Educação básica nas escolas do campo no contexto da pandemia: ensino remoto para quem?

Autores

  • Maria do Socorro Pereira da Silva Universidade Federal do Piauí (UFPI), Bom Jesus ? PI
  • Adriana Lima Monteiro Cunha Universidade Federal do Piauí (UFPI), Bom Jesus ? PI
  • Thaynan Alves dos Santos Universidade Federal do Piauí (UFPI), Bom Jesus ? PI

DOI:

https://doi.org/10.26843/v14.n2.2021.1131.p417-431

Palavras-chave:

Escola básica, Educação do campo, Ensino remoto, Exclusão digital

Resumo

Este estudo analisou os impactos da pandemia nas escolas básicas do campo, com implantação do ensino remoto, destacando a exclusão educacional dos camponeses no acesso às tecnologias digitais. A metodologia da pesquisa considerou a abordagem qualitativa, por meio da pesquisa Investigação-Ação Participativa. Para coleta de dados, optamos pelo levantamento da literatura, entrevistas semiestruturadas online e observação participante, mediados pelo método dialético para análises dos dados, a partir da participação dos professores das escolas do campo, egressos das licenciaturas em Educação do Campo. Os resultados apontam que os impactos da pandemia nas escolas do campo agravaram o fechamento das escolas, revelando a falta de planejamento das gestões municipais de educação para oferta do ensino remoto, visto que as escolas do meio rural não têm acesso à rede de internet, e enfatizando as condições socioeconômicas dos camponeses para acesso às tecnologias digitais e qualificação dos professores do campo, que ampliaram as desigualdades educacionais no meio rural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria do Socorro Pereira da Silva, Universidade Federal do Piauí (UFPI), Bom Jesus ? PI

Professora do curso de Licenciatura em Educação do Campo (LEDOC-CPCE). Doutorado em Educação (UFPI).

Adriana Lima Monteiro Cunha, Universidade Federal do Piauí (UFPI), Bom Jesus ? PI

Professora do Curso de Licenciatura em Educação do Campo (LEDOC-CPCE). Doutora em Educação (UFPI).

Referências

BORDA, O. F. Algunos ingredientes básicos. In: Selección de Lecturas sobreInvestigaçión Acción Participativa. CIE Graciela Bustillos, Asociación de Pedagogos de Cuba La, Habana, 1999.

BRASIL. Projeto de lei n. 3477, de 2020. Senado Federal do Brasil. Disponível em: https://legis.senado.leg.br/sdlegetter/documento?dm=8916306&ts=1616156368586&disposition=inline. Acesso: 12 maio 2021.

BRASIL. Resolução CNE/CEB 1, de 3 de abril de 2002. Institui Diretrizes Operacionais para a Educação Básica nas Escolas do Campo. Disponível em: http://pronacampo.mec.gov.br/images/pdf/mn_resolucao_%201_de_3_de_abril_de_2002.pdf. Acesso: 12 mar. 2021.

CALDART, R. S. Educação do Campo. In: CALDART, R. S. et al. Dicionário da Educação do Campo. São Paulo, SP: Expressão Popular, 2012. p. 257-264.

CALDART, R. S. Pedagogia do Movimento Sem Terra. São Paulo, SP: Expressão Popular, 2005

CHAUÍ, M. O exercício e a dignidade do pensamento: o lugar da Universidade brasileira. Universidade em Movimento. Congresso Virtual da UFBA, Bahia, 2021.

COELHO, L. R. S. A função social da escola na Educação do Campo. Revista Lugares de Educação, Bananeiras, v. 1, n. 2, p. 136-149, jul./dez. 2011.

FRANCO, M. A. R. S. Pedagogia e prática docente. São Paulo, SP: Cortez, 2012.

GUERRA, D.; FIGUEIREDO, I. M. Z.; ZANARDINI, I. M. S. Políticas sociais e o direito à educação. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 15, n. esp. 3, p. 2188-2203, nov. 2020. e-ISSN: 1982-5587. DOI: 10.21723/riaee.v15iesp3.14425

RAM? N, R.; EDEL-NAVARRO, R.; FIGUEROA-RODRÍGUEZ, S. Dimensões pedagógicas para o uso da internet na educação telesecundária. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 16, n. esp. 1, p. 788-803, mar. 2021. e-ISSN: 1982-5587. DOI: 10.21723/riaee.v16iEsp.1.14915

SANTOS, C. A.; MOLINA, M. C. M.; HAGE, S. A. M. Ensino Remoto e à Distância aprofunda as Desigualdades e não garante o Direito à Educação dos Povos Tradicionais e Camponeses em Tempos de Pandemia. 2020. Disponível: https://anped.org.br/news/ensino-remoto-e-distancia-aprofunda-desigualdades-e-nao-garante-o-direito-educacao-dos-povos. Acesso em: 20 abr. 2021.

SAVIANI, D.; GALV? O, A. C. Educação na Pandemia: a falácia do ? ensino? ? remoto. Caderno Universidade & Sociedade, Rio de Janeiro, ano XXXI, n. 67, 2021.

STRECK, D. R. Pesquisar é pronunciar o mundo: notas sobre método e metodologia. In: BRAND? O, C. R.; STRECK, D. R. (Org.). Pesquisa participante: o saber da partilha. Aparecida, SP: Ideias e Letras. 2006. p. 259-276

Publicado

2021-12-15

Como Citar

SILVA, M. do S. P. da; CUNHA, A. L. M.; SANTOS, T. A. dos. Educação básica nas escolas do campo no contexto da pandemia: ensino remoto para quem?. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 14, n. 2, p. 417–431, 2021. DOI: 10.26843/v14.n2.2021.1131.p417-431. Disponível em: https://publicacoes.unicid.edu.br/ambienteeducacao/article/view/1131. Acesso em: 14 jun. 2024.