Revista @mbienteeducação

Notícias

 

Fluxo de publicação da Revista @mbienteeducação - Quadriênio 2021-2024

 

2021.1

v.14, n.1, Jan/Abr 2021 Fluxo Contínuo de artigos diversos, editora Margaréte May Berkenbrock-Rosito

Prazo de submissão: 10/11/2020


DOSSIÊ

v. 14, n.1, Jan/Abr 2021 Dossiê: A MOBILIZAÇÃO DO CONCEITO DE INSUBORDINAÇÃO CRIATIVA NAS PESQUISAS EM EDUCAÇÃO. Editoras convidadas: Celi Espasandin Lopes (Universidade Cruzeiro do Sul) e Patrícia Corrêa Santos (Instituto Federal Baiano – Campus Teixeira de Freitas)

 

EMENTA: O cerne das ideias para a criação do conceito de insubordinação criativa pauta-se nos estudos do sociólogo Robert King Merton, publicados na década de 60, que tinha como foco a burocracia.    O conceito de insubordinação criativa surge na literatura da área de Educação na década de 80 na cidade de Chicago quando pesquisadores investigaram as quebras de regras de diretores de escola em relação às instâncias superiores com o objetivo de   diluir os efeitos desumanizantes de ordens autoritárias e impessoais. No Brasil este conceito começa a ser utilizado em 2014[1] pelas professoras Beatriz Silva D´Ambrosio e Celi Espasandin Lopes em suas pesquisas em Educação Matemática, quando publicam o primeiro livro da coleção Insubordinação Criativa, pela Editora Mercado de Letras. Além de discutir as possibilidades das ações criativamente insubordinadas de gestores e professores, D’Ambrosio e Lopes (2015a)[2] lançam foco sobre o fazer do pesquisador, ponderando sobre possibilidades de questionamentos diante de sua produção científica, que visa à ética e ao comprometimento com a qualidade de vida humana. D’Ambrosio e Lopes (2015b)[3]  ponderam que a ousadia no fazer científico pode contribuir para promover uma formação humana que permita aos indivíduos uma ação social pautada na solidariedade e em princípios éticos. As pesquisas podem atender a um movimento em espiral, que propicie um repensar sobre o que está posto, uma ruptura com regras e normas, uma busca liberta e criativa por outros focos, enfoques e contextos. Diante do exposto, convidam-se pesquisadores da área de Educação a submeterem artigos oriundos de suas investigações as quais dialoguem com o conceito de insubordinação criativa.

Prazo de submissão: 10/11/2020



[1] D’AMBROSIO, B. S.; LOPES, C. E. Trajetórias Profissionais de Educadoras Matemáticas. Campinas: Mercado de Letras, 2014.

[2] D’AMBROSIO, B. S.; LOPES, C. E. Insubordinação Criativa: um convite à reinvenção do educador matemático. Bolema [online]. 2015a, vol.29, n.51, p.1-17. D’AMBROSIO, B. S.; LOPES, C. E. Creative Insubordination in Brazilian Mathematics Education Research. Morrisville: Lulu, 2015b.

[3] D’AMBROSIO, B. S.; LOPES, C. E. Creative Insubordination in Brazilian Mathematics Education Research. Morrisville: Lulu, 2015b.

 

 
Publicado: 2020-09-16 Mais...
 

Registro no ORCID (Open Researcher and Contributor ID)

 

Prezados(as),

Seguindo uma tendência de internacionalização e objetivando ampliarmos a
visibilidade dos artigos publicados na Revista @mbienteeducação,
solicitamos a todos os autores façam seu registro no ORCID (Open Researcher
and Contributor ID https://orcid.org/). Ele é um identificador digital para
o autor, assim como o  DOI é um documento digital para o artigo.

Solicitamos que, após o registro, favor atualizar seu perfil na plataforma
da Revista @mbienteeducação, utilizando seu login e senha.

Link de orientação para registro:https://www.contentmind.com.br/orcid/

Atenciosamente,

----------------------------------------------

Equipe Editorial da Revista @mbienteeducação

Revista @mbienteeducação

Acesse: http://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao

 
Publicado: 2017-07-12
 

v. 13, n. 3 (2020): Set. / Dez. - 2020


Capa da revista