Saberes de inovação pedagógica de formadores de professores

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26843/ae.v16i00.1225

Palavras-chave:

Representações sociais, Docência, Formação docente, Inovação pedagógica

Resumo

O objetivo do artigo foi conhecer os saberes docentes que estão relacionados às práticas de inovação pedagógica na graduação em Pedagogia. Implementou-se uma pesquisa qualitativa, alinhada à abordagem processual da Teoria das Representações Sociais (MOSCOVICI, 2012). Participaram 23 professores de Pedagogia de uma universidade privada, na cidade do Rio de Janeiro. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas e submetidos à análise de conteúdo (BARDIN, 2011), com apoio do software IRaMuTeQ. Os resultados mostraram que as representações sociais dos sujeitos sobre inovação pedagógica se objetivam em “mudança”, “metodologia ativa” e “aluno” e se ancoram na dualidade “pedagogia tradicional versus pedagogia nova”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvio Duarte Domingos, Universidade Estácio de Sá (UNESA), Petrópolis – RJ – Brasil

Pesquisador e Professor Titular 3. Pós-Doutorando em Políticas Públicas (UFRJ).

Edna Maria Querido de Oliveira Chamon, Universidade Estácio de Sá (UNESA), Rio de Janeiro – RJ – Brasil; Universidade de Taubaté (UNITAU), Taubaté – SP– Brasil

Pós-Doutorado em Educação (UNICAMP).

Referências

ABRIC, J. C. Coopération, compétition et représentations sociales. Fribourg: DelVal, 1987.

ALVES-MAZZOTTI, A. Representação do trabalho do professor das séries iniciais: a produção do sentido de" dedicação". Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 89, n. 223, p. 522-527, 2008. Disponível em: http://rbep.inep.gov.br/ojs3/index.php/rbep/article/view/3712. Acesso em: 14 abr. 2022.

BARBOSA, R. Reforma do ensino primário e várias instituições complementares da instrução pública (1883). Obras Completas, Rio de Janeiro: Ministério da Educação, Ministério da Saúde, 1947. v. 10, t. 1-4.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BAUER, M. W.; GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis, RJ: Editora Vozes, 2015.

BRASIL. Decreto n. 667, de 16 de agosto de 1890. Crêa um estabelecimento de ensino profissional sob a denominação de Pedagogium. Rio de Janeiro: Chefe do Governo Provisorio da Republica dos Estados Unidos do Brazil, 1890. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1824-1899/decreto-667-16-agosto-1890-552093-publicacaooriginal-69096-pe.html. Acesso em: 14 abr. 2022.

CAMARGO, B. V.; JUSTO, A. M. IRAMUTEQ: Um Software Gratuito para Pesquisa de Dados Textuais. Temas em Psicologia, Ribeirão Preto, v. 21, n. 2, p. 513-518, 2013. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/tp/v21n2/v21n2a16.pdf. Acesso em: 14 abr. 2022.

CAMPOS, P. H. F. A abordagem estrutural e o estudo das relações entre práticas e representações sociais. In: CAMPOS, P. H. F.; LOUREIRO, M. C. S. (org.). Representações sociais e práticas educativas. Goiânia: Ed. UCG, 2003.

CAMPOS, P. H. F. O estudo da ancoragem das Representações Sociais e o campo da Educação. Revista de Educação Pública, Cuiabá, v. 26, n. 63, p. 775-797, 2017. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica/article/view/4187. Acesso em: 14 abr. 2022.

DOMINGOS, S. D.; CASTRO, M. R. Representações sociais de professores formadores sobre a prática de professores da Educação Básica. Revista de Educação PUC-Campinas, Campinas, v. 22, n. 2, p. 299-315, 2017. Disponível em: https://seer.sis.puc-campinas.edu.br/reveducacao/article/view/3704. Acesso em: 14 abr. 2022.

FRANCO, M. A. R. S. Prática pedagógica e docência: um olhar a partir da epistemologia do conceito. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 97, n. 247, p. 534-55, 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbeped/a/m6qBLvmHnCdR7RQjJVsPzTq/abstract/?lang=pt. Acesso em: 14 abr. 2022.

FREIRE, P. Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo: Editora UNESP, 2000.

GATTI, B. A. et al. Professores do Brasil: novos cenários de formação. Brasília, DF: UNESCO, 2019.

GUEDES, S. T. R. A prática de ensino e a consolidação de um modelo pedagógico na década de 1930. Seminário [...]. Universidade Federal da Paraíba, 2012.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Sinopse Estatística da Educação Superior 2020. Brasília, DF: INEP, 2022. Disponível em: https://www.gov.br/inep/pt-br/acesso-a-informacao/dados-abertos/sinopses-estatisticas/educacao-superior-graduacao. Acesso em: 09 dez. 2022.

JODELET, D. Representações sociais: um domínio em expansão. In: JODELET, D. (org.). As Representações sociais. Rio de Janeiro: Eduerj, 2001.

JODELET, D. O movimento de retorno ao sujeito e a abordagem das representações sociais. Sociedade e estado, v. 24, p. 679-712, 2009. Disponível em: https://www.scielo.br/j/se/a/bqm4vwYnbPvPy9dDGMWHqZt/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 10 abr. 2022.

KUHLMANN JR., M. As grandes festas didáticas: a educação brasileira e as exposições internacionais, 1862-1922. São Paulo: Universidade de São Francisco, Centro de Documentação e Apoio à Pesquisa em História da Educação, 2001.

KULESZA, W. A. Genealogia da escola nova no Brasil. Educação em Foco, Juiz de Fora, v. 7, n. 2, p. 83-92, 2002. Disponível em: https://educacaoemfoco.ufjf.emnuvens.com.br/edufoco/files/2010/02/061.pdf. Acesso em: 14 abr. 2022.

LEITE, D. et al. Inovação na Universidade: a pesquisa em parceria. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, Botucatu, v. 3, n. 4, p. 41-52, 1999. Disponível em: https://www.scielo.br/j/icse/a/DtmJh5HLN7gLzGhN96ZW3sf/?lang=pt. Acesso em: 10 nov. 2022.

LIBÂNEO, J. C. O dualismo perverso da escola pública brasileira: escola do conhecimento para os ricos, escola do acolhimento social para os pobres. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 38, n. 1, p. 13-28, 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ep/a/YkhJTPw545x8jwpGFsXT3Ct/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 10 nov. 2022.

LIMA, E.; LEITE, D. Inovação nas práticas da educação superior: as vozes de docentes-pesquisadores. Em Aberto, Brasília, v. 32, n. 106, p. 59-78, 2019. Disponível em: http://rbep.inep.gov.br/ojs3/index.php/emaberto/article/view/4225. Acesso em: 10 nov. 2022.

LIRA, A. A. D.; VILLAS-BÔAS, L. Conceitos de “prática” no campo educacional: história conceitual e teoria das representações sociais em foco. Revista Diálogo Educacional, v. 20, n. 66, p. 989-1014, set. 2020. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/dialogoeducacional/article/view/27104. Acesso em: 14 abr. 2022.

MESSINA, G. Mudança e inovação educacional: notas para reflexão. Cadernos de pesquisa, São Paulo, n. 114, p. 225-233, 2001. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cp/a/pvQTSjNjyR4nkqGjkLTv9DJ/abstract/?lang=pt. Acesso em: 10 abr. 2022.

MOREIRA, F. I. C. Relatório sobre a Exposição Internacional de 1862. London: Thomas Bretlell, 1863.

MOSCOVICI, S. A psicanálise, sua imagem e o seu público. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

PIMENTA, S. G. Formação de professores: saberes da docência e identidade do professor. Revista da Faculdade de Educação-USP, São Paulo, v. 1, n. 1, p. 72-89, 1996. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rfe/article/view/33579. Acesso em: 14 abr. 2022.

SOUZA, R. F. Inovação educacional no século XIX: a construção do currículo da escola primária no Brasil. Cadernos Cedes, Campinas, v. 20, n. 51, p. 9-28, 2000. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ccedes/a/rTX58kXfdPkX5yXv6jMtPLJ/abstract/?lang=pt. Acesso em: 14 nov. 2022.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 17. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

VEIGA, I. P. A. Inovações e projeto-pedagógico: uma relação regulatória ou emancipatória? Caderno Cedes, Campinas, v. 23, n. 61, p. 267-281, 2003. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ccedes/a/cH67BM9yWB8tPfXjVz6cKSH/. Acesso em: 14 nov. 2022.

VINUTO, J. A amostragem em bola de neve na pesquisa qualitativa: um debate em aberto. Temáticas, Campinas, v. 22, n. 44, p. 203-220, 2014.

WAGNER, F.; CUNHA, M. I. Oito assertivas de inovação pedagógica na educação superior. Em Aberto, Brasília, v. 32, n. 106, p. 27-41, 2019. Disponível em: http://rbep.inep.gov.br/ojs3/index.php/emaberto/article/view/4223. Acesso em: 14 abr. 2022.

Publicado

2023-01-28

Como Citar

DOMINGOS, S. D.; CHAMON, E. M. Q. de O. Saberes de inovação pedagógica de formadores de professores. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 16, n. 00, p. e023003, 2023. DOI: 10.26843/ae.v16i00.1225. Disponível em: https://publicacoes.unicid.edu.br/ambienteeducacao/article/view/1225. Acesso em: 27 maio. 2024.