Gestão democrática no ensino privado: a experiência de uma instituição no interior paulista

Autores

  • Everton Henrique de Souza CENTRO UNIVERSITÁRIO MOURA LACERDA
  • Alessandra David DOCENTE DO PROGRAMA DE MESTRADO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO MOURA LACERDA - RIBEIR? O PRETO/SP

DOI:

https://doi.org/10.26843/v13.n3.2020.961.p230-251

Palavras-chave:

gestão democrática, ensino privado, história da educação, política educacional.

Resumo

Presente nas pautas de políticas públicas do governo brasileiro, a gestão democrática do ensino ganhou maior enfoque a partir década de 1980 com a promulgação da Constituição Federal e posteriormente com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARELARO, L. R. G.; JACOMINI, M. A.; CARNEIRO, S. R. G. Limitações da participação e gestão 'democrática' na rede estadual paulista. Revista Educação e Sociedade, Campinas, v.37, n.137, p.1143-1158, 2016.

BANDEIRA, G. C. L. Gestão democrática e construção da cidadania: reflexões sobre a prática de uma escola paulista. 2016. 106f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Centro Universitário Salesiano de São Paulo, 2016.

BOCATO, J. R. As concepções de gestão democrática e instrumentos de participação: estudo com gestores da rede municipal de ensino de um município do interior do estado de São Paulo. 2013. 92f. Dissertação (Mestrado em Educação) ? Centro Universitário Moura Lacerda, Ribeirão Preto, 2013.

BRASIL. Constituição. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988. 292 p.

______. Lei Nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 23 dez. 1996.

DOURADO, L. F. Conselho Escolar: gestão democrática da educação e a escolha do diretor. Brasil. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica ? Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares. Brasília: MEC, SEB, 2004.

ESTATUTO SOCIAL, 2018, p. 1-14

FRANCISCO FILHO, G. A administração escolar analisada no processo histórico. Campinas: Alínea, 2006.

GURA, V.; SCHNECKENBERG, M. O conselho de classe como processo avaliativo. In: X Congresso Nacional De Educação ? EDUCERE, 2011, Curitiba, PR. Anais do X EDUCERE. Curitiba, 2011, p. 5106-5117.

LIB? NEO, J. C. Educador escolar: políticas, estrutura e organização. São Paulo: Cortez, 2003.

LUCK, H. A. construção da concepção de gestão. In: Gestão educacional: uma questão paradigmática. Cadernos de Gestão. Petrópolis/ RJ: Vozes. V.2, p. 65-85, 2010.

______. A gestão escolar como prática de liderança. In: Gestão educacional: uma questão paradigmática. Cadernos de Gestão. Petrópolis/ RJ: Vozes. V.4, p. 94-120, 2010.

MARTINS, G. B. Gestão democrática na educação infantil: qual o lugar dos conselhos escolares?. 2015. 125f. Dissertação (Mestrado em Educação) ? Centro Universitário La Salle, Canoas, 2015.

MELLO, G. F. de. Gestão Democrática: caminho para a construção da autonomia da escola?. 2013. 110f. Dissertação (Mestrado em Educação) ? Centro Universitário Moura Lacerda, Ribeirão Preto, 2013.

MINTO, L. W. A administração escolar no contexto da Nova república e do neoliberalismo. In: ANDREOTTI, A.L.; LOMBARDI, J.C.; MINTO, L.W. (Org). História da administração escolar no Brasil: do diretor ao gestor. Campinas: Alínea, 2010. p. 173-200.

PARO, V.H. Gestão democrática da escola pública. 4 ed. São Paulo: Cortez, 2016.

PLANO DE GEST? O, 2016. p. 1-54.

REGIMENTO ESCOLAR, 2015, p. 1-61.

S? O PAULO. Conselho Estadual de Educação. Delibera sobre Normas Regimentais Básicas para as Escolas Estaduais. Deliberação n. 67 de 18 de março de 1998. Disponível em: http://siau.edunet.sp.gov.br/ItemLise/arquivos/notas/parcee67_98.htm. Acesso em: 01 de setembro de 2018.

______. Conselho Estadual de Educação. Fixa normas para autorização de funcionamento de estabelecimentos e cursos de ensino fundamental, médio e de educação profissional de nível técnico, no sistema estadual de ensino de São Paulo. Deliberação n. 01 de 30 de julho de 1997. Disponível em: http://siau.edunet.sp.gov.br/ItemLise/arquivos/notas/delcee1_99.html. Acesso em: 01 de setembro de 2018.

______. Conselho Estadual de Educação. Fixa normas para elaboração de Regimento das escolas no Estado de São Paulo. Deliberação n. 10 de 03 de março de 1999. Disponível em: http://siau.edunet.sp.gov.br/ItemLise/arquivos/notas/indcee10_98.htm. Acesso em: 01 de setembro de 2018.

SCARIOT, A.; LINHARES, C. S. Grêmio estudantil e escola: uma participação possível. I. Cadernos PDE. Curitiba, v.1, p. 1-16, 2014. Disponível em http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2014/2014_unicentro_port_pdp_mirian_izabel_tullio.pdf. Acesso em 10 de outubro de 2018.

SENCHETTI, M. C. O Programa ? Melhor Gestão Melhor Ensino - MGME? ? Da Secretaria Da Educação Do Estado De São Paulo: Uma Análise Documental. 2016. 142f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Centro Universitário Moura Lacerda, Ribeirão Preto, 2016.

SOUZA, E. H. Gestão democrática no ensino privado: limites e aproximações. 2019. 100f. Dissertação: Mestrado em Educação Escolar-Centro Universitário Moura Lacerda. Ribeirão Preto, 2019.

Downloads

Publicado

2020-09-07

Como Citar

SOUZA, E. H. de; DAVID, A. Gestão democrática no ensino privado: a experiência de uma instituição no interior paulista. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 13, n. 3, p. 230–251, 2020. DOI: 10.26843/v13.n3.2020.961.p230-251. Disponível em: https://publicacoes.unicid.edu.br/ambienteeducacao/article/view/961. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê temático: "Gestão escolar e formação docente: diferentes perspectivas"