Mordida Aberta Anterior – uma revisão da literatura

Tamyres Ruiz Abi Antoun, Denis Clay Lopes dos Santos, Everton Flaiban, Daniel Negrete, Renata Bortolin, Raquel Lopes dos Santos

Resumo

A mordida aberta anterior é vista como um dos maiores desafios dos ortodontistas; essa má oclusão ainda é muito discutida por sua origem multifatorial e por ser considerada de grande importância aos pacientes pelo fator estético. Essa causa ocorre por uma combinação variável, congênita ou adquirida. Classificar a etiologia da mordida aberta anterior e a idade do paciente é o primeiro passo, e de grande importância, para entender e solucionar essa má oclusão que acomete tanto o gênero masculino quanto feminino, principalmente na infância e durante a troca de dentição. A mordida aberta anterior (MAA) pode ser definida como a presença de um trespasse vertical negativo entre as bordas incisais dos dentes anteriores superiores e inferiores. Os profissionais da saúde precisam identificar precocemente a presença de hábitos bucais deletérios, pois a prevenção resulta em melhor qualidade de vida do paciente, favorecendo condições adequadas de alimentação, respiração e fala, melhorando harmonia e equilíbrio oral facial. Essa má oclusão, quando diagnosticada precocemente, aumenta as chances de sucesso da terapia ortodôntica

Palavras-chave

Mordida Aberta ; Má oclusão ; Ortodontia

Texto completo:

PDF

Referências

BURFORD D, Noar JH. The causes, diagnosis and treatment of anterior open bite. Dental update 2003 Jun;30(5):235-41. 2. MACIEL CTV, Leite ICG. Aspectos etiológicos da mordida aberta anterior e suas implicações nas funções orofaciais. Pró-Fono Rev Atual Cient 2005 17(3):293-302. 3. NGAN P, Fields HW. Open bite: a review of etiology and management. Pediatric dentistry 1997 Mar-Apr;19(2):91-8. 4. SERRA-NEGRA JMC, Pordeus IA, Rocha Jr JF. Estudo da associação entre aleitamento, hábitos bucais e maloclusões. Rev Odontol Univ São Paulo 1997 11(2):79-86. 5. PROFFIT WR. Ortodontia contemporânea. 5. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan 2013. 6. MONGUILHOTT LMJ, Frazzon JS, Cherem VB. Hábitos de sucçäo: como e quando tratar na ótica da ortodontia X fonoaudiologia. Rev dent press ortodon ortop maxilar 2003 jan.-fev. ;8(1):95-104. 7. NAKAO TH, Bertos FA, Oliveria DT, Bartoz AP, Bigliazzi R. Hábitos bucais como fatores de risco para a mordida aberta anterior: uma revisão de literatura. Rev Odontol Araçatuba 2016 maio-ago.;37(2):9-16. 8. ARTESE A, Drummond S, Nascimento JM, Artese F. Critérios para o diagnóstico e tratamento estável da mordida aberta anterior. Dental Press J Orthod 2011 jun.;16(3):136-61. 9. WORMS FW, Meskin LH, Isaacson RJ. Open-bite. American journal of orthodontics 1971 Jun;59(6):589-95. 10. KIM YH. Overbite depth indicator with particular reference to anterior open-bite. Am J Orthod. 1974 Jun;65(6):586-611. 11. DAWSON PE. Solving anterior open-bite problem. Saint Louis: Mosby; 1974. 12. NAHOUM HI. Vertical proportions: a guide for prognosis and treatment in anterior open-bite. Am J Orthod. 1977 Aug;72(2):128-46. 13. ALMEIDA RR, Ursi WJ. Anterior open bite. Etiology and treatment. Oral health 1990 Jan;80(1):27-31. 14. MOYERS RE, Riolu ML. Tratamento precoce. In: Moyers, RE. Ortodontia. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 1991. p. p. 292-369. 15. CARVALHO CM, Carvalho LFPC, Forte FDS, Aragao MS, Costa LJ. Prevalência de mordida aberta anterior em crianças de 3 a 5 anos em Cabedelo/PB e relação com hábitos bucais deletérios. Pesq Bras Odontoped Clin Integr João Pessoa 2009 9(2):205-10. 16. HENRIQUES JFC, Janson GRP, Almeida RR, Dainesi EA, Hayasaki SM. Mordida aberta anterior: a importância da abordagem multidisciplinar e consideraçöes sobre etiologia, diagnóstico e tratamento: apresentaçäo de um caso clínico. Rev dent press ortodon ortop maxilar 2000 maio-jun.;5(3):29-36. 17. TORRES F, Almeida RR, De Almeida MR, Almeida-Pedrin RR, Pedrin F, Henriques JF. Anterior open bite treated with a palatal crib and high-pull chin cup therapy. A prospective randomized study. Eur j orthod. 2006 Dec;28(6):610-7. 18. TANAKA O, Kreia TB, Bezerra JGB, Maruo H. A má-oclusão e o hábito de sucção de diferentes dedos. J Bras Ortodon Ortop Facial 2004 9(51):276-83. 19. GOIS EGO. A influência dos hábitos de sucção não nutritiva, do padrão respiratório e do tamanho da adenoide no desenvolvimento das más oclusões na dentição decídua: estudo tipo caso-controle em pré-escolares de Juiz de Fora – MG [Dissertação]. Belo Horizonte, MG: Universidade Federal de Minas Gerais; 2005. 20. GRABER TM. Ortodoncia: teoría y práctica. 3. ed. . In: Graber, TM. Etiología de la maloclusión: factores locales. México: InterAmericana; 1974. p. p.311-74. 21. FRANCO FCM, Araújo TM, Habib F. Pontas ativas: um recurso para o tratamento da mordida anterior Ortodon gaúch 2001 jan.-jun. ;5(1):6-12. 22. ALMEIDA RR, Almeida Pedrin RR, Almeida MR, Garib DG, Almeida PCMR, Pinzan A. Etiologia das más oclusöes: causas hereditárias e congênitas, adquiridas gerais, locais e proximais (hábitos bucais). Rev dent press ortodon ortop maxilar 2000 nov.-dez. ;5(6):107-29. 23. CAVALCANTI RVA. Más oclusões X alteralções oromiofuncionais [Monografia]. Rio de Janeiro: : Cefac-Centro de Especializações em Fonoaudiologia Clínica- Motricidade Oral; 1999. 24. JUSTUS R. Correction of anterior open bite with spurs: long-term stability. World J Orthod 2001 2(3):219-31. 25. REIS MJ, Pinheiro CN, Malafaia M. Tratamento da mordida aberta anterior: relato de caso clínico. Rev Clín Ortodon Dental Press, Maringá 2007 ago.-set.;6(4):88-96. 26. MONTANARE M. Mordida aberta anterior [Monografia]. São Paulo: Faculdade de Odontologia, Universidade Estadual Paulista, Araçatuba; 2013. 27. SILVA LK, Brasolotto AG, Berretin-Felix G. Função respiratória em indivíduos com deformidades dentofaciais. Rev CEFAC 2015 17(3):854-63. 28. DA Silva Filho OG, Gomes Gloncalves RJ, Maia FA. Sucking habits: clinical management in dentistry. J clin pediatr dent. 1991 Spring;15(3):137-56. 29. ALMEIDA RR, Almeida-Pedrin RR, Almeida MR, Ferreira FPC, Pinzan A, Insabralde CMB. Displasias verticais: mordida aberta anterior - tratamento e estabilidade. Rev dent press ortodon ortop maxilar 2003 jul.-ago. ;8(4):91-119. 30. CINTRA CFSC, Castro FFM, Cintra PPVC. As alteraçôes orofaciais apresentadas em pacientes respiradores bucais. Rev bras alergia imunopatol 2000 mar.-abr. ;23(2):78-83. 31. CASSIS MA. Tratamento da mordida aberta anterior com esporão colado e mentoneira: estudo comparativo dos efeitos dentoalveolares e esqueléticos [Dissertação]. São Paulo: Universidade de São Paulo; 2009. 32. BJORK A. Prediction of mandibular growth rotation. American journal of orthodontics 1969 Jun;55(6):585-99. 33. ALMEIDA RR, Santos SCBN, Santos ECA, Insabralde CMB, Almeida MR. Mordida aberta anterior: considerações e apresentação de um caso clínico. Rev Dental Press Ortodon Facial 1998 março-abr.;3(2):17-29. 34. SUBTELNY JD, Sakuda M. Open-bite: diagnosis and treatment. Am J Orthod. 1964 50(5):337-58. 35. FABRE AF, Mendonça MR, Cuoghi OA, Farias APF. Mordida aberta anterior: considerações-chave. Arch Health Invest 2014 3(5):48. 36. ZUROFF JP, Chen SH, Shapiro PA, Little RM, Joondeph DR, Huang GJ. Orthodontic treatment of anterior open-bite malocclusion: stability 10 years postretention. Am J Orthod Dentofac Orthop. 2010 Mar;137(3):302.e1-8; discussion -3. 37. BALLANTI F, Franchi L, Cozza P. Transverse dentoskeletal features of anterior open bite in the mixed dentition. Angle Orthod. 2009 Jul;79(4):615-20. 38. GREENLEE GM, Huang GJ, Chen SS, Chen J, Koepsell T, Hujoel P. Stability of treatment for anterior open-bite malocclusion: a meta-analysis. Am J Orthod Dentofac Orthop. 2011 Feb;139(2):154-69. 39. MILLER H. The early treatment of anterior open bite. Int j orthod. 1969 Mar;7(1):5-14. 40. ERVERDI N, Tosun T, Keles A. A new anchorage site for the treatment of anterior open bite: zygomatic anchorage case report. World J Orthod 2002 3(2):147-53. 41. LIMA GN, Cordeiro CM, Justo JS, Rodrigues LCB. Mordida aberta anterior e hábitos orais em crianças. Rev Soc Bras Fonoaudiol 2010 15(3):369-75. 42. MEDEIROS RB. A estabilidade do tratamento da mordida aberta em pacientes adultos [Dissertação]. Rio de Janeiro: Universidade Federal Fluminense; 2011. 43. REYNEKE JP, Ferretti C. Anterior open bite correction by Le Fort I or bilateral sagital split osteotomy. Oral and maxillofacial surgery clinics of North America 2007 Aug;19(3):321-38, v. 44. MCCANCE AM, Moss JP, James DR. Stability of surgical correction of patients with Skeletal III and Skeletal II anterior open bite, with increased maxillary mandibular planes angle. Eur j orthod. 1992 14(3):198-206. 45. DENISON TF, Kokich VG, Shapiro PA. Stability of maxillary surgery in openbite versus nonopenbite malocclusions. Angle Orthod. 1989 Spring;59(1):5-10.


Visualizações do PDF:

34 views


Visualizações do Resumo:

43 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
-->
Tema: Mpg. Customizado por: Articloud