Do encontro à pesquisa

O percurso de um processo vivido por três pesquisadoras

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26843/ae.v15i00.1145

Palavras-chave:

Proposta metodológica de ação, Formação de professores, Encontro

Resumo

Este artigo é a materialização pulsante de um processo de amadurecimento investigativo entre três pesquisadoras de diferentes instituições de ensino superior do Brasil que, a partir de um projeto interinstitucional, vêm consolidando uma parceria de estudos e pesquisa que adentra e investe no campo da formação de professores. A união das metodologias de suas teses é o fio condutor para a construção de uma proposta metodológica de ação a ser desenvolvida com estudantes da graduação. A identificação de três elementos potentes nas metodologias - o jogo, o corpo biográfico e a narrativa -, constitui a fundamentação teórica desta escrita que, a partir do encontro (QUINTÁS, 2006), instaurou um campo de pesquisa, presentificando o vivido. Os encaminhamentos do tempo presente visibilizam o caminho percorrido e os avanços que foram acontecendo nesse trajeto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Candice Moura Lorenzoni, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria – RS – Brasil

Professora Adjunta do Departamento de Artes Cênicas do Centro de Artes e Letras. Doutorado em Educação (PPGE/UFSM).

Luciana Martins Teixeira Lindner, Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), Bagé – RS – Brasil

Professora Adjunta do curso de Matemática. Doutorado em Educação (PPGE/UFPel).

Andrisa Kemel Zanella, Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), Pelotas – RS – Brasil

Professora Adjunta dos cursos de Dança Licenciatura e Teatro Licenciatura do Centro de Artes. Doutorado em Educação (PPGE/UFPel).

Referências

BOIS, D. Da fasciaterapia à somato-psicopedagogia. Análise biográfica do processo de surgimento de novas disciplinas. In: BOIS, D.; JOSSO, M-C.; HUMPICH, M. (org.). Sujeito sensível e renovação do eu. As contribuições da fasciaterapia e da somato-psicopedagogia. São Paulo: Paulus: Centro Universitário São Camilo, 2008a.

BOIS, D. O Eu Renovado. Introdução à somato-psicopedagogia. São Paulo: Idéias & Letras, 2008b.

CASTORIADIS, C. A instituição imaginária da sociedade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

DELORY-MOMBERGER, C. Biografia e Educação: Figuras do indivíduo-projeto. 1. ed. Natal, RN: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2008.

DELORY-MOMBERGER, C. A pesquisa (auto)biográfica: Questionamentos teóricos. In: PASSEGGI, M. C.; ABRAHÃO, M. H. M. B. (org.). Dimensões epistemológicas e metodológicas da pesquisa (auto)biográfica: Tomo II. Natal: EDUFRN; Porto Alegre: EDIPUCRS; Salvador: EDUNEB, 2012.

DELORY-MOMBERGER, C. Biografia e Educação: Figuras do indivíduo-projeto. 2. ed. Natal, RN: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2014.

DURAND, G. As Estruturas Antropológicas do Imaginário. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

GADAMER, H-G. Hermenêutica da obra de arte. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

GADAMER, H-G. Verdade e Método I: traços fundamentais de uma hermenêutica filosófica. Rio de Janeiro: Vozes, 2015.

HUIZINGA, J. Homo ludens: O jogo como elemento da cultura. São Paulo: Perspectiva, 1972.

JOSSO, M-C. Experiências de vida e formação. Lisboa: Educa, 2004.

JOSSO, M-C. As instâncias da expressão do biográfico singular plural. Junção de uma abordagem intelectual à abordagem sensível na busca de doações do Corpo Biográfico In: BOIS, D.; JOSSO, M-C.; HUMPICH, M. (org.). Sujeito sensível e renovação do eu. As contribuições da fascioterapia e da somato-psicopedagogia. São Paulo: Paulus: Centro Universitário São Camilo, 2008a.

JOSSO, M-C. As histórias de vida como territórios simbólicos nos quais se exploram e se descobrem formas e sentidos múltiplos de uma existencialidade evolutiva. In: PASSEGGI, M. C. (org.). Tendências da pesquisa (auto) biográfica. Natal: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2008b.

JOSSO, M-C. O caminhar para si: Uma perspectiva de formação de adultos e de professores. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 136-199, ago./dez. 2009. Disponível em: https://arquivos.cruzeirodosuleducacional.edu.br/principal/old/revista_educacao/pdf/volume_2_2/11_josso.pdf. Acesso em: 13 maio 2020.

JOSSO, M-C. Caminhar para si. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2010a.

JOSSO, M-C. As narrações do corpo nos relatos de vida e suas articulações com os vários níveis de profundidade do cuidado de si. In: VICENTINI, P. P.; ABRAHÃO, M. H. M. B. (org.). Sentidos e potencialidades e usos da (auto)biografia. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010b.

MACHADO DA SILVA, J. As tecnologias do Imaginário. 2. ed. Porto Alegre: Sulina, 2006.

MARQUES, M. O. O docente em tempos mudados. Contexto & Educação, Ijuí, v. 15, n. 60, p. 71-79, out./dez. 2000. Disponível em: https://revistas.unijui.edu.br/index.php/contextoeducacao/article/view/1223. Acesso em: 07 maio 2021.

OLIVEIRA, V. F. Dispositivo Grupal e formação docente. Educere et Educare, v. 6, n. 11, p. 1-18, set. 2011. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/educereeteducare/article/view/4821. Acesso em: 13 out. 2020.

PERES, L. M. V. Narrativas do corpo biográfico: O que ele pode nos anunciar? In: ZANELLA, A. K.; PERES, L. M. V. (org.). Memória do corpo biográfico: Como elas habitam em nós? São Leopoldo: Oikos, 2019.

QUERÉ, N. Os vestígios da experiência. Para uma compreensão da engramagem corporal da história individual. O caminho de ressonância de um choque. In: BOIS, D.; JOSSO, M-C.; HUMPICH, M. (org.). Sujeito sensível e renovação do eu. As contribuições da fasciaterapia e da somato-psicopedagogia. São Paulo: Paulus: Centro Universitário São Camilo, 2008.

QUINTÁS, A. L. Estética. Petrópolis, RJ: Vozes, 1993.

QUINTÁS, A. L. Descubrir la grandeza de la vida. 3. ed. Navarra: Editorial Verbo Divino, 2006.

RYNGAERT, J. P. Jogar, representar: Práticas dramáticas e formação. São Paulo: Cosac Naify, 2009.

SOUTO, M. Grupos y Dispositivos de Formación. Buenos Aires: Universidad de Buenos Aires, Faculdad de Filosofia y Letras. Ediciones Novedades Educativas, 1999.

SILVA, M.; OLIVEIRA, V. F.; AMARAL, J. B. Entre Narrativas e Significações: A Educação de Jovens e Adultos sob o Olhar do Imaginário Social. Revista Contexto & Educação, Ijuí, v. 27, n. 87, p. 128-147, jan./jun. 2012. Disponível em: https://revistas.unijui.edu.br/index.php/contextoeducacao/article/view/289. Acesso em: 23 jun. 2020.

VIANNA, A.; CASTILHO. J. Percebendo o Corpo. In: GARCIA, R. L. (org.). O corpo que fala dentro e fora da Escola. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

ZANELLA, A. K.; PERES, L. M. V. O corpo biográfico na Educação: Um estudo a partir do Imaginário e da Memória. Saarbrücken: Novas Edições Acadêmicas, 2015.

Publicado

2022-06-01

Como Citar

Lorenzoni, C. M., Lindner, L. M. T., & Zanella, A. K. (2022). Do encontro à pesquisa: O percurso de um processo vivido por três pesquisadoras. Revista @mbienteeducação, 15(00), e022005. https://doi.org/10.26843/ae.v15i00.1145

Edição

Seção

Artigos Científicos