Alterações bucais mais frequentes no bebê: relato de dois casos de cistos de inclusão

José Massao Miasato, Paulo Renato Martins Vaz, Fernanda Figueira Rodrigues Vieira, Roberto da Gama Silveira

Resumo

Introdução: Os cistos de inclusão do recém-nascido são observados em grupos de dois a seis cistos, embora as lesões possam ocorrer isoladamente, de coloração branca, branco-amarelada ou acinzentada, localizadas na mucosa bucal, podendo desaparecer ainda na fase intrauterina e ser classificadas, de acordo com a localização, como: nódulos de Bohn, cistos da lâmina dentária e pérolas de Epstein. O objetivo deste artigo é relatar dois casos de cistos de inclusão em bebês, diagnosticados como nódulos de Bohn e cistos da lâmina dentária. As lesões são inócuas e nenhum tratamento é necessário. Conclusão: Considerando-se que os cistos de inclusão são alterações frequentes na cavidade oral dos bebês, conclui-se ser imprescindível que odontopediatras e profissionais que atendem crianças nessa faixa etária os reconheçam, atentando para a necessidade de intervenção e, sobretudo, de tranquilizar os pais, normalmente preocupados ao observar essas anomalias em seus filhos.

Palavras-chave

Recém-nascido;Mucosa bucal;Odontopediatria.

Texto completo:

PDF

Referências

flaitz cm. Patologias e alterações dos tecidos moles orais. in: Pinkhan Jr. odontopediatria - da infância à adolescência. São Paulo: Artes Médicas; 1996.

Bezerra S, Costa I. Oral conditions in children from birth to 5 years: the findings of a children’s dental program. J clin pediatr Dent. 2000; 25(1): 78-81.

Binnie WH. Periodontal cysts and epulides. Periodontol 2000. 1999 Oct; 21: 1632.

cameron A, Widmer r. manual de odontopediatria. são Paulo: santos; 2001. 5. corrêa msnP. odontopediatria na primeira infância. são Paulo: santos; 1998.

Hayes PA. Hamartomas, eruption cyst, natal tooth and epstein pearls in a newborn. ASDC. J Dent Child. 2000 Sep-Oct; 67(5): 365-8.

machado mAAm, silva smb, Abdo rcc. odontologia em bebês – protocolos clínicos, preventivos e restauradores. são Paulo: santos; 2005..

Neville BW, Damm DD, Allen CM, Bouquot JE. Patologia oral e maxilofacial. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2004.

Walter lrf, ferelle A, issao m. odontologia para o bebê. são Paulo: Artes médicas; 1999.

baldani mH, lopes cml, scheidt WA. Prevalência de alterações bucais em crianças atendidas nas clínicas de bebês públicas de Ponta Grossa – Pr, brasil. pesqui odontol bras. 2001 out-dez; 15(4): 302-307.


Visualizações do PDF:

621 views


Visualizações do Resumo:

1692 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
-->
Tema: Mpg. Customizado por: Articloud