Novas possibilidades para pensar a formação humana de professores: reflexões oriundas do corpo biográfico entretecidas aos estudos do imaginário

Autores

  • Andrisa Kemel Zanella Universidade Federal de Pelotas
  • Lúcia Maria Vaz Peres Universidade Federal de Pelotas

DOI:

https://doi.org/10.26843/v5.n2.2012.111.p171%20-%20179

Palavras-chave:

Formação de professores, Imaginário e educação

Resumo

RESUMO

Este texto refere-se a um recorte do estudo desenvolvido por uma das autoras na sua tese de doutoramento, cujo intuito principal visa problematizar a formação humana de professores, em seu estágio inicial, no que tange ao corpo biográfico e ao imaginário. O corpo biográfico será abordado como memória decorrente do trajeto formativo de cinco alunas do Curso de Pedagogia, da Universidade Federal de Pelotas, RS, Brasil. E o imaginário, como um reservatório antropológico que no decurso da formação pode fermentar as representações sobre si-mesmo e, consequentemente, sobre os futuros alunos.

Palavras-chave: Formação de professores; Imaginário ; Educação.

NEW POSSIBILITIES FOR THINKING HUMAN ASPECTS OF TEACHER FORMATION: REFLECTIONS FROM THE BIOGRAPHICAL BODY WOVEN WITH STUDIES OF THE IMAGINARY 

ABSTRACT

This text refers to part of one of the authors

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BACHELARD, G. A poética do devaneio: São Paulo: Martins Fontes, 2009.

BERGSON, H. Matéria e memória: ensaio sobre a relação do corpo como espírito: São Paulo: Martins Fontes, 1990.

BOIS, D. Da fasciaterapia à somato- -psicopedagogia ? análise biográfica do processo de surgimento de novas disciplinas In:__ BOIS, D., et al. Sujeito sensível e renovação do eu ? as contribuições da Fasciaterapia e da Somato-psicopedagogia: São Paulo: Paulus, 2008a. p.43-74.

BOIS, D. O eu renovado: introdução à somato-psicopedagogia: São Paulo: Idéias & Letras, 2008b.

BOIS, D., AUSTRY, D. A emergência do paradigma do sensível. Revista @mbienteeducação, v. 1, n. 1, jan.-jun. 2008.

CHEVALIER, J. Dicionário de símbolos: mitos, sonhos, costumes, gestos, formas, figuras, cores, números: Rio de Janeiro: José Olympio, 2009.

DELORY-MOMBERGER, C. Biografia e educação: figuras do indivíduo- -projeto: São Paulo: Paulus, 2008.

DURAND, G. Campos do imaginário: Lisboa: Instituto Piaget, 1996. DURAND, G. As estruturas antropológicas do imaginário: introdução à arquetipologia geral: São Paulo: Martins Fontes, 2002.

IZQUIERDO, I. Questões sobre memó- ria: São Leopoldo, RS: UNISINOS, 2004.

JOSSO, M.-C. O caminhar para si: uma perspectiva de formação de adultos e de professores. Revista @mbienteeducação, v. 2, n. 2, p. 136-199, ago.- -dez. 2009b.

JOSSO, M.-C. As narrações do corpo nos relatos de vida e suas articulações com os vários níveis de profundidade do cuidado de si In:__ VICENTINI, P. P., ABRAH? O, M. H. M. B. Sentidos e potencialidades e usos da (auto)biografia. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010. p.171-192.

JOSSO, M. C. Introdução. As instâncias da expressão do biográfico singular plural: junção de uma abordagem intelectual à abordagem sensível na busca de doações do corpo biográfico In:__ BOIS, D., et al. Sujeito sensível e renovação do eu: as contribuições da Fascioterapia e da Somato-psicopedagogia. São Paulo: Paulus, 2008. p.13- 40.

JOSSO, M. C. A Imaginação e suas formas em ação nos relatos de vida e no trabalho autobiográfico: a perspectiva biográfica como suporte de conscientização das ficções verossímeis com valor heurístico que agem em nossas vidas In:__ PERES, L. M. V., et al. Essas coisas do imaginário diferentes abordagens sobre narrativas (auto)formadoras. São Leopoldo: Oikos, 2009a. p.118-147.

KORCZAK, J. Quando eu voltar a ser criança: São Paulo: Círculo do Livro, 1987.

LEROI-GOURHAN, A. O gesto e a palavra - 2 - memórias e ritmos: Lisboa: Edições 70, 1965.

PERES, L. M. V. Dos saberes pessoais à visibilidade de uma pedagogia simbólica. 1999. Dissertação. - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 1999.

PINEAU, G. A autoformação no decurso da vida: entre a hétero e a ecoformação In:__ ANT? NIO N? VOA, M. F. O método (auto)biográfico e a formação. São Paulo: Paulus, 2010. p.99-118.

SILVA, J. M. As tecnologias do imaginário: Porto Alegre: Sulinas, 2006.

Downloads

Publicado

2017-12-15

Como Citar

Zanella, A. K., & Peres, L. M. V. (2017). Novas possibilidades para pensar a formação humana de professores: reflexões oriundas do corpo biográfico entretecidas aos estudos do imaginário. Revista @mbienteeducação, 5(2), 171–179. https://doi.org/10.26843/v5.n2.2012.111.p171 - 179

Edição

Seção

Artigos Científicos

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)