O projeto de vida nas escolas do Programa Ensino Integral

Autores

  • Sandra Maria Fodra Pontifícia Universidade Católica e Secretaria de Estado da Educação de São Paulo
  • Mara Ephigênia Cáceres Nogueira USP

DOI:

https://doi.org/10.26843/v10.n2.2017.34.p251%20-%20261

Resumo

RESUMO

O presente artigo apresenta o resultado de uma pesquisa sobre a construção do Projeto de Vida dos alunos nas escolas de Ensino Médio do Programa Ensino Integral (PEI), na visão dos professores desta disciplina. Esse programa foi implantado pela Secretaria de Estado da Educação em 2012, e conta hoje com 308 escolas que oferecem educação integral em tempo integral. O trabalho com o Projeto de Vida é desenvolvido com adolescentes e jovens, a partir do 6º ano. Durante o Ensino Fundamental, as atividades de Projeto de Vida tratam dos valores, por meio de discussões e reflexões sobre a realidade dos alunos. Já no Ensino Médio, as aulas de Projeto de Vida visam o despertar do autoconhecimento profundo nos estudantes, sua história de vida e do seu percurso escolar, para que eles consigam perceber seus potenciais pessoais e fragilidades e, assim, definirem as habilidades que ainda precisam ser desenvolvidas a fim de realizarem seus sonhos e concluírem seus Projetos de Vida. A pesquisa teve uma abordagem qualitativa e usou entrevistas semiestruturadas com Professores de Projeto de Vida do Ensino Médio. Segundo os entrevistados, embora os alunos tenham resistência no início, o trabalho com o Projeto de Vida é desafiador, gratificante e contribui com o desenvolvimento pessoal e acadêmico dos jovens. Eles aprendem que as escolhas dopresente interferirão no seu futuro e que a escola pode contribuir nesse percurso e, assim, os estudos passam a ter mais sentido e significado. Noventa por cento dos alunos do Ensino Médio finalizam a construção do seu Projeto de Vida até o final da 3ª série.

Palavras-chave: Educação Integral

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Maria Fodra, Pontifícia Universidade Católica e Secretaria de Estado da Educação de São Paulo

FORMA? ? O ACAD? MICA

 

2014 - 2015

 

  • Mestrado em Educação (Currículo)

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo 

1992 ? 1995

  • Graduação em História

Universidade Braz Cubas 

 

1979 - 1983

  • Graduação em Comunicação Social

FIAM-FAAM - Centro Universitário 

 

FORMA? ? O COMPLEMENTAR

2011 - 2012

  • Especialização em ética, valores e cidadania na escola. (Carga horária: 480h).  Universidade de São Paulo.

 

EXPERI? NCIA PROFISSIONAL

  • Servidor Público desde 1992: Membro da equipe central do Programa Ensino Integral ? Secretaria de Estado da Educação de São Paulo.

 

Referências

Referências

APPLE, Michael; BEANE, James. Escolas democráticas. Porto Editora. Portugal, 2000.

ARAUJO, Ulisses. Escola, Democracia e a Construção de Personalidades Morais. Revista Educação e Pesquisa (FEUSP), vol.26, n.2, p. 91-107. 2000.

BAUMAN, Zygmunt. A face humana da Sociologia. (data da publicação: 09 de junho de 2011). São Paulo. Caderno de Cultura: Jornal O Estado de São Paulo. Entrevista concedida a Laura Greenhalgh. Disponível em: http://cultura.estadao.com.br/noticias/geral,a-face-humana-da-sociologia-imp-,712848 ? Acesso em: 29 de outubro de 2015.

__________. "Vivemos o fim do futuro". (data da publicação: 19 de fevereiro de 2014). São Paulo. Revista ? poca. Entrevista concedida a Luís Antônio Giron. Disponível em: http://epoca.globo.com/ideias/noticia/2014/02/bzygmunt-baumanb-vivemos-o-fim-do-futuro.html ? Acesso em: 29 de outubro de 2015.

DELORS, Jacques. Educação: um Tesouro a Descobrir. Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação do século XXI. 1999 - Disponível em http://unesdoc.unesco.org/images/0010/001095/109590por.pdf - Acesso em 13 de março de 2015.

LE? O Geraldo; DAYRELL, Juarez Tarcísio; REIS, Juliana Batista dos. Juventude, projetos de vida e ensino médio. Educ. Soc., Campinas, v. 32, n. 117, p. 1067-1084, out.-dez. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v32n117/v32n117a10.pdf - Acesso em 23 de outubro de 2015.

MACHADO, Nilson José. Educação: Projetos e Valores. São Paulo: Escrituras Editora, 2006.

POCHMANN, Márcio. A batalha pelo primeiro emprego: a situação atual e as perspectivas do jovem no mercado de trabalho brasileiro. 2.ed. São Paulo: Publisher Brasil, 2007.

VOORWALD, Herman; SOUZA, Valéria. O novo modelo de escola de tempo integral: Programa Ensino Integral. Secretaria da Educação. São Paulo, SE, 2014.

S? O PAULO. Estado. Secretaria da Educação. Projeto de Vida ? Ensino Fundamental, Caderno do Aluno. São Paulo: SE, 2014.

S? O PAULO. Estado. Secretaria da Educação. Projeto de Vida ? Ensino Médio. Caderno do Aluno. São Paulo: SE, 2014.

S? O PAULO. Estado. Secretaria da Educação. Projeto de Vida ? Ensino Fundamental, Caderno do Professor. São Paulo: SE, 2014.

S? O PAULO. Estado. Secretaria da Educação. Projeto de Vida ? Ensino Médio. Caderno do Professor. São Paulo: SE, 2014.

S? O PAULO. Estado. Secretaria da Educação. Tutoria e Orientação de Estudos ? São Paulo: SE, 2014.

Downloads

Publicado

2017-07-01

Como Citar

FODRA, S. M.; NOGUEIRA, M. E. C. O projeto de vida nas escolas do Programa Ensino Integral. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 10, n. 2, p. 251–261, 2017. DOI: 10.26843/v10.n2.2017.34.p251 - 261. Disponível em: https://publicacoes.unicid.edu.br/ambienteeducacao/article/view/34. Acesso em: 23 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos