Formação de professores para a educação básica: revisitando concepções e práticas pedagógicas por meio do prisma de teorias da complexidade

Autores

  • Roberto Gimenez UNICID
  • Maria Heloisa Aguiar da Silva UNICID

DOI:

https://doi.org/10.26843/v7.n2.2014.481.p268%20-%20276

Palavras-chave:

Formação profissional, Educação Básica, Abordagem Sistêmica, Complexidade.

Resumo

Resumo

O presente ensaio tem por objetivo discutir o processo de formação de professores para a atuação na Educação Básica. Em linhas gerais, defende-se a necessidade de revisitar os modelos utilizados de formação profissional, tanto no âmbito do currículo, como das metodologias de ensino. Essa discussão teria como base teorias de complexidade, como é o caso da abordagem sistêmica. As contribuições desta abordagem implicariam na reformulação das propostas de formação de professores, tendo por base questionamentos associados à universalidade do conhecimento, não linearidade do conhecimento, incompletude do conhecimento e indissociabilidade do conhecimento.

Palavras-chave: Formação profissional;Educação Básica;Abordagem Sistêmica;Complexidade. 

Forming teachers for basic education: revisiting concepts and pedagogic practices by the theoretical prism of complexity 

Abstract

This essay has as objective to discuss the process of qualifying teachers for the performance in Basic Education. In general, it argues about the need to revisit the models used for structuring the curriculum and teaching methodologies. This discussion would be based on complexity theory and systemic approach. The contributions of these approaches would require the reformulation of proposed teacher qualification through conceptions about universality of knowledge questions, nonlinearity of knowledge, incomplete knowledge and inseparability of knowledge.

Key words: Professional Qualification; Basic Education;Sistemic Approach;Complexity Theory.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BERTALANFFY, L. V. Teoria geral dos sistemas: São Paulo: Vozes. 1977. BRASIL. O plano de desenvolvimento da educação: razões, princípios e programas. Brasília: Ministério da Educação, 2011. Disponível em: < http://portal.mec. gov.br/arquivos/livro/livro.pdf >. Acesso em: 02 fev. 2014. CASTRO, N. A.; GUIMAR? ES, I. B. Divisão sexual do trabalho, produção e reprodução. In: CASTRO, N. A. Relações de trabalho, relações de poder. Brasília: UnB, 1997. CHAVES, S. Apagão docente. Ensino Superior, v. 16, n. 184, 2014. CORREIA, W. Educação física escolar: entre o saber e o não saber docente. In: GIMENEZ, R.; SOUZA, M. T. Ensaios sobre contextos da formação profissional em Educação Física. Jundiaí, SP: Fontoura, 2011. CUNHA, M. I., et al. Políticas da educação superior e inovações educativas na sala de aula universitária. Unirevista, v. 1, n. 2, p. 47-64, 2006. DEMO, P. Complexidade e aprendizagem: a dinâmica não linear do conhecimento: São Paulo: Atlas. 2002. DUARTE, C. G. Problematizando a neutralidade e universalidade do conhecimento matemático. Revista Trajetória Multicultural, v. 3, n. 7, p. 166-180, Agos. 2012. Disponível em: < http:// facos.edu.br/publicacoes/revistas/trajetoria_multicursos/agosto_2012/pdf/ problematizando_a_neutralidade_e_universalidade_do_conhecimento_matematico.pdf >. Acesso em: 02 fev. 2014. ESTEVES, J. M. O mal-estar docente: mudanças sociais e função docente. In: N? VOA, A. Profissão professor. Porto: Porto 1992. FELDENS, M. G. F.; DUNCAN, J. K. Schooling and teaching in Brazil: new perspectives on teacher education and modes of inquiry. In: SHARPES, D. International perspectives on teacher education. London: Routledge, 1988. GIMNEZ, R. Século XXI: conquistas e perspectivas na formação de professores de Educação Física. In: GIMENEZ, R.; SOUZA, M. T. Ensaios sobre contextos da formação profissional em Educação Física. Jundiaí: Fontoura, 2011. GUTIERRES, S. B. Classe social e gênero: elementos para uma controvérsia. 2001. 139f. (Dissertação). Campinas: Universidade de Campinas - Unicamp, 2001. LAPO, F. R. Professores retirantes: um estudo sobre a evasão de professores do magistério público do Estado de São Paulo (1990-1995). 1999. (Dissertação). São Paulo: Universidade de São Paulo - USP, 1999. LAPO, F. R.; BUENO, B. O. Professores, desencanto com a profissão e abandono do magistério. Cadernos de Pesquisa, n. 118, p. 65-88, Mar. 2003. Disponível em: < http://www.scielo.br/ scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100- -15742003000100004&nrm=iso >. Acesso em: 02 fev. 2014. LIB? NEO, J. C. Tendências pedagógicas na prática escolar. Revista da Associação Nacional de Educação v. 3, p. 11-19, 1983. 276 Gimenez R, Silva MHA. Formação de professores para a educação básica: revisitando concepções e práticas pedagógicas por meio do prisma de teorias da complexidade LIMA, P. G., et al. Caminhos da universidade rumo ao século XXI: pontos e estratégias para a sua orientação na visão de educadores brasileiros. Paidéia (Ribeirão Preto), v. 10, n. 18, p. 8-27, Jul. 2000. Disponível em: < http://www.scielo.br/ scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103- -863X2000000100002&nrm=iso >. Acesso em: 02 fev. 2014. MOISEICHYK, A. E.; BIAZ? S, C. A. O papel da universidade diante do contexto atual: uma questão de responsabilidade social. Anais del II Colóquio de Gestion Universitária Del America del Sul. Santa Catarina: UFSC, 2010. p. 32-44. MORAES, R. A. A educação de professores de Ciências: uma investigação de trajetória de profissionalização de bons professores. 1992. (Tese). Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRS, 1992. PERRENOUD, P. Formar professores em contextos sociais em mudança: prática reflexiva e participação crítica. Revista Brasileira de Educação, n. 12, p. 5-21, 1999. PERRENOUD, P. Formando professores profissionais: quais estratégias? quais competências? 2.ed. Porto Alegre, RS: Artmed. 2008. SANTINI, J. Síndrome do esgotamento profissional: o ? abandono? ? da carreira docente pelos professores de educação física da rede municipal de ensino de Porto Alegre. 2004. 227f. (Dissertação ). Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRS, 2004. TISHMAN, S., et al. The Thinking Classroom: Learning and Teaching in a Culture of Thinking: New York: Allyn and Bacon. 1995

Downloads

Publicado

2018-01-04

Como Citar

GIMENEZ, R.; DA SILVA, M. H. A. Formação de professores para a educação básica: revisitando concepções e práticas pedagógicas por meio do prisma de teorias da complexidade. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 7, n. 2, p. 268–276, 2018. DOI: 10.26843/v7.n2.2014.481.p268 - 276. Disponível em: https://publicacoes.unicid.edu.br/ambienteeducacao/article/view/481. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos