Avaliação externa e gestão escolar: reflexões sobre usos dos resultados

Autores

  • Cristiane Machado UNIVÁS

DOI:

https://doi.org/10.26843/v5.n1.2012.117.p70%20-%2082

Palavras-chave:

Gestão pedagógica da escola, Avaliação externa, Qualidade do ensino

Resumo

Resumo

Este artigo aborda e problematiza usos dos resultados de avaliações externas no trabalho pedagógico para melhorar a qualidade do ensino por equipes da gestão escolar no ensino fundamental. Explora as relações da avaliação externa e da gestão escolar com usos dos resultados. Método: analisa dados de alunos de quatro escolas do ensino fundamental de uma rede municipal de ensino do estado de são paulo para exemplificar possibilidades de usos de resultados. Conclusões: conclui que, para efetivar as funções da gestão escolar, é necessário evidenciar elementos da realidade escolar que estão disponíveis nos resultados das avaliações externas e socializá-los com os profissionais da escola para edificar o trabalho coletivo na dire- ção da concretização de uma escola pública democrática. Destaca a importância da escola não esgotar a reflexão sobre sua realidade nas avaliações externas e buscar trilhar a trajetória da avaliação institucional, contemplando a autoavaliação.

Palavras-chave: Gestão pedagógica da escola; Avaliação externa;Qualidade do ensino.

Abstract

Introduction: This article discusses uses and results of external assessments in educational work to improve the quality of education by school management teams of elementary schools. It explores the relationships of the external evaluation and the school management to use the results. Method: It analyzes data from students in four elementary schools in the state of São Paulo to illustrate possible uses of results. Conclusion: This article concludes that to accomplish the tasks of school management it is necessary to evidence the elements of a reality that is available in the school results of external evaluations, and to socialize them with school professionals to build the collective work toward the realization of a democratic public school. It stresses the importance of schools not exhaust the reality in their reflection on external evaluations and seek to tread the path of institutional evaluation contemplating self-assessment.

Key Words: School, educational management ;External evaluation; Quality of teaching.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ADRI? O, T.; BORGHI, R. Organização do trabalho escolar e exclusão educacional: caminhos, desafios e possibilidades. In: CORREA, B. C. e GARCIA, T. O. (Ed.). Políticas educacionais e organização do trabalho na escola. São Paulo: Xamã, 2008. p.81-95.

BARRETTO, E. S. S. et al. Avaliação na educação básica nos 90 segundo os periódicos acadêmicos. Cadernos de Pesquisa, n. 114, p. 49-88, nov. 2001. ISSN 0100-1574. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo. php?script=sci_arttext&pid=S0100- -15742001000300003&nrm=iso >.

BRASIL. Portaria n. 1.795, de 27 de dezembro de 1994. In: DIÁRIO OFICIAL DA UNI? O (Ed.). Sistema nacional de avaliação da educação básica. Brasília: MEC, v.1, 1994. p.20.767-20.768.

BRASIL. Como melhorar o seu Ideb. 2012. Disponível em: < http://portal. mec.gov.br/index.php?option=com_co ntent&view=article&id=273&Item id=345 >. Acesso em: fev. de 2012.

FRANCO, C. et al. Qualidade e eqüidade em educação: reconsiderando o significado de ? fatores intra-escolares? ?. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, v. 15, n. 55, p. 277-298, Jun. 2007. ISSN 0104-4036. Disponí- vel em: < http://www.scielo.br/scielo. php?script=sci_arttext&pid=S0104- -40362007000200007&nrm=iso >.

FREITAS, D. N. T. Avaliação e gestão democrática na regulação da educação básica brasileira: uma relação a avaliar. Educação & Sociedade, v. 28, n. 99, p. 501-521, Ago. 2007. ISSN 0101-7330. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo. php?script=sci_arttext&pid=S0101- -73302007000200011&nrm=iso >.

FREITAS, L. C. Avaliação educacional: caminhando pela contramão. Rio de Janeiro: Vozes, 2009. GARCIA, A. L. Gestão da escola, qualidade do ensino e avaliação externa: desafios na e da escola. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências humanas). Unesp, Marília, SP.

GEWEHR, G. G. Avaliação da educação básica: políticas e práticas no contexto de escolas públicas municipais. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências humanas). PUCPR, Curitiba. INEP. Nota técnica: índice de desenvolvimento da educação básica ? Ideb. 2007. Disponível em: < www.inep.gov. br >.

INEP. Semelhanças e diferenças. Brasília, 2012. Disponível em: < http:// provabrasil.inep.gov.br/semelhancas- -e-diferencas >. Acesso em: fev. 2012. IPEA. Comunicado do Ipea nº 66: novembro de 2010.

KOETZ, C. M. Atuação da equipe diretiva e avaliações em larga escala: em busca de uma gestão democrática da escola pública. In: WERLE, F. O. C. (Ed.). Avaliação em larga escala: foco na escola. Brasília: Liber Livro, 2010.

LIB? NEO, J. C. Organização e gestão da escola: teoria e prática. 5.ed. Goiânia: Alternativa, 2004. LIB? NEO, J. C.; OLIVEIRA, J. F.; TOSHI, M. S. Educação escolar: políticas, estrutura e organização. 3.ed. São Paulo: Cortez, 2006.

MARTINS, S. M. O papel do coordenador pedagógico na melhoria da educação básica: uma reflexão sobre o uso da avaliação externa. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas). Unoeste, Presidente Prudente.

OLIVEIRA, R. P. Reformas educativas no Brasil na década de 90. In: OLIVEIRA, R. P. e CATANI, A. M. (Ed.). Reformas educacionais em Portugal e no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2000. p.77-94.

PARO, V. H. Administração escolar: introdução crítica. 9.ed. São Paulo: Cortez, 2000.

PARO, V. H. Gestão democrática da escola pública. 3.ed. São Paulo: Ática, 2008.

S? O PAULO. Secretaria de Estado da Educação de São Paulo. Matrizes de referência para a avaliação Saresp: documento básico: ensino fundamental e médio. São Paulo, 2009. Disponível em: <http://saresp.fde.sp.gov.br/2011/arquivos/Saresp2010_MatrizRefAvaliacao_DocBasico_Completo.pdf >. SOUSA, S. M. Z. L. Avaliação do rendimento escolar como instrumento de gestão educacional. In: OLIVEIRA, D. (Ed.). Gestão democrática da educação: desafios contemporâneos. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997. p.264-281.

SOUSA, S. Z.; LOPES, V. V. Avalia- ção nas políticas educacionais atuais reitera desigualdades. Revista Adusp Dossiê Educação, p. 53-59, jan. 2010.

SOUSA, S. Z.; OLIVEIRA, R. P. Sistemas estaduais de avaliação: uso dos resultados, implicações e tendências. Cadernos de Pesquisa, v. 40, n. 141, p. 793-822, Dec 2010. ISSN 0100-1574.

SOUSA, S. Z. Sala ambiente: avaliação escolar. 2012.

VASCONCELLOS, C. S. Coordenação do trabalho pedagógico: do projeto político-pedagógico ao cotidiano da sala de aula. 12.ed. São Paulo: Libertad, 2009.

VIANNA, H. M. Avaliações nacionais em larga escala: análises e propostas. Estudos em Avaliação Educacional, n. 27, p. 41-76, jan-jun. 2003.

VIANNA, H. M. Fundamentos de um programa de avaliação educacional. Brasília: Liber Livro, 2005.

VIEIRA, S. L. Política(s) e gestão da educação básica: revisitando conceitos simples. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, v. 23, n. 1, p. 53-69, jan-abr. 2007.

WERLE, F. O. C. Avaliação em larga escala: foco na escola. Brasília: Liber Livro, 2010.

Downloads

Publicado

2017-12-15

Como Citar

MACHADO, C. Avaliação externa e gestão escolar: reflexões sobre usos dos resultados. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 5, n. 1, p. 70–82, 2017. DOI: 10.26843/v5.n1.2012.117.p70 - 82. Disponível em: https://publicacoes.unicid.edu.br/ambienteeducacao/article/view/117. Acesso em: 23 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos