Análise de traços da identidade de formador de professores revelados por um preceptor de matemática do programa residência pedagógica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26843/ae.v17i00.1350

Palavras-chave:

Programa Residência Pedagógica, Identidade de Formador, Identidade Docente Identidade Profissional, Professor preceptor formador

Resumo

Trata-se de um estudo cujo objetivo é analisar as repercussões da atuação de um preceptor de Matemática no processo de constituição de sua identidade como formador. Este preceptor leciona Matemática em uma escola estadual e atuou como preceptor no subprojeto de Matemática da Universidade Federal de Ouro Preto. Os dados foram produzidos a partir de uma entrevista semiestruturada. Após a transcrição, a análise foi realizada à luz da caracterização da Identidade Profissional de Professor que Ensina Matemática, proposta por Cyrino (2017). Assim, os eixos que nortearam a análise foram: emoções, crenças e concepções; conhecimento; autoconhecimento; autonomia (vulnerabilidade e o sentido de agência) e compromisso político. Considerando aspectos como a dinamicidade e a experiencialidade, os dados revelaram que o Programa Residência Pedagógica possibilitou ao professor da escola uma atuação nova (preceptor) que mobilizou um deslocamento para constituição da sua identidade como de formador de professores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Robson Alves Faria, Secretaria de Estado de Educação de São Paulo

Mestre em Educação Matemática pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Docente da Secretaria de Estado de Educação de São Paulo.

Douglas da Silva Tinti, Universidade Federal de Ouro Preto

Doutor em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Docente do Departamento de Educação Matemática (DEEMA) da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).

Referências

BRASIL. Portaria n. 38, de 28 de fevereiro de 2018. Instui o Programa de Residência Pedagógica. Brasília, DF, 2018. Disponível em: https://www.gov.br/capes/pt-br/centrais-de-conteudo/28022018-portaria-n-38-institui-rp-pdf. Acesso em: 26 dez. 2023.

CYRINO, M. C. C. T. Identidade Profissional de (futuros) Professores que Ensinam Matemática. Perspectivas da Educação Matemática, Cuiabá, v. 10, n. 24, p. 699-712, 31 dez. 2017.

D´AMBRÓSIO, B. S.; LOPES, C. E. Insubordinação criativa: um convite à reinvenção do educador matemático. Bolema, Rio Claro, v. 29, n. 51, p. 1-17, abr. 2015. DOI: https://doi.org/10.1590/1980-4415v29n51a01

DE PAULA, E. F.; CYRINO, M. C. C. T. Identidade profissional de professores que ensinam matemática: Elementos e ações para a construção de uma proposta para futuras investigações. Pro-Posições, Campinas, v. 32, p. 1-25, 24 maio 2021. DOI: 10.1590/1980-6248-2018-0109. DOI: https://doi.org/10.1590/1980-6248-2018-0109

FARIA, R. A. O movimento de constituição da identidade de formador de professores: indícios revelados por preceptores de matemática do Programa Residência Pedagógica. 2023. 110 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2023. Disponível em: https://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/16525. Acesso em: 26 dez. 2023.

FARIA, R. A.; TINTI, D. S. A study on the identity of teacher educators: traits revealed by a Mathematics preceptor of the Pedagogical Residency Program. Revista Internacional de Pesquisa em Educação Matemática, Brasília, v. 13, n. 4, p. 1-16, 4 nov. 2023. DOI: https://doi.org/10.37001/ripem.v13i4.3410

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2008.

NÓVOA, A. Formação de Professores e profissão docente. In: NÓVOA, A. (coord.). Os professores e a sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992. p. 13-33. Disponível em: http://hdl.handle.net/10451/4758. Acesso em: 13 fev. 2024.

NÓVOA, A. Os Professores e a sua Formação num Tempo de Metamorfose da Escola. Educação & Realidade, [S. l.], v. 44, n. 3, 2019. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/84910. Acesso em: 13 fev. 2024. DOI: https://doi.org/10.1590/2175-623684910

PIMENTA, S. G. Formação de Professores: identidade e saberes da docência. In: PIMENTA, S. G. Saberes pedagógicos e atividade docente. São Paulo: Cortez, 2002. p. 15-35.

SILVA, J. F.; TINTI, D. S. Planejamento de espaços formativos e a mobilização do Conhecimento Didático-Matemático: um olhar para o Programa Residência Pedagógica. Revemop, Ouro Preto, v. 3, p. e202136, 31 dez. 2021. DOI: 10.33532/revemop.e202136. DOI: https://doi.org/10.33532/revemop.e202136

SOUZA, G. O.; TINTI, D. S. Análise da implementação do subprojeto matemática do Programa Residência da UFOP: Contextos, ações e desafios. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 15, n. 00, e022019, 2022. DOI: 10.26843/ae.v15i00.1158. Disponível em: https://publicacoes.unicid.edu.br/ambienteeducacao/article/view/1158. Acesso em: 29 mar. 2024. DOI: https://doi.org/10.26843/ae.v15i00.1158

TINTI, D. S.; SILVA, J. S. A pesquisa sobre a formação de professores de matemática na interface com o Programa Residência Pedagógica. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v. 24, n. 4, p. 1-8, 2022. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/emp/article/view/60368/41415. Acesso em: 13 fev. 2024. DOI: https://doi.org/10.23925/1983-3156.2022v24i4p001-032

TINTI, D. S.; SILVA, J. S.; FARIA, R. A. Cenário da distribuição de cotas para residentes do Edital 01/2020 da CAPES. Epistemologia e Práxis Educativa, Teresina, v. 4, p. 1-18, 2021. Disponível em: https://revistas.ufpi.br/index.php/epeduc/article/view/12390. Acesso em: 13 fev. 2024.

Publicado

2024-05-21

Como Citar

FARIA, R. A.; TINTI, D. da S. Análise de traços da identidade de formador de professores revelados por um preceptor de matemática do programa residência pedagógica. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 17, n. 00, p. e023022, 2024. DOI: 10.26843/ae.v17i00.1350. Disponível em: https://publicacoes.unicid.edu.br/ambienteeducacao/article/view/1350. Acesso em: 14 jun. 2024.