Estrutura e funcionamento de conselhos de classe: percepções de diretores de escolas municipais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26843/v13.n3.2020.910.p120-137

Palavras-chave:

políticas educacionais, direção de escolas

Resumo

Este artigo discute resultados de pesquisa realizada na rede municipal de ensino de São Caetano do Sul

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sanny Silva Rosa, Universidade de São Caetano do Sul

Professora do Mestrado Profissional em Educação da Universidade de São Caetano do Sul

Sandra Zakia Sousa, Universidade de São Paulo

Professora da Faculdade de Educação da USP

Referências

BONAMINO, A.; SOUSA, S. Z. Três gerações de avaliação da educação básica no Brasil: interfaces com o currículo da/na escola. Educ. Pesqui., São Paulo, v. 38, n. 2, p. 373-388, jun. 2012.

BOURDIEU, P. As categorias do juízo professoral. In: NOGUEIRA, M. A.; CATANI, A.(org.). Escritos de Educação. Petrópolis: Vozes, 1999. p.185-216.

BOURDIEU, P. Razões práticas ? sobre a teoria da ação. Campinas; Papirus Editora, 2005.

BOURDIEU, P.; PASSERON, J. A Reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino. [Trad. Reynaldo Bairão]. Rio de Janeiro: Francisco Alves Editora S/A, 1975. (Série Educação em Questão).

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: Lei N°. 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Diário Oficial da União, Brasília, 20 dez. 1996.

BRAVO, M. H.; MARTINS, A. M.; SOUSA, S. Z. Cenários de gestão de escolas municipais da região sudeste e o IDEB: possíveis associações. Anais do XXIX Simpósio Brasileiro de Política e Administração da Educação, 2019, p. 186-89.

CHARLOT, B. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre: Artmed, 2000.

______. Relação com o saber, formação de professores e globalização: questões para a educação hoje. Porto Alegre: Artmed, 2005DALBEN, A. I. F. Trabalho escolar e conselho de classe. 3ª ed. Campinas-SP, Papirus, 1995.

______. Conselho de Classe e Avaliação: perspectivas na gestão pedagógica da escola. Campinas, SP: Papirus, 2004.

COLLARES; C. L.; MOYS? S; M. A. A. Preconceitos no cotidiano escolar: ensino e medicalização. São Paulo: Cortez Editora, 1996.

CRUZ, S.H.V. A representação da escola em crianças da classe trabalhadora. São Paulo, 1987. 2v. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo.

FINE, G, A. O triste espólio, o misterioso desaparecimento e o glorioso triunfo do interacionismo simbólico. São Paulo: FGV, Revista de Administração de Empresas. v. 45, n. 4, p.87-107, 2005. http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rae/article/view/37309

HAGUETTE, T. M. F. Metodologias qualitativas na sociologia. Petrópolis: Vozes, 2005.

LEWIN, Kurt. Problemas de dinâmica de grupo. São Paulo: Cultrix, 1978.

LUFT, J. Introdução à dinámica de grupo. Lisboa: Moraes, 1970.

MARTINS, A. M.; SOUSA, S. Z.; MACHADO, C.; REAL, G. C. M.; BRAVO, M. H. Cenários de Gestão de Escolas Municipais: Questionário Contextual da Prova Brasil. Cadernos de Pesquisa (Fundação Carlos Chagas. Impresso), v. 48, p. 1038-1060, 2018.

MATTOS, C. L. G et al. Fracasso Escolar: imagens e explicações populares sobre ? dificuldades educacionais? ? entre jovens das áreas rural e urbana do Estado do Rio de Janeiro. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v. 73, n. 4, p. 368-383, maio-ago, 1992.

MATTOS, Carmem Lúcia Guimarães de. O conselho de classe e a construção do fracasso escolar. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 2, p. 215-228, maio/ago, 2005 .

MELO, A. S. E. de; MAIA FILHO, O. N.; CHAVES, H.V. Conceitos básicos em intervenção grupal. Encontro: Revista de Psicologia, v. 17, n. 26, 2014, p. 47-63.

PAPI, S. O. G. Conselho de classe: que colegiado é esse? Est. Aval. Educ., São Paulo, v. 26, n. 62, p. 480-518, maio/ago. 2015.

PATTO, M. H. S. Psicologia e ideologia: uma introdução crítica à psicologia escolar. São Paulo: T. A. Queiroz, 1987.

______. A produção do fracasso escolar: histórias de submissão e rebeldia. São Paulo: T. A. Queiroz, 1990.

RIBEIRO, S. C. A Pedagogia da Repetência. Estudos Avançados. USP, v. 5, nº12, p. 7-18, 1991.

ROCHA, A. D. C. Conselho de classe: burocratização ou participação? Rio de Janeiro: F. Alves, 1982.

ROSA, S. S.; CAMPOS, G. N.; PADOVAN, M. I.; UMEMURA, V. M. V. Gestão pedagógica e qualidade social da educação: contribuições da pesquisa colaborativa em escolas de São Caetano do Sul. Revista e-Curriculum, São Paulo, v.16, n.4, p.1457-1484, out./dez, 2018.

S? O CAETANO DO SUL. Regimento Escolar Municipal da Rede Pública Municipal de Ensino de São Caetano do Sul. 2014. (mimeo)

______. Lei nº 5.316, de 18 de junho de 2015. Aprova o Plano Municipal de Educação do Município de São Caetano. Departamento de Administração e Recursos Humanos. São Caetano, 18 jun. 2015.

SOUSA, S. Z. Conselho de classe: um ritual burocrático ou um espaço de avaliação coletiva ? Idéias, São Paulo, n. 25, p. 45-59, 1995.

Downloads

Publicado

2020-09-07

Como Citar

MARTINS, A. M.; ROSA, S. S.; SOUSA, S. Z. Estrutura e funcionamento de conselhos de classe: percepções de diretores de escolas municipais. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 13, n. 3, p. 120–137, 2020. DOI: 10.26843/v13.n3.2020.910.p120-137. Disponível em: https://publicacoes.unicid.edu.br/ambienteeducacao/article/view/910. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê temático: "Gestão escolar e formação docente: diferentes perspectivas"

Artigos Semelhantes

1 2 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.