Perfil dos pacientes atendidos na clínica de odontopediatria de uma universidade privada de Curitiba, PR, Brasil

Bruna Lorena Barbaresco, Gizele Franco, Rafaela Guimarães Resende, Daniely Baumel da Cruz, Luiza Foltran de Azevedo Koch, Eduardo Pizzatto, Marilisa Carneiro Leão Gabardo

Resumo

Introdução: Propôs-se traçar o perfil dos pacientes atendidos na Clínica de Odontopediatria da Universidade Positivo, Curitiba, PR, Brasil. Métodos: Com desenho analítico, observacional e transversal, foram selecionados todos os prontuários (n=1527) dos pacientes atendidos no período de janeiro de 2009 a dezembro de 2017. As informações coletadas foram: ano de atendimento, gênero, cor da pele, motivo da consulta, idade da primeira consulta, hábitos deletérios, escovação e uso do fio dental. Os dados foram tabulados e apresentados em tabelas de frequências por meio do SPSS, versão 21. Resultados: A média da idade foi igual a 8 ± 2,7 anos, com maior frequência de meninas (51,3%) e crianças de cor branca (83,7%). Como motivo da consulta houve predomínio da categoria “rotina” (43,5%) e “tratamento ortodôntico” (20,6%). A maioria das crianças (69,4%) realizou a primeira consulta na clínica com idade superior a quatro anos. Constatou-se que 52,9% das crianças não apresentaram hábitos deletérios. Em relação à escovação dentária, 99,0% da amostra relataram fazê-la, entretanto, o uso do fio dental não foi uma prática adotada por boa parte dos pesquisados (64,6%). Conclusões: O perfil aqui determinado poderá servir de subsídios para o desenvolvimento de estratégias de promoção e de recuperação da saúde ofertadas pelo serviço em questão.

Palavras-chave

Odontopediatria; Perfil de saúde; Estudos transversais

Texto completo:

PDF

Referências

BALDANI MH, Rocha JS, Fadel CB, Nascimento AC, Antunes JLF, Moyses SJ. Assessing the role of appropriate primary health care on the use of dental services by Brazilian low-income preschool children. Cadernos de saude publica 2017 Nov 21;33(11): e00158116. 2. CHALUB LLFH, Borges CM, Ferreira RC, Haddad JPA, Ferreira EF, Vargas AMD. Association between social determinants of health and functional dentition in 35-year-old to 44-year-old Brazilian adults: a population-based analytical study. Community Dent Oral Epidemiol 2014 42(6):503-16. 3. RONCALLI AG, Tsakos G, Sheiham A, De Souza GC, Watt RG. Social determinants of dental treatment needs in Brazilian adults. BMC public health 2014 Oct 23; 14(1097. 4. TSUBOYA T, Aida J, Kawachi I, Katase K, Osaka K. Early life-course socioeconomic position, adult work-related factors and oral health disparities: cross-sectional analysis of the J-SHINE study. BMJ open 2014 Oct 3; 4(10):e005701. 5. PINILLA J, Negrin-Hernandez MA, Abasolo I. Time trends in socio-economic inequalities in the lack of access to dental services among children in Spain 1987-2011. International journal for equity in health 2015 Jan 31;14(9. 6. PINHEIRO RS, Torres TZG. Uso de serviços odontológicos entre os Estados do Brasil. Ciênc saúde coletiva 2006 dez.;11(4):999-1010. 7. GONÇALVES R, Cardoso A, Pinheiro AR, Filho RFMA, Monte Alto RV, Carvino MPF. Perfil socioeconômico dos pacientes nas clínicas dos cursos de Especialização da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal Fluminense - FOUFF. Rev Flum Odont 2012 1(37):15-8. 8. GIBILINI C, Esmeriz CEC, Volpato LF, Meneghim ZMAP, Silva DD, Sousa MLR. Acesso a serviços odontológicos e auto-percepção da saúde bucal em adolescentes, adultos e idosos. Arq odontol 2010 46(4):213-23. 9. NASSRI MRG, Silva AS, Yoshida AT. Levantamento do perfil socioeconômico de pacientes atendidos na clínica odontológica da Universidade de Mogi das Cruzes e do tratamento ao qual foram submetidos: clínica endodôntica. RSBO (Impr) 2009 set.; 6(3):272-8. 10. UCHÔA EM, Andrade LHR, Valente AGLR, Tannure PN. Necessidade de tratamento odontológico e perfil de crianças atendidas na clínica de Odontopediatria de uma instituição de ensino superior do Rio de Janeiro. Rev Odontol Univ Cid São Paulo 2014 26(2):127-32. 11. COSTA CHM, Forte FDS, Sampaio FC. Motivos para consulta e perfil socioeconômico de usuários de uma clínica infantil. Rev Odontol UNESP, Araraquara 2010 set.-out.; 39(5):285-9. 12. SILVA ZCM, Pagnocelli SD. Perfil do paciente atendido na Clínica de Odontopediatria da Faculdade de Odontologia da PUCRS no ano de 2003. Rev odonto ciênc 2004 jul.-set.; 19(45):214-8. 13. MELO JC, Elias DC, Souza RD, Oliveira PR. Perfil dos pacientes atendidos na clínica odontológica da Unincor. Rev Univ Vale do Rio Verde 2014 12(1):614-20. 14. BENEDICTO EN, Lages LHR, Oliveira OF, Silva RHA, Paranhos LR. A importância da correta elaboração do prontuário odontológico. Odonto 2010 18(36):41-50. 15. SOMMER S, Barros AGZ, Lima GC, Viana ES, Kramer PF. Perfil dos pacientes atendidos na clínica de odontopediatria do Curso de Odontologiada ULBRA Canoas/RS. Stomatos 2008 jul.-dez. ;14(27):3-16. 16. ANTUNES JL, Frazao P, Narvai PC, Bispo CM, Pegoretti T. Spatial analysis to identify differentials in dental needs by area-based measures. Community Dent Oral Epidemiol 2002 Apr; 30(2):133-42. 17. ANSARI SH, Mattar A, Alajmi K, Alharbi S, Madani A, Alenazi S. Ethnic disparities in the prevalence of dental caries among the outpatients of Riyadh Colleges of Dentistry and Pharmacy, Saudi Arabia. Donn J Den Oral Hyg 2017 mar.;3 (3):12-8. 18. GUIOTOKU SK, Moysés ST, Moysés SJ, França BHS, Bisinelli JC. Iniquidades raciais em saúde bucal no Brasil Rev panam salud pública = Pan am j public health 2012 fev.;31(2):135-41. 19. BATISTA LE, Barros S. Enfrentando o racismo nos serviços de saúde. Cadernos de saúde publica 2017 33(Sup 1):1-5. 20. FIGUEIRA TR, Leite ICG. Conhecimento e práticas de pais quanto à saúde bucal e suas influências sobre os cuidados dispensados aos filhos. Pesq Bras Odontoped Clin Integr 2008 jan.-abr.;8(1):87-92. 21. ISONG I, Dantas L, Gerard M, Kuhlthau K. Oral Health Disparities and Unmet Dental Needs among Preschool Children in Chelsea, MA: Exploring Mechanisms, Defining Solutions. Journal of oral hygiene & health 2014 2( 22. SILVA RA, Nóia NB, Gonçalves LM, Pinho JRO, Cruz MCFN. Assessment of mothers’ participation in a program of prevention and control of caries and periodontal diseases for infants. Rev paul pediatr 2013 mar.;31(1):83-9. 23. BITTENCOURT MAV, Machado AW. Prevalência de má oclusão em crianças entre 6 e 10 anos: um panorama brasileiro. Dental Press J Orthod 2010 dez.;15(6):113-22. 24. BRASIL. Ministério Da Saúde. Secretaria De Atenção À Saúde. Secretaria De Vigilância Em Saúde. SB Brasil 2010: pesquisa nacional de saúde bucal: resultados principais, Brasília, Ministério da Saúde; 2012. [Acesso em: 06 jun. 2019]. Disponível em: http://bvsms. saude.gov.br/bvs/publicacoes/pesquisa_nacional_saude_bucal.pdf. 25. BOECK EM, Pizzol KEDC, Barbosa EGP, Pires NCA, Lunardi N. Prevalência de má oclusão em crianças de 3 a 6 anos portadoras de hábito de sucção de dedo e/ou chupeta. Ver odontol UNESP, Araraquara 2013 abr.; 42(2):110-6. 26. SHEN L, He F, Zhang C, Jiang H, Wang J. Prevalence of malocclusion in primary dentition in mainland China, 1988-2017: a systematic review and meta-analysis. Sci Rep 2018 8(1):4716. 27. ANTUNES JLF, Peres MA, Mello TRC. Determinantes individuais e contextuais da necessidade de tratamento odontológico na dentição decídua no Brasil. Ciênc saúde coletiva 2006 mar;11(1):79-87. 28. RONCALLI AG. Projeto SB Brasil 2010: pesquisa nacional de saúde bucal revela importante redução da cárie dentária no país. Cadernos de saude publica 2011 jan.; 27(1):4-5. 29. CANGUSSU MCT, Cabral MBBS, Liesenfeld MH, Pastor IMO. Perfil da demanda ambulatorial infantil da Faculdade de Odontologia da UFBA nos anos de 1994 e 1999. Rev Fac Odontol Bauru 2001 jul.-dez. ;9((3/4)):151-5. 30. FERNANDES DSC, Klein GV, Lippert AO, Medeiros NG, Oliveira RP. Motivo do atendimento odontológico na primeira infância. Stomatos 2010 jan./jun.;16(30): 31. KRAMER PF, Ardenghi TM, Ferreira S, Fischer LA, Cardoso L, Feldens CA. Utilização de serviços odontológicos por crianças de 0 a 5 anos de idade no município de Camilo RGS. Cadernos de saude publica 2008 24(1):150-6. 32. LEE JY, Bouwens TJ, Savage MF, Vann WF, Jr. Examining the cost-effectiveness of early dental visits. Pediatric dentistry 2006 Mar-Apr;28(2):102-5; discussion 92-8. 33. SAVAGE MF, Lee JY, Kotch JB, Vann WF, Jr. Early preventive dental visits: effects on subsequent utilization and costs. Pediatrics 2004 Oct;114(4):e418-23. 34. SCHWENDLER A, Faustino-Silva DD, Rocha CF. Saúde bucal na ação programática da criança: indicadores e metas de um serviço de atenção primária à saúde. Ciênc saúde coletiva 2017 jan.; 22(1):201-7. 35. VIANA IB, Martelli PJL, Pimentel FC. Análise do acesso aos serviços odontológicos através do indicador de primeira consulta odontológica programática em Pernambuco: Estudo comparativo entre os anos 2001 e 2009. Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza 2012 abr.-jun.;25(2):151-60. 36. LEME M, Barbosa T, Castelo P, Gaviao MB. Associations between psychological factors and the presence of deleterious oral habits in children and adolescents. The Journal of clinical pediatric dentistry 2014 Summer;38(4):313-7. 37. CARIOLA TC. O desenho da figura humana de crianças com bruxismo. Bol psicol 2006 jun.;56(124):37-52. 38. GOMES MC, Neves ET, Perazzo MF, Souza EGC, Serra-Negra JM, Paiva SM, et al. Evaluation of the association of bruxism, psychosocial and sociodemographic factors in preschoolers. Brazilian oral research 2018 Feb 5;32(e009. 39. SERTÓRIO SCM, Silva IA. As faces simbólica e utilitária da chupeta na visão de mães. Rev Saúde Pública 2005 abr.;39(2):156-62. 40. GIOVANNINI M, Riva E, Banderali G, Scaglioni S, Veehof SH, Sala M, et al. Feeding practices of infants through the first year of life in Italy. Acta paediatrica (Oslo, Norway : 1992) 2004 Apr;93(4):492-7. 41. DAVOGLIO RS, Aerts DRGC, Abegg C, Freddo SL, Monteiro L. Fatores associados a hábitos de saúde bucal e utilização de serviços odontológicos entre adolescentes. Cadernos de saude publica 2009 mar.;25(3):655-67.


Visualizações do PDF:

19 views


Visualizações do Resumo:

61 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
-->
Tema: Mpg. Customizado por: Articloud