Análise da implementação do subprojeto matemática do Programa Residência da UFOP

Contextos, ações e desafios

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26843/ae.v15i00.1158

Palavras-chave:

Programa Residência Pedagógica, Formação inicial de professores, Licenciatura em Matemática

Resumo

O objetivo da pesquisa foi investigar as ações de implementação do subprojeto Matemática do PRP/UFOP ao longo do primeiro módulo. Inicialmente realizamos um estudo sobre a noção de Residência Pedagógica bem como de projetos que foram propostos com essa perspectiva. Para compor a experiência do desenvolvimento das atividades do subprojeto da Matemática, analisamos os relatórios mensais de um dos residentes que, para manter o anonimato, o denominamos “Residente A”. Desse modo, foram analisados 5 relatórios do Residente A buscando identificar as ações que foram realizadas. A análise dos relatórios apresentou como resultados que as ações desenvolvidas foram as que se mostraram possíveis e que, na medida do possível, propiciassem momentos de aprendizagem para os alunos da Educação Básica. Além disso, no que tange às atividades de regência remota, entende-se que o uso de mídias digitais possui um enorme potencial de dinamizar o conhecimento e proporcionar maior eficiência às práticas educacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Guilherme Oliveira de Souza, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Ouro Preto – MG – Brasil

Departamento de Educação Matemática. Licenciado em Matemática.

Douglas da Silva Tinti, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Ouro Preto – MG – Brasil

Professor do Departamento de Educação Matemática. Doutor em Educação Matemática.

Referências

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Investigação Qualitativa em Educação: Uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Porto Editora, 1994.

BRASIL. Portaria n. 38, de 28 de fevereiro de 2018. Regulamenta o Programa de Residência Pedagógica. Brasília, DF: CAPES, 2018. Disponível em: https://www.gov.br/capes/pt-br/centrais-de-conteudo/28022018-portaria-n-38-institui-rp-pdf. Acesso em: 14 set. 2022.

BRASIL. Portaria n. 82, de 26 de abril de 2020. Regulamenta o Programa de Residência Pedagógica. Brasília, DF: CAPES, 2020. Disponível em: https://www.gov.br/capes/pt-br/centrais-de-conteudo/documentos/diretoria-de-educacao-basica/28042022_Portaria_1691648_SEI_CAPES___1689649___Portaria_GAB_82.pdf. Acesso em: 14 set. 2022.

FARIA, R. W. S. C. et al. Estágio curricular supervisionado de Matemática no contexto da pandemia da Covid-19. Pesquisa e Ensino, Barreiras, v. 2, n. 2, p. 1-27, mar. 2021. Disponível em: https://revistas.ufob.edu.br/index.php/pqe/article/view/772. Acesso em: 09 jan. 2022.

GONÇALVES, N. K. R.; AVELINO, W. F. Estágio supervisionado em educação no contexto da pandemia da COVID-19. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 4, n. 10, p. 41–53, 2020. DOI: 10.5281/zenodo.4022983. Disponível em: https://revista.ioles.com.br/boca/index.php/revista/article/view/47. Acesso em: 10 jan. 2022.

MONTEIRO. A.; SENICATO, R. B. Educação (matemática) em tempos de pandemia: Efeitos e resistências. Revista Latinoamericana de Etnomatemática, v. 13, n. 1, p. 317-333, jan./dez. 2020. Disponível em: https://www.revista.etnomatematica.org/index.php/RevLatEm/article/view/607. Acesso em: 12 jan. 2022.

NÓVOA, A. Devolver a formação de professores aos professores. Cadernos de Pesquisa em Educação, Vitória, v. 18, n. 35, p. 11-22, jan./jun. 2012. DOI: 10.22535/cpe.v35i1.4927. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/educacao/article/view/4927. Acesso em: 10 jan. 2022.

PONTE, P. J. A vertente profissional da formação inicial de professores de matemática. Educação Matemática em Revista, n. 11A, p. 3-8, 2002. Disponível em: https://docplayer.com.br/58670681-A-vertente-profissional-da-formacao-inicial-de-professores-de-matematica-i.html. Acesso em: 10 jan. 2022.

ROLIM, L. et al. Trabalho docente e o “Ensino Remoto” no contexto da pandemia COVID-19: Um registro de experiência de estágio supervisionado. Revista Eletrônica Arma da Crítica, Fortaleza, v. 10, n. 14, p. 221-231, dez. 2020. Disponível em: https://repositorio.ufc.br/handle/riufc/61825. Acesso em: 06 fev. 2022.

THIOLLENT, M. Metodologia da Pesquisa-ação. São Paulo: Cortez, 2021.

TINTI, D. S.; MANRIQUE, A. L. Mapeamento da abrangência do PIBID em território nacional. In: ENCONTRO DE PRODUÇÃO DISCENTE EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA, 2., 2012, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Universidade Cruzeiro do Sul, 2012.

TINTI, D. S.; SILVA, J. F.; FARIA, R. A. Cenário de distribuição de cotas para residentes do Edital 01/2020 da CAPES. Revista Epistemologia e Práxis Educativa, v. 04, n. 02, p. 1-18, maio/ago. 2021. Disponível em: https://comunicata.ufpi.br/index.php/epeduc/article/view/12390/7897. Acesso em: 16 set. 2021.

Publicado

2022-12-29

Como Citar

Souza, G. O. de, & Tinti, D. da S. (2022). Análise da implementação do subprojeto matemática do Programa Residência da UFOP: Contextos, ações e desafios. Revista @mbienteeducação, 15(00), e022019. https://doi.org/10.26843/ae.v15i00.1158

Edição

Seção

Artigos Científicos