitária. Conclui-se que a vitalidade da interação entre escola e comunidade em Morro Vermelho fundamenta-se em intensa vivência cultural, que envolve articulação complexa entre afirmação de valor e abertura, defesa das tradições e centralidade da pessoa.

Palavras-chave: Educação escolar e cultura popular; Psicologia e cultura; Fenomenologia.

“The tradition is part of the district, now is turning into a part of the school”: the articulation between popular culture and school education in the rural community of Morro Vermelho

Abstract

As a contribution for the debate about the articulation between school education and popular culture, this paper investigates how the school of Morro Vermelho (Caeté – MG), a rural and traditional community, gets into the dynamics of maintaining local traditions. Half-structured interviews, made in a fieldwork with three subjects intentionally selected, were analyzed phenomenologically. The school initiative is characterized by the commitment to make all students know and continue the local culture, i.e. learn meanings, participate with freedom, compare proposals and make judgments, and identify themselves. The members of the community invest on the relationship with the school because they recognize its connection with the collective effort, which has preserved traditions for centuries. The insertion of students in the traditional religious manifestations – a polemical position in formal education – is problematized and justified through the acknowledgement of the tradition as a source for community identity and union. It is concluded that the vitality of the interaction between the school and the community of Morro Vermelho is based on intense cultural experience, which involves complex articulation between value affirmation and openness, tradition defense and individual centrality.

Key words: School education and popular culture; Psychology and culture; Phenomenology.

Palavras-chave

Educação escolar e cultura popular; psicologia e cultura; fenomenologia

Texto completo:

PDF

Referências

ALES BELLO, A. Culturas e religiões: uma leitura fenomenológica. Tradução A. Angonese. Bauru: Edusc, 1998. 204 p.

______. Fenomenologia e ciências humanas: psicologia, história e religião. Tradução M. Mahfoud e M. Massimi. Bauru: Edusc, 2004. 329p.

ALVES, A. P.; MAHFOUD, M. Cultura popular e cultura escolar em Morro Vermelho. In: CONGRESSO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES, 5, 2001, Ouro Preto. Anais... Ouro Preto: UFOP, 2001. Disponível em: . Acesso em: 17 out. 2007.

ARAÚJO, R. A.; MAHFOUD, M. A Devoção a Nossa Senhora de Nazareth a partir da Elaboração da Experiência Ontológica de Moradores de uma Comunidade Tradicional. Memorandum, n. 6, abr. 2004. Disponível em: . Acesso em: 12 dez. 2007.

AUGRAS, M. Psicologia e Cultura: alteridade e dominação. Rio de Janeiro: Nau, 1995. 180 p.

BOSI, E. Cultura de Massa e Cultura Popular: leituras de operárias. 10. ed. Petrópolis: Vozes, 2000. 240 p.

COSTA, A. F. S; MAHFOUD, M. História, tradição e memória: construção de conhecimento em Morro Vermelho. In: CONGRESSO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES, V, 2001, Ouro Preto. Anais... Ouro Preto: UFOP, 2001. Disponível em:

anais/CMS/cms1606.htm>. Acesso em: 17 out. 2007.

DAYRELL, J. A Escola como espaço sociocultural. In: DAYRELL, J. (Org.). Múltiplos olhares sobre a educação e cultura. Belo Horizonte: UFMG, 1996. p. 136-161.

DI MARTINO, C. L’incontro e l’emergenza dell’umano. In: PRADES, J. (Org.). All’origine della diversità: le sfide del muticulturalismo. Prefácio A. Scola. Milano: Guerini, 2008. p. 85-103.

FORQUIN, J. C. Escola e Cultura: as bases sociais e epistemológicas do conhecimento escolar. Trad. G. L. Louro. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993. 205 p

GIUSSANI, L. Educar é um risco. Tradução N. Oliveira. São Paulo: EDUSC, 2004. 220 p.

GIUSSANI, L. Fatores fundamentais do fenômeno educativo. In: OLIVEIRA, N.; CAPITANIO, G.

(Org.). Vida e trabalho: o risco de educar. Belo Horizonte: AVSI, 2008. p. 23-37. Disponível em:

www.avsi.org/documenti/VidaETrabalho.pdf>. Acesso em: 08 set. 2009.

GIUSSANI, L. O senso religioso. Tradução P. A. Oliveira. Brasília: Universa, 2009. 234 p.

HUSSERL, E. A crise das ciências européias e a fenomenologia transcendental: uma introdução à filosofia fenomenológica.

Tradução D. F. Ferrer. Lisboa: Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa, 2008. 559 p.

______. Idéias para uma fenomenologia pura e para uma filosofia fenomenológica. Tradução M. Suzuki. Aparecida: Idéias e Letras, 2006a. 384 p.

______. Renovação como problema ético-individual. In: HUSSERL, E. Europa: crise e renovação. Trad. P. M. S. Alves e C. A. Morujão. Lisboa: Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa, 2006b. p. 39-62.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA [IBGE]. Censo Demográfico 2000: resultados do universo. Rio de Janeiro: Autor, 2002. Disponível em:

estatistica/populacao/censo2000/default.shtm>. Acesso em: 08 set. 2009.

LEITE, R. V.; MAHFOUD, M. Cuidar da educação, da cultura e de si: horizontes de uma experiência de resgate da cultura popular na escola. Revista Brasileira de Crescimento e Desenvolvimento Humano, n. 17, v. 2, ago. 2007a. Disponível em:

elng=ptenrm=iso>. Acesso em: 25 out. 2007.

______. Memória coletiva, cultura e educação: horizontes de uma experiência de resgate da cultura popular na escola. In: SEMINÁRIO MEMÓRIA, CIÊNCIA E ARTE, V, 2007, Campinas. Anais... Campinas: CMU, 2007b. Disponível em:

Vasconcelos Leite e Miguel Mahfoud - completo.pdf >. Acesso em: 11 nov. 2007.

______. O encontro entre cultura popular e cultura escolar a partir das elaborações de professores de uma comunidade tradicional. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA E ESTUDOS QUALITATIVOS, 3, 2006, São Bernardo do Campo. Anais... São Paulo: Sipeq, 2006. Disponível em:

org.br/IIIsipeq/anais/pdfs/pmchf2.pdf >. Acesso em: 2 ago. 2007.

MAHFOUD, M. Emoções e imagens sagradas em festa popular brasileira de origem barroca. In: MASSIMI, M.; SILVA, P. J. C. (Org.). Os olhos vêem pelo coração: conhecimento psicológico das paixões na história da cultura brasileira dos séculos XVI a XVII. Ribeirão Preto: Hollos, 2001a. p. 108-121.

______. Empenhado na Mudança do Milênio: identidade, história e profecia em uma comunidade rural tradicional. Memorandum, n. 1, out. 2001b. Disponível em:

br/~memorandum/artigos01/mahfoud01.htm>. Acesso em: 12 jan. 2007.

MAHFOUD, M. Encomendação das almas: mistério e mundo da vida em uma tradicional comunidade rural mineira. In: MASSIMI, M.; MAHFOUD, M. (Org.). Diante do mistério: psicologia e senso religioso. São Paulo: Loyola. p. 57-67.

______. Nossa Senhora de Nazaré em Morro Vermelho: memória coletiva e história. Convergência Lusíada, n. 19, p. 333-349, 2002.

______. Percorrendo as distâncias: memória e história. In: HOFFMANN, A.; BUENO, J. L. O.; MAS In: HOFFMANN, A.; BUENO, J. L. O.; MASSIMI, M. (Org.). Percorrer distâncias: um desafio para a razão humana. São Paulo: Companhia Ilimitada, 2001c. p. 53-64.

MAHFOUD, M.; MASSIMI, M. Cultural Dynamics in a brazilian commutinty: representation and reelaboration of Meaning in Morro Vermelho. In: BASTOS, A. C. S.; RABINOVICH, E. P. (Org.). Living

in Poverty: Developmental Poetics of Cultural Realities. Introd. J. Valsiner. Charlotte: Information Age Publishing, 2009. p. 49-67.

MAHFOUD, M.; MASSIMI, M. Música, corpo sensível e corpo social no barroco brasileiro. Memorandum, n. 12, p. 61-74, 2007. Disponível em:

mahfoudmassimi01.htm>. Acesso em: 8 out. 2009.

MAHFOUD, M.; Ribeiro, S. M. Experiência religiosa e enraizamento social: festa e devoção de emigrados em visita à comunidade rural de origem. Videtur, n. 6, v. 1, p. 65-72, 1999.

MARQUES, A. Passagens por “O Morro Vermelho”. Belo Horizonte: Littera Maciel, 1984. 59 p.

MASSIMI, M. Psicologia e cultura na perspectiva histórica. Temas em Psicologia, n. 14, v. 2, p. 177-187, 2006. Disponível em: . Acesso em 8 set. 2008.

NUNES, C. (Des)encantos da modernidade pedagógica. In: LOPES, E. M. T. V.; FARIA FILHO, L. M.;

VEIGA, C. G. (Org.). 500 anos de educação no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2000. p. 371-398.

RIBEIRO, A. C. F.; Mahfoud, M. A importância da tradicional Festa do Senhor dos Passos Pequenos para o compartilhamento de significados no mundo-da-vida de uma comunidade rural [resumo]. In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE PSICOLOGIA, XXXV, 2005, Curitiba. Anais… Ribeirão Preto: SBP, 2005. [CD].

SIMÕES, D. Currículo e escola viva. Escola Viva, n. 1, p. 10-16, 2007.

SODRÉ, O. Monges em Diálogo a Caminho do Absoluto: estudo psicossocial do diálogo inter-religioso monástico. 2005. 423f. Tese (Doutorado em Psicologia Clínica)–Programa de Pós-Graduação em

Psicologia Clínica, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2005.

STEIN, E. Contribuciones a la fundamentación filosófica de la psicología y de las ciencias del espíritu. In: STEIN, E. Obras completas. v. II: Escritos filosóficos (Etapa fenomenológica). Tradução F. J. Sancho e col. Burgos: Monte Carmelo, 2005. p. 207-520.

______. Estructura de la persona humana. In: STEIN, E. Obras completas. v. IV: Escritos antropológicos y pedagógicos. Tradução F. J. Sancho e col. Vitoria: El Carmen, 2003a. p. 555-749.

______. In: STEIN, E. Obras completas. v. IV: Escritos antropológicos y pedagógicos. Tradução F. J. Sancho e col. Vitoria: El Carmen, 2003b. p. 127-148.

VAN DER LEEUW, G. Fenomenología de la religion. Tradução E. Peña. México: Fondo de Cultura Económica, 1964. 687 p.


Visualizações do PDF:

52 views


Visualizações do Resumo:

351 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
-->
Tema: Mpg. Customizado por: Articloud