Protagonismo e adesão a valores morais na escola

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26843/ae.v15i00.1183

Palavras-chave:

Valores morais, Bullying, Sistemas de apoio entre iguais

Resumo

Esta pesquisa teve como objetivos comparar o modo de adesão aos valores morais respeito, justiça e solidariedade entre três grupos de jovens engajados ou não em Equipes de Ajuda (HTs) em suas escolas; verificar se a adesão ao respeito em situações hipotéticas de bullying está mais relacionada à adesão a justiça ou a solidariedade; e analisar diferenças nas respostas em relação ao gênero. Na pesquisa de abordagem quanti-qualitativa, participaram da amostra 2.513 adolescentes de escolas particulares paulistas. O instrumento utilizado foi um questionário com perguntas fechadas. Os dados apontam que meninas apresentam maior de adesão a todos os valores. A adesão ao respeito está mais relacionada à solidariedade que à justiça; os grupos formados pelos adolescentes das HTs apresentam modo de adesão mais evoluído e em escolas com HTs a adesão aos valores morais é maior entre adolescentes em relação aos grupos que não possuem em sua escola esta forma de protagonismo. É necessário compreender a adesão aos valores morais e apresentar uma estratégia eficaz de fomentá-los nos jovens que atuam de maneira protagonista na convivência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sanderli Aparecida Bicudo Bomfim, Universidade Estadual Paulista (UNESP/FCLAr), Araraquara – SP – Brasil

Doutoranda em Educação Escolar.

Luciene Regina Paulino Tognetta, Universidade Estadual Paulista (UNESP/FCLAr), Araraquara – SP – Brasil

Professora Doutora do Departamento de Psicologia da Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar. Líder do GEPEM – Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Moral. Doutorado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano (USP).

Referências

AVILÉS MARTÍNEZ, J. M. Bullying: El maltrato entre iguales. Agresores, víctimas y testigos en la escuela. Salamanca: Amarú, 2006a.

AVILÉS MARTÍNEZ, J. M. Diferencias de atribuición causal en el bullying entre sus protagonistas. Revista Electrónica de Investigación Psicoeducativa, v. 4, n. 2, p. 201-220, set. 2006b. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/2931/293122821004.pdf. Acesso em: 18 jun. 2022.

AVILÉS MARTINEZ, J. M. Prevención del Maltrato entre Iguales Através de la Educación Moral. Revista de Investigación en Psicología, v. 15, n. 1, p. 17-31, 2012. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=8176389. Acesso em: 15 abr. 2022.

AVILÉS MARTÍNEZ, J. M. Bullying: Guia para educadores. Tradução: J. Guillermo MIlán-Ramos. Revisão Técnica: Luciene Regina paulino Tognetta. Campinas, SP: Mercado de letras, 2013.

AVILÉS MARTÍNEZ, J. M. (coord.). Os Sistemas de Apoio entre Iguais na escola: Das equipes de ajuda à cybermentoria. Tradução: Vinicius Pessoa. 1. ed. Americana: Adonis, 2018.

AVILÉS MARTÍNEZ, J. M.; TORRES VICENTE, N.; VIAN BARÓN, M. Equipos de Ayuda, Maltrato entre Iguales y Convivencia Escolar. Revista Electrónica de Investigación Psicoeducativa, v. 6, n. 3, p. 863-886, dez. 2008. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/2931/293121916015.pdf. Acesso em: 11 abr. 2022.

BOMFIM, S. A. B. Respeito, justiça e solidariedade no coração de quem ajuda: Valores morais e protagonismo entre alunos para combater o bullying. 2019. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita, Araraquara, São Paulo, 2019.

BRADSHAW, C. P. et al. Uma Perspectiva de desorganização social sobre atitudes e comportamentos relacionados ao Bullying: A Influência do contexto escolar. American Journal of Community Psychology, n. 43, p. 204-220, mar. 2009. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007/s10464-009-9240-1. Acesso em: 05 fev. 2022.

COMTE-SPONVILLE, A. Pequeno tratado das grandes virtudes. São Paulo: Martins Fontes, 1995.

CORTINA, A. cidadãos do mundo, para uma teoria da cidadania. São Paulo: Edições Loyola, 2005.

COWIE, H. et al. Use of and attitudes towards peer support: A 2-year follow-up to the Prince's Trust survey. Journal of Adolescence, v. 25, n. 5, p. 453-467, out. 2002. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0140197102904987. Acesso em: 08 abr. 2022.

COWIE, H. Ignorando ou aguardando: Questões de gênero ao lidar com o bullying nas escolas de inglês. Aggressive Behavior, n. 26, p. 85-97, 2000. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1002/(SICI)1098-2337(2000)26:1%3C85::AID-AB7%3E3.0.CO;2-5. Acesso em: 18 fev. 2022.

COWIE, H. The immediate and long-term effects of bullying. In: RIVERS, I.; DUCAN, N. (eds.). Bullying: Experiences and Discourses of Sexuality and Gender. London: Routledge, 2012.

COWIE, H.; FERNÁNDEZ, F. J. Ayuda entre iguales en las escuelas: Desarrollo y retos. Revista Electrónica de Investigación Psicoeducativa, v. 4, n. 9, p. 291-310, set. 2006. Disponível em: https://ojs.ual.es/ojs/index.php/EJREP/article/view/1193. Acesso em: 07 fev. 2022.

COWIE, H.; HUTSON, N. Peer support: A strategy to help bystanders challenge school bullying. Pastoral care in Education, v. 23, n. 2, p. 40-44, 2005. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1111/j.0264-3944.2005.00331.x. Acesso em: 08 jan. 2022.

COWIE, H.; SHARP, S. Peer counselling in schools. London: David Fulton Publishers, 1996.

COWIE, H.; SMITH, P. K. Peer support as a means of improving school safety and reducing bullying and violence. In: DOLL, B.; CHARVAT, J.; BAKER, J.; STONER, G. (eds.). Handbook of Prevention Research. New Jersey: Lawrence Erlbaum, 2010.

COWIE, H.; WALLACE, P. Peer Suport in Action. Londres: Sage Publications, 2000.

DE VRIES, R.; ZAN, B. Uma abordagem construtivista do papel da atmosfera sociomoral na promoção do desenvolvimento das crianças. In: FOSNOT, C. T. (org.). Construtivismo: Teoria, perspectivas e prática pedagógica. Porto Alegre, RS: Artmed, 1997.

DEL BARRIO, C. et al. Representações acerca do maltrato entre iguais, atribuições emocionais e percepção de estratégias de câmbio a partir de um instrumento narrativo: SCAN-Bullying. Infancia y Aprendizaje, v. 26, p. 63-78, jan. 2003. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1174/02103700360536437. Acesso em: 23 jun. 2022.

DEL BARRIO, C. et al. Maltrato por abuso de poder entre escolares, ¿de qué estamos hablando? Revista Pediatría de Atención Primaria, v. 7, n. 25, p. 75-100, jan./mar. 2005. Disponível em: https://pap.es/files/1116-411-pdf/424.pdf. Acesso em: 09 fev. 2022.

EISENBERG, N.; MILLER, P. Empathy, sympathy, and altruism empirical and conceptual links. In: EISENBERG, N.; STRAYER, J. (eds.). Empathy and its development. New York: Cambrigde University Press, 1987.

EISENBERG, N.; MUSSEN, P. The roots of prosocial behavior in children. Cambridge: Cambridge University Press, 1989.

FANTE, C. Fenômeno Bullying: Como prevenir a violência na escola e educar para paz. Campinas, SP: Versus Editora, 2005.

FODRA, S. M.; SOUZA, M. P. R. Convivência escolar como política pública no estado de São Paulo. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 26, n. esp. 3, e022092, jul. 2022. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/16952. Acesso em: 21 ago. 2022.

GILLIGAN. C. Uma voz diferente. Rio de Janeiro: Editora Rosa dos Tempos, 1982.

GINI, G.; POZZOLI, T.; HAUSER, M. Os agressores têm maior competência moral para julgar em relação às vítimas, mas carecem de compaixão moral. Personality and Individual Differences, v. 50, n. 5, p. 603-608, abr. 2010. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0191886910005866. Acesso em: 15 jul. 2022.

GOERGEN, P. Educação moral hoje: Cenários, perspectivas e perplexidades. Educação e Sociedade, Campinas, v. 28, n. 100, p. 737-762, out. 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/T5FzhC7c9fDQynkkLXzYCTH/abstract/?lang=pt. Acesso em: 12 jul. 2020.

KNOENER, D. F.; SANTOS, N. C. P.; DUARTE, L. M. A promoção da convivência ética e a prevenção da violência na escola: Considerações sobre a formação docente. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 26, n. esp. 3, e022094, jul. 2022. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/16954. Acesso em: 25 ago. 2022.

KUHNEN, T. A. A ética do cuidado como teoria feminista. In: SIMPÓSIO GÊNERO E POLÍTICAS PÚBLICAS, 3., 2014, Londrina. Anais [...]. Londrina, PR: Universidade Estadual de Londrina.

LA TAILLE, Y. A importância da generosidade no início da gênese da moralidade na criança. Psicol. Reflex. Crit., Porto Alegre, v. 19, n. 1, p. 9-17, 2006a. Disponível em: https://www.scielo.br/j/prc/a/6gBDyv6Lnnw4ZyPrfX3rhcR/abstract/?lang=pt. Acesso em: 15 jan. 2022.

LA TAILLE, Y. Moral e ética: Dimensões intelectuais e afetivas. Porto Alegre: ArtMed, 2006b.

LIPOVETSKY, G. O crepúsculo do dever: A ética indolor dos novos tempos democráticos. Tradução: Fátima Gaspar e Carlos Gaspar. Lisboa: Dom Quixote, 1994.

LOUKAS, A.; MURPHY, J. K. Percepções dos alunos do ensino médio sobre o clima escolar: Examinando as funções de proteção em problemas de ajuste subsequentes. Revista de Psicologia Escolar, v. 45, n. 3, p. 293-309, jun. 2007. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0022440506000896. Acesso em: 21 jan. 2022.

MARQUES, C. A. E.; TAVARES, M. R.; MENIN, M. S. S. Valores sociomorais. In: TOGNETTA, L. R. P.; MENIN, M. S. S. (org.). Coleção Valores sociomoais: Reflexões para a educação. Americana, SP: Adonis, 2017.

MENIN, M. S. S. Desenvolvimento moral: Refletindo com pais e professores. In: MACEDO, L. (org.). Cinco estudos de educação moral. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1996.

NAYLOR, P.; COWIE, H. A eficácia dos sistemas de apoio de pares para desafiar o bullying escolar: As perspectivas e experiências de professores e alunos. Jornal da Adolescência, v. 22, n. 4, p. 467-479, ago. 1999. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0140197199902415. Acesso em: 25 fev. 2022.

OLWEUS, D. Bullying at school: What we know and what we can do. Oxford: Blackwell, 1993.

PIAGET, J. Las relaciones entre la inteligência y la afectividad em el desarrollo mental del nino. In: DELAHANTY, G. P. (org.). Piaget y el psicoanalisis. Mexico: Universidade Autônoma Metropolitana, 1952/1994.

PIAGET, J. O Juizo Moral na Criança. 3. ed. São Paulo: Summus, 1932-1994.

RAWLS, J. Uma teoria da justiça. Tradução: Almiro Pisetta e Lenita Maria Rímoli Esteves. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

RUDIO, F. V. Introdução ao projeto de pesquisa científica. Petrópolis, RJ: Vozes, 1999.

SALMIVALLI, C. Bullying e o grupo de pares: Uma revisão. Aggression and Violent Behavior, v. 15, n. 2, p. 112- 120, mar./abr. 2010. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S1359178909001050. Acesso em: 15 jan. 2022.

SALMIVALLI, C.; PEETS, K. Bullying na escola: Um fenômeno de grupo. Agresividad Injustificada, p. 81-101, jan. 2010. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=3198798. Acesso em: 23 jan. 2022.

THAPA, A. et al. School Climate Research Summary: August 2012. School Climate Brief, n. 3. National School Climate Center, New York, NY., 2012. Disponível em: www. schoolclimate.org/climate/research.php. Acesso em: 03 jul. 2018

TOGNETTA, L. R. P. A Construção da solidariedade e a educação do sentimento na escola. Campinas, SP: Editora Mercado de Letras/Fapesp, 2003.

TOGNETTA, L. R. P. A história da menina e do medo da menina. 1. ed. Americana: Adonis, 2010.

TOGNETTA, L. R. P. Um olhar sobre o bullying escolar e sua superação: Contribuições da Psicologia Moral. In: TOGNETTA, L. R. P.; VINHA, T. P. Conflitos na instituição educativa: Perigo ou oportunidade? Contribuições da Psicologia. Campinas, SP: Editora Mercado de Letras, 2011.

TOGNETTA, L. R. P. A temática da convivência ética em contextos escolares. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 26, n. esp. 3, e022089, jun. 2022. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/16949. Acesso em: 17 ago. 2022.

TOGNETTA, L. R. P. et al. Bullying e cyberbullying: Quando os valores morais nos faltam e a convivência se estremece. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 12, n. 3, p. 1880-1900, jul./set. 2017. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/10036. Acesso em: 30 out. 2022.

TOGNETTA, L. R. P.; AVILÉS MARTÍNEZ, J. M. A.; ROSÁRIO, P. J. S. L. F. Bullying, um problema moral: Representaciones de sí mismo y desconexiones morales. Revista Educación, n. 373, p. 9-34, jul./set. 2016. Disponível em: https://redined.educacion.gob.es/xmlui/handle/11162/119742. Acesso em: 15 fev. 2022.

TOGNETTA, L. R. P.; MENIN, M. S. S. (org.). Reflexões para a Educação. 1. ed. Americana, SP: Adonis, 2017.

TOGNETTA, L. R. P.; OLIVEIRA, V. H. H.; BOMFIM, S. A. B. Adesão à valores morais entre envolvidos em situações de bullying. Tópicos Educacionais, v. 27, n. 1, p. 98-119, jun. 2021. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/topicoseducacionais/article/view/250284. Acesso em: 02 nov. 2022.

TOGNETTA, L. R. P.; VINHA, T. P. Até quando? Bullying na escola que prega a inclusão social. Educação. Revista do Centro de Educação, v. 35, n. 3, p. 449-463, set./dez. 2010. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/2354. Acesso em: 23 jun. 2022.

VALE, L. G. Desenvolvimento moral: A generosidade sob a ótica de crianças e adolescentes. 2006. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Espírito Santo, Vitoria, 2006.

VALE, L. G.; ALENCAR, H. M. A generosidade em contraposição à obediência e à autoridade: Juízos morais de crianças e adolescentes. In: ROSSETTI, C. B.; ORTEGA, A. C. (org.). Cognição, afetividade e moralidade: Estudos a partir do referencial teórico de Jean Piaget. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2012.

VINHA, T. P. O educador e a moralidade infantil: Uma visão construtivista. Campinas, SP: Mercado das Letras, Fapesp, 2000.

Publicado

2022-12-22

Como Citar

Bomfim, S. A. B., & Tognetta, L. R. P. (2022). Protagonismo e adesão a valores morais na escola. Revista @mbienteeducação, 15(00), e022016. https://doi.org/10.26843/ae.v15i00.1183

Edição

Seção

Artigos Científicos