Submissões

Submissões Online

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

Já possui um login/senha de acesso à revista Revista @mbienteeducação?

Acesso Start New Submission

Não tem login/senha?

Acesse a página de cadastro
 

Diretrizes para Autores

Avaliação dos originais

Os originais recebidos são previamente avaliados pelo Comitê Editorial; aqueles que não se enquadram no escopo da revista são devolvidos aos autores; os que estão adequados aos critérios do periódico são encaminhados a dois especialistas da área – avaliadores externos, membros do Conselho Editorial ou pesquisadores pareceristas ad hoc– com título de doutor e filiados a instituições distintas das quais se vinculam os autores. Os especialistas realizam a avaliação de acordo com os seguintes critérios: relevância do tema para a área de estudo; consistência teórico-metodológica; pertinência e atualidade da bibliografia; clareza na exposição do objeto de estudo e na argumentação; rigor na utilização dos conceitos; pertinência, clareza e fundamentação da metodologia estatística empregada. Nesse processo de avaliação, os nomes dos avaliadores e dos autores permanecem em sigilo. No último número de cada volume, é publicado o nome de todos os pareceristas que colaboraram com a revista ao longo do ano.

Os autores recebem comunicação relativa aos pareceres emitidos, informando se seu texto foi aceito, rejeitado ou se necessita de correções para publicação. O Comitê Editorial reserva-se o direito de recusar o artigo ao qual foram solicitadas correções caso estas não sejam atendidas a contento.

 

Publicação dos originais

Se a matéria for aceita para publicação, a revista permite-se introduzir pequenas alterações formais no texto, respeitando o estilo e a opinião dos autores. Os trabalhos não poderão ser publicados em qualquer outra forma antes de decorridos seis meses de sua publicação na Revista @mbienteeducação. Artigos de um mesmo autor só serão publicados com intervalo de, pelo menos, seis meses.

 

Autoria

Solicitam-se dos autores: nome completo (sem abreviações); vínculo institucional ou última ocupação profissional; cidade, estado e país da instituição; titulação (graduado, especialista, mestre/mestrando, doutor/doutorando), endereço, telefone, celular e e-mail de contato. Pede-se, ainda, que o autor indique como seu nome deve constar da publicação e qual e-mail deve ser apresentado. Os autores de textos publicados receberão um e-mail comunicando o número em que suas matérias forem veiculadas.

 

Os direitos autorais dos trabalhos publicados pertencem à revista @mbienteeducação que adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial". A versão on-line é de acesso aberto e gratuito. Os pontos de vista expressos nos textos são de responsabilidade dos autores.

 

Revista @mbienteeducação não cobra taxa de submissão ou de editoração de artigos (articles processing charges – APC).

 

Para publicação do material em outros veículos, entrar em contato com: ambiente.educacao@unicid.edu.br

 

Apresentação dos originais

 

Para submeter um artigo à Revista @mbienteeducação, é necessário fazer o cadastro no Portal de Periódicos criando login e senha de acesso. O autor deve acessar o sistema, clicar no link “Nova submissão” e preencher as informações necessárias nos cinco passos de submissão, a saber:

Passo 1. Iniciar submissão: preenchimento dos campos: Seção; Idioma da submissão; Condições para submissão (todos os itens deste campo devem ser selecionados); Declaração de direito autoral; e Comentários para o editor (caso houver necessidade).

Passo 2. Transferência do manuscrito: envio do artigo, em PDF, para avaliação. Dessa versão do artigo não devem constar quaisquer referências que permitam identificar a autoria do trabalho. Assim, é necessário excluir do artigo, além do nome dos autores, nomes das instituições e de projetos, ou mesmo alguma menção em fonte de tabela/gráfico/quadro/figura e em referência bibliográfica.

Passo 3. Metadados da Submissão (Indexação): inclusão dos dados dos autores, do título e do resumo do trabalho apresentado, de contribuidores e agências de fomento (se for o caso) e das referências do texto.

Passo 4. Transferência de documentos suplementares: envio do artigo, em Microsoft Word, com todas as informações de autoria. Além disso, nesta etapa da submissão, devem ser enviados tabelas, gráficos, quadros e figuras, em arquivos separados editáveis.

Passo 5. Confirmação da submissão: nesta etapa, o autor deve clicar em “Concluir submissão”.

 

Para acompanhar o status da submissão, o autor deve acessar o sistema → menu → acesso → login e senha. Indica-se que todos os autores estejam cadastrados no sistema. 

 

 Condições para submissão

 

 

A Revista @mbienteeducação  aceita  colaboração de artigos, entrevistas e resenhas. São admitidas colaborações de textos em português, inglês, espanhol, francês e italiano.

 

O número de autores por artigo, resenha e/ou entrevista é no máximo 3 autores, sendo ao menos um com título de doutor.

 

Orientações para Organização de Dossiê Temático

 

1) Apresentação de uma proposta de Dossiê contendo uma ementa e justificativa sobre a relevância da temática e pertinência com o foco e escopo editoriais da Revista @mbienteeducação;

2) Identificação do responsável pelo Dossiê Temático:  nome completo, titulação, afiliação institucional e e-mail. O proponente poderá encaminhar a proposta para o e-mail:  margaretemay@uol.com.br e ambiente.educacao@unicid.edu.br

3) Os nomes dos artigos e seus autores deverão constar da proposta do Dossiê, com a atenção para que não sejam trabalhos da mesma instituição, bem como para que não ocorra a proposta de mais do que um artigo por autor;

4) As submissões dos Dossiês deverão ser feitas na página do usuário; contendo no mínimo 08 artigos sobre a temática

5) Os artigos que comporão o Dossiê, bem como os de demanda contínua, não poderão ser de autoria de mestrandos ou doutorandos, salvo se em coautoria com os seus respectivos orientadores e/ou parceiro que tenha no mínimo título de doutor, pertinência ou aproximação com a especificidade da Revista;

6) Os artigos dos Dossiês serão objetos de pareceres de avaliadores Ad Hoc;

7) Artigos recusados quanto ao mérito e forma não serão publicados;

8) Ao submeter o artigo ao Dossiê, o autor(es) concorda(m) com a cessão dos direitos de publicação para a Revista @mbienteeducação;

9) As submissões de artigos, para qualquer efeito, apontam o conhecimento pleno de todas as diretrizes constantes nas orientações para a elaboração do Dossiê Temático;

10) Os autores atestam a originalidade, bem como a declaração de não submissão do material que apresentaram à qualquer outro periódico;

11) Os artigos não deverão ultrapassar a quantidade de 25 páginas;

12) Solicita-se a observância às normas da ABNT, conforme Diretrizes para Autores e Normas para publicações. 

 

Normas para publicações

 

Formatação

 

Todos os documentos enviados à Revista @mbienteeducação devem ter o seguinte formato obrigatório: 3 cm de margem superior, 3 cm de margem inferior, 3 cm de margem esquerda e 2 cm de margem direita; parágrafo 1,25; com espaçamento de 1,5 entre as linhas; sem espaço (anterior ou posterior) entre os parágrafos, páginas enumeradas (após a folha de rosto, na margem inferior à direita), fonte em Times New Roman, no corpo 12.

 

Artigos, relatos de pesquisa e ensaios teórico-metodológicos: não podem ultrapassar 25 páginas (incluídos os anexos).

 

 

Resenhas: devem apresentar extensão máxima de 6 páginas, contendo referência da obra resenhada, título e análise crítica que traga contribuições ao campo de estudo do trabalho em questão.

 

Estrutura dos artigos

Título e subtítulo devem vir em negrito, em letras maiúsculas, espaçamento 1,5, fonte 12 e alinhamento centralizado, tipo de letra Time News Roman. Trazendo, em seu início, o título do trabalho em português, espanhol e inglês.

 

Nome do autor e coautores devem vir alinhados à direita. Abaixo do nome do autor e  coautores devem constar respectivamente o e-mail. Em nota de rodapé os dados de apresentação do autor e coautores.

 

Resumo, Resumen e Abstract: Os artigos precisam vir acompanhados de resumos em português, resumen em espanhol e abstract em inglês contendo no máximo 15 linhas, com o objetivo, o método, os resultados e as conclusões do artigo. O espaçamento deve ser simples entre as linhas e sem espaço entre parágrafos, sem conter siglas nem referências, letra tamanho 10. Ao final do resumo, indicar quatro palavras-chave; palabras clave; Keywords (descritores) do conteúdo do texto.

Texto, incluindo introdução, desenvolvimento: subtítulos, tabelas e gráficos (se utilizados), conclusões, referências

• Citações, remissões, notas e siglas devem obedecer às regras da ABNT (NBR 10520, 2002). As citações diretas (textuais), com até três linhas, devem ser incorporadas ao texto, entre aspas, sendo necessário indicar o sobrenome do autor, ano e número da página.

Ex.: Em função desses indicadores, “chegou-se à organização de cinco grandes grupos de escolas denominadas azul, verde, amarelo, laranja e vermelho” (SÃO PAULO, 2001, p. 55).

 

● Citações com mais de três linhas deverão ser apresentadas sem aspas, com recuo de 4cm a partir da margem esquerda, com espaçamento simples entre as linhas e sem espaço entre parágrafos, em fonte Times New Roman e corpo 10, sendo necessário indicar o sobrenome do autor, ano e página.

 Ex.:

[...] a sofisticação técnica da avaliação nacional – que hoje ocupa a atenção da cúpula decisória e de seus assessores – apresenta-se como entrave para a compreensão; tanto pelos atores dos sistemas e escolas como pela população em geral, do processo avaliativo realizado. (FREITAS, 2004, p. 685)

 

• Na citação de citação deve ser empregada a expressão latina “apud” (citado por) para identificar a fonte que foi efetivamente consultada, a qual deve ter a referência completa no rodapé; e na lista de Referências incluir apenas a obra consultada (CARONE et al., 2003).

Ex.: Para Watson (apud CARONE et al., 2003) [...].

 

• As remissões bibliográficas indiretas são incorporadas ao texto entre parênteses (ano). Ex.: Segundo João Barroso (2006), todos...

 

• As notas explicativas devem ser evitadas e utilizadas apenas quando for estritamente necessário, preferencialmente sem ultrapassar três linhas. Devem figurar sempre no rodapé da página, numeradas sequencialmente.

 

• As siglas devem ser desdobradas quando mencionadas à primeira vez no artigo. Ex.: Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

 

• A metodologia estatística empregada deve ser descrita com detalhamento que permita que os resultados possam ser replicados por um leitor com experiência no assunto que tenha acesso aos dados originais. Por outro lado, deve-se evitar o uso de linguagem excessivamente técnica, visando a apresentar a descrição metodológica com clareza suficiente para que um leitor não especializado no assunto também possa compreendê-la. Essas recomendações se traduzem, principalmente, em medidas como:

- fornecer detalhes sobre as unidades experimentais, aleatorização e procedimentos amostrais;

- descrever e/ou proporcionar acesso aos instrumentos de coleta da pesquisa;

- indicar todas as técnicas descritivas e inferenciais utilizadas, fornecendo referências bibliográficas sempre que necessário;

- apresentar os resultados quantitativos com suas respectivas medidas de incerteza (intervalos de confiança, p-values, etc.);

- adotar um nível de precisão na apresentação dos dados e resultados (por exemplo, número de casas decimais) padronizada e coerente com as possibilidades da pesquisa;

- utilizar recursos gráficos e tabelas sempre que esses elementos possam facilitar a organização e síntese dos dados e a compreensão dos resultados;

- discutir a razoabilidade dos resultados obtidos e relatar possíveis limitações dos métodos empregados;

- definir os termos técnicos, os símbolos matemáticos e as siglas presentes no artigo;

- especificar os softwares estatísticos utilizados.

 

• Tabelas, gráficos, quadros e figuras (assim como os títulos e as fontes) devem ser apresentados no corpo do texto, e não em caixas de texto, alinhados à esquerda, em sua página correspondente, numerados com algarismos arábicos, com títulos (posicionados acima, em corpo 12) padronizados quanto ao formato e termos utilizados. Abaixo destes, sem estarem em caixas de texto, deve, obrigatoriamente, ser indicada a fonte dos dados (remetida às referências bibliográficas), com autoria e ano, inclusive se for de elaboração própria dos autores, em corpo 10, alinhada à esquerda, espaço 1,5 entre linhas. As tabelas, os gráficos e os quadros devem se apresentar em software compatível com o ambiente Windows, de preferência em Excel, e as figuras (ilustrações, imagens, mapas, fotos, etc.), em arquivo com alta resolução (300 dpi), todos produzidos em preto e branco, em tamanho máximo de 10 cm de largura.

 

• Referências de cunho bibliográfico devem vir ao final do texto, por ordem alfabética de sobrenome do autor, e, sempre que possível, fazer constar por extenso o prenome dos autores. Os títulos das obras devem ser apresentados em negrito. Quando houver dois ou três autores, separa-se o primeiro autor e os demais por ponto e vírgula; ultrapassando três autores, faz-se a entrada pelo autor principal (referenciado no texto) e substituem-se os outros pela expressão “et al.”. Sua apresentação deve seguir as normas da ABNT (NBR 6023, 2002). A exatidão das referências e a correta citação no texto são de responsabilidade do(s) autor(es) dos textos, sendo uma exigência para a publicação do trabalho.

 

Seguem alguns exemplos de referência:

 

Livros com dois ou três autores

 

GUINCHAT, Claire; MENOU, Michel. Introdução geral às ciências e técnicas da informação e documentação. 2. ed. corrig. e aum. Brasília: IBICT, 1994.

 

Capítulo de livro – mesmo autor

 

GADOTTI, Moacir. A Paixão de Conhecer o Mundo. In: ______. Pensamento pedagógico brasileiro. São Paulo: Atlas, 1987. p. 58-73. cap. 5.

 

Capítulo de livro – autor diferente

 

RONCA, Antônio Carlos C. O modelo de ensino de David Ausubel. In: PENTEADO, Wilma Millan Alves. Psicologia e ensino. São Paulo: Papelivros, 1980.

 

Artigo de periódico

 

CALLADO, Antônio. Da grande mentira às primeiras sílabas da verdade. Em Aberto, Brasília, v. 26, n. 90, p. 169-174, jul./dez. 2013.

 

Artigo de periódico com mais de três autores

 

DEL BARRIO, Cristina et al. Representaciones acerca del maltrato entre iguales, atribuciones emocionales y percepción de estrategias de cambio a partir de un instrumento narrativo: SCAN-Bullying. Infancia y Aprendizaje, v. 26, n. 1, p. 63-78, 2003.

 

Textos on-line

 

LAEVERS, Ferre (Ed.). Well-being and involvement in care settings. A Process-oriented Self-evaluation Instrument (SiCs). Bruxelas: Kind & Gezin, 2008. Disponível em: <http://www.kindengezin.be/img/sics-ziko-manual.pdf>. Acesso em: 13 abr. 2015.

 

Artigo de jornal

 

NAVES, Paulo. Lagos andino dá banho de beleza. Folha de São Paulo, São Paulo, 28 jun. 1999. Folha Turismo, Caderno 8, p. 13.

 

Trabalho apresentado em evento

 

MOREIRA, A. F. B. Multiculturalismo, Currículo e Formação de Professores. In: SEMINÁRIO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA, 2., 1998, Santa Cruz do Sul. Anais... Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 1998. p. 15-30.

 

Autor institucional, legislação e jurisprudência

 

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado, 1988.

 

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, DF: MEC, 1996. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm>. Acesso em: 15 mar. 2013.

 

BRASIL. Estatuto da criança e do adolescente. Organização dos textos, notas remissivas e índices por Juarez de Oliveira. 5. ed. São Paulo: Saraiva, 1995. 206 p.

 

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Resolução n.: 2, de 30 de janeiro de 2012. Define Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Brasília, DF: MEC/CNE/CEB, 2012.

 

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Estudo exploratório sobre o professor brasileiro com base nos resultados do Censo Escolar da Educação Básica 2007. Brasília, DF: Inep, 2009.

 

SÃO PAULO (Estado). Projeto de lei n. 15, de 2003. Dá denominação à Rodovia SP-046-125, que interliga São Luiz de Paraitinga-Catuçaba-Alto da Serra. Diário Oficial [do] Estado de São Paulo, Poder Legislativo, 
São Paulo, v. 113, n. 31, p. 2, fev. 2003.

 

SÂO PAULO (Estado). Decreto n. 42.822, de 20 de janeiro de 1998. Lex: coletânea de legislação e jurisprudência, São Paulo, v.62, n. 3, p. 217-220, 1998.

 

Verbete de enciclopédia eletrônica e dicionário

 

FOULKES, H.; CARTWRIGHT, R. Sleep. In: ______. Encyclopedia Britânica On-line. Disponível em: <http://www.britanica.com/bcom/eb/article>. Acesso em: 5 fev. 2000.

Ínscio. In: FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa. 2.ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p. 950.

 

Entrevista/Depoimento

 

SILVA, A. A. Mulheres no ataque: depoimento. [9 de junho, 1996]. São Paulo: Revista da Folha de São Paulo. Entrevista concedida a Cristiana Couto.

 

Teses

 

FERREIRA, J. L. Homens ensinando crianças: continuidade-descontinuidade das relações de gênero na escola rural. 2008. 171 f. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2008.

 

Resenha

 

CARONE, I. Psicanálise fim de século. Ensaios críticos. São Paulo: Hacker, 1998. Resenha de: FRAYZE-PEREIRA, J. A. Da possibilidade da crítica à cultura: psicanálise e filosofia. Revista Brasileira de Psicanálise, v. 35, n. 2, p. 403-405, 2001.

 

Trabalho publicado em CD/DVD

 

LIMA NETO, Newton. A Universidade e os trabalhadores. In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA PARA O PROGRESSO DA CIÊNCIA, 49., 1997, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: Videolar, 1991. CD-ROM.

 

Direito de Resposta

 

Revista @mbienteeducação acolhe comentário(s) a artigo publicado na revista. Se o comentário for aceito para publicação, a revista oferecerá ao autor igual espaço para réplica, que poderá ser publicada no mesmo número do comentário ou no número subsequente. Ambos estão sujeitos ao mesmo processo de avaliação dos demais textos. Não são aceitos comentários ou réplicas a resenhas. 

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  2. O arquivo da submissão segue o template oficial da revista e está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  3. URLs para as referências foram informadas quando possível.
  4. O texto está em espaço simples; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  5. O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  6. Em caso de submissão a uma seção com avaliação pelos pares (ex.: artigos), as instruções disponíveis em Assegurando a avaliação pelos pares cega foram seguidas.
 

Declaração de Direito Autoral

Ao submeter uma obra à apreciação e possível publicação na revista @mbienteeducação o(s) autor(es) declaram ceder os direitos autorais da mesma dentro das regras da "atribuição 3.0 Brasil" da CREATIVE COMMOMS QUE PODE SER CONSULTADA NO ENDEREÇO http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/br/ inclusive o que consta na integra da licença jurídica que também pode ser consultada no endereço: http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/br/legalcode

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.